Novo Tiguan chega entre R$ 125 mil e R$ 180 mil

Segunda geração do SUV estreia em maio com entre-eixos 20 cm maior, opções de 5 e 7 lugares e motor 1.4 ou 2.0 turbo

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Novo Tiguan chega entre R$ 125 mil e R$ 180 mil
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Maior, mais tecnológico e pela primeira vez com a opção de sete lugares, o novo Volkswagen Tiguan chega ao Brasil em maio disponível com dois motores e duas versões de acabamento, com preços sugeridos entre R$ 124,9 mil e R$ 179.990. Os valores incluem o preço das três primeiras revisões. O único opcional para as três configurações é o teto solar panorâmico, por R$ 4.000.

Importado do México e rebatizado como Tiguan Allspace, o SUV médio chega com a missão de vender dez vezes mais que o modelo atual, ou seja, atingir cerca de 14 mil unidades por ano. Medindo 2,79 m de distância entre-eixos, o utilitário está quase 20 cm maior que a geração anterior nessa medida, permitindo a instalação da terceira fileira de assentos - e ampliando o espaço também na segunda fileira.

Tiguan9
icon photo
Legenda: Traseira ganhou novo design
Crédito: Divulgação

Vale destacar que os dois bancos adicionais, quando disponíveis, são pequenos, mais adequados para crianças, e podem ser rebatidos. Com eles em uso, a capacidade do porta-malas é de 230 litros, que pode subir para 760 litros. O novo Tiguan mede 4,70 m de comprimento, 1,85 m de largura e 1,65 m de altura.

Esse aumento no tamanho, somado à introdução de assistentes avançados de condução (saiba mais abaixo), são frutos da plataforma MQB, base estrutural modular utilizada em uma grande variedade de modelos da VW, desde o novo Polo, passando pelo Golf e também presente no Passat. Todas as versões têm seis airbags.

A parte mecânica é conhecida. As configurações Allspace 250 (R$ 124,9 mil) e Allspace Comfortline 250 (R$ 149.990) vêm equipadas com o mesmo motor 1.4 turbo flex utilizado no Jetta e no Golf, capaz de render 150 cv de potência e 25,5 kgf.m de torque - o 250 do nome, também presente na tampa traseira, indica o torque em Newtons-Metro. A transmissão é automatizada de dupla embreagem e seis marchas, agora com o sistema banhado em óleo, o que reduz ruídos e vibrações. Com essa motorização, a tração é dianteira.

 Nova tela de central multimídia
Legenda: Nova tela de central multimídia
Crédito: Divulgação
 Interior com novo visual
Legenda: Interior com novo visual
Crédito: Divulgação

Já o Tiguan Allspace R-Line 350, versão topo de linha, vem equipado com o motor 2.0 turbo a gasolina de 220 cv e 35,7 kgf.m, com a mesma caixa de marchas de dupla embreagem e seis velocidades, com tração integral 4Motion dotada de seletor de modos de condução no console central - são oito opções disponíveis, adaptando câmbio, motor, direção elétrica e controles de tração e estabilidade para asfalto ou estrada de terra e para uma pegada mais esportiva ou econômica.

Segundo a Volks, o motor menor faz o Tiguan Allspace acelerar de zero a 100 km/h em 9,5 segundos, contra 6,8 segundos com propulsor de dois litros. A versão de entrada, a única com cinco lugares, pesa 1.562 kg. As duas unidades contam com start-stop, que desliga automaticamente o propulsor em paradas rápidas para poupar combustível.

VERSÕES E CONTEÚDO

A configuração de entrada Allspace 250 é bem completa, trazendo de série rodas de liga leve de 17 polegadas, rack de teto e frisos na cor preta, central multimídia de oito polegadas com GPS integrado, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, volante multifuncional, freio de estacionamento elétrico com função auto-hold, controle de pressão dos pneus, detector de fadiga, sensor de chuva e ar-condicionado digital de três zonas, uma exclusividade nessa faixa de preço.

Tiguan4
icon photo
Legenda: Interior de 7 lugares
Crédito: Divulgação

Já o Tiguan Allspace Comfortline 250 agrega os sete lugares, rodas de liga leve de 17 polegadas, rack de teto e frisos cromados, bancos dianteiros com ajustes elétricos e três memórias, faróis e lanternas de LEDs, bancos de couro com aquecimento câmera de ré.

Por fim, o topo de linha R-Line 350, que chega na mesma faixa de preço do novo Honda CR-V, acrescenta motor maior, tração nas quatro rodas e visual esportivo, com para-choques mais parrudos e rodas de 19 polegadas. Além disso, conta com bancos de couro com o logotipo R-Line, revestimento interno do teto na cor preta e painel de instrumentos digital com tela de 12,3 polegadas.

 Versão R-Line
Legenda: Versão R-Line
Crédito: Divulgação

O R-Line é a única versão a contar com assistentes de condução para maior segurança a bordo: frenagem de emergência com reconhecimento de pedestres, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e assistente de descida.

Para completar, o Tiguan mais caro conta, ainda, com luz alta automática, sensor de chave, sistema de estacionamento semiautomático e abertura elétrica da tampa do porta-malas, seja por botão ou passando o pé embaixo do para-choque, onde existe um sensor de movimento.

O Tiguan Allspace chega para concorrer com uma ampla faixa de SUVs, como Chevrolet Equinox, Peugeot 3008 e 5008, Jeep Compass e Cherokee e o já citado Honda CR-V, para citar alguns.

icon photo
Legenda: Raio-x do espaço interno
Crédito: Divulgação
Comentários