Renault Zoe chegou tarde e seguirá atrasado

Apesar das 20 unidades vendidas, por aqui o moderno compacto elétrico vai demorar a adotar remodelação feita na Europa

  1. Home
  2. Bolso
  3. Renault Zoe chegou tarde e seguirá atrasado
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Lançado no mercado brasileiro durante o Salão do Automóvel de São Paulo, o compacto elétrico Renault Zoe faz relativo sucesso. Segundo a marca, 20 unidades já foram entregues e um novo lote acabou de chegar ao Brasil. Vale lembrar que cada unidade é vendida a R$ 150 mil. Mas a grande questão fica para a remodelação que acaba de ser lançada na Europa.

icon photo
Legenda: Renault Zoe apresentado no Salão do Automóvel
Crédito: Mario Villaescusa/WM1

A Renault acabou de apresentar a novidade no Velho Continente, onde o modelo é o mais comercializado entre os elétricos. As vendas começarão no fim do ano com várias novidades importantes. A primeira delas é sobre autonomia, que está 30% maior em relação ao modelo atual, chegando a cerca de 390 km com apenas uma carga.

AVALIAÇÃO ZOE

Outra mudança está no tempo necessário para carregar a bateria. Segundo os dados da fabricante, uma recarga rápida com voltagem de 50 Kw durante 30 minutos garante autonomia de 145 km. Caso opte pelo carregamento convencional, serão 9 horas e 25 minutos até atingir 100% da carga. Além da autonomia, o novo Zoe também está mais potente, com 135 cv e 25 kgfm de torque.

 Novo Zoe
Legenda: Novo Zoe

Externamente, o Zoe ganhou novo design na dianteira, incluindo o para-choque, além de faróis e lanternas de LED no lugar da lâmpadas convencionais. Há uma nova oferta de cores e rodas. No interior mudam o painel de instrumentos e o acabamento, enquanto a central multimídia de 10 polegadas é compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

Mas e o Brasil? A Renault diz não ter previsão de chegada do novo modelo e as vendas seguem normalmente. No entanto, como se trata de um veículo importado e de baixa demanda no nosso mercado, é provável que em meados de 2020 a Renault do Brasil já tenha que fazer a substituição.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors