Mercedes GT 43 chega com 367 cv e por R$ 576 mil

Versão mais "barata" do esportivo da divisão AMG da marca alemã chega ao Brasil em edição limitada

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Mercedes GT 43 chega com 367 cv e por R$ 576 mil
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Quem não conseguiu comprar o Mercedes-AMG GT por causa do preço superior a R$ 1,38 milhão não tem mais desculpas. O esportivo da marca alemã chega com motor mais manso e em nova versão, com preço mais "em conta" : R$ 575.900 - a primeira leva faz parte de uma série limitada a 20 unidades.

Preparado pela AMG, o Mercedes GT 43 obviamente é menos potente que o GT 63 já à venda no Brasil - com seu V8 biturbo de 585 cv e 71,4 kgf.m. Nem por isso é menos divertido. O motor 3.0 seis cilindros em linha gera 367 cv entre 3.500 e 6.100 rpm e torque de 52 kgf.m a partir das 1.800 até as 4.500 rpm. Com a caixa automática de nove marchas, cumpre o 0 a 100 km/h em 5 s e atinge 270 km/h.

O cupê de quatro portas ainda é dotado do EQ Boost, uma espécie de híbrido leve. Trata-se de um motor elétrico que funciona como gerador para fornecer até 22 cv e 26 kgf.m adicionais. Segundo a Mercedes, o sistema permite que mais de 80% da energia do conjunto seja devolvida à bateria.

Ao mesmo tempo, o Silent Start possibilita que a partida do motor seja puramente elétrica. E ainda há opção de desligar o motor a combustão completamente por alguns períodos.

Mercedes-AMG GT 43
icon photo
Legenda: Mercedes GT 43: o cupê de quatro portas assinado pela AMG tem capô baixo e porte musculoso
Crédito: Divulgação

O design do esportivo é um capítulo à parte. O capô baixo contrasta com os detalhes musculosos, a silhueta angulosa da carroceria e o porte largo do cupê. As rodas AMG de 20" com múltiplos raios chamam a atenção, assim como o acabamento diferenciado da grade, em forma de persiana, que confere robustez ao mesmo tempo em que melhora a aerodinâmica.

Na traseira, mais uma ajuda para o arrasto do carro: o aerofólio traseiro é automaticamente regulável em vários estágios. As lanternas finas que se prolongam pelas laterais trazem filetes de LEDs.

Archivnummer: Sspip84405
icon photo
Legenda: Na traseira, aerofólio funcional se abre conforme a necessidade
Crédito: Divulgação

Em equipamentos, o cupê também sobra: ar-condicionado quadrizona, volante esportivo AMG, iluminação ambiente com 64 cores, teto-solar e som Burmester com 14 alto-falantes, amplificador e potência de 640 watts.

Para quem pode brincar no track day, o GT 43 é equipado com o AMG Track Pace, uma espécie de engenheiro de corrida virtual. Ele analisa e calcula tempos de volta e aceleração, além de dados selecionados de telemetria ao vivo.

icon photo
Legenda: Grade dianteira do Mercedes-AMG GT 43 auxilia no coeficiente aerodinâmico do carro
Crédito: Divulgação

Já o AMG Dynamic Select oferece diferentes modos de condução, que mudam as respostas e atuações de motor, câmbio, suspensão, freio e direção. Completam o pacote os dispositivos semi-autônomos, como a frenagem automática de emergência e o sistema que estaciona o veículo "sozinho".

Veja nosso teste com o Mercedes GT nos EUA

 

Comentários