Confira fotos e detalhes do novo Volkswagen Tiguan

SUV médio da marca alemã ganhou reestilização baseada no desenho do novo Golf, sistema híbrido e até versão esportiva

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Confira fotos e detalhes do novo Volkswagen Tiguan
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Depois de muitos flagras e especulações, finalmente foram apresentadas as primeiras imagens do novo Volkswagen Tiguan - as fotos foram reveladas pela filial europeia da empresa. No Brasil, a expectativa é de que o SUV chegue com as modificações em 2021, importado do México.

Esta é a primeira reestilização da segunda geração do Tiguan, lançada globalmente em 2016. Visualmente, o desenho tem inspiração no design apresentado pela oitava geração do Golf, revelada no fim do ano passado.

Na Europa, serão cinco opções de acabamento (Standard, Life, Elegance, R-Line e a esportiva R). Importante destacar que o Tiguan revelado esta semana não é o AllSpace, nome da configuração de entre-eixos alongado que é importada para o Brasil.

Trata-se, na realidade, da configuração mais curta do carro, que tem 2,68 m de distância entre os eixos - enquanto o nosso tem 2,79 m. De todo modo, as mudanças para o Tiguan AllSpace devem ser as mesmas e acontecer em breve.

Eletrificado

O novo Volkswagen Tiguan recebe as alterações mais significativas desde o lançamento desta segunda geração. Vamos começar pelas alterações mecânicas.

A primeira novidade é o conjunto híbrido plug-in (recarregável em tomada), batizado de eHybrid. Segundo a Volks, consegue acelerar até 130 km/h e rodar 50 km sem gastar combustível. O conjunto é formado pelo motor 1.4 TSI de 150 cv combinado a outro elétrico, de 115 cv - que, juntos, rendem 245 cv. Essa configuração também oferece um modo de condução mais esportivo, o GTE.

A segunda novidade é exatamente a versão esportiva R, que troca o conjunto 1.4 pelo 2.0 TSI do Golf R, preparado para chegar aos 320 cv. Nessa configuração, a tração passa a ser integral e tem diferencial central para distribuição e vetorização eletrônicos de torque. São seis modos de condução: Race, Sport, Comfort, Individual, Offroad e Snow.

Nessa opção mais preparada, inclusive, o carro ainda oferece controle dinâmico de chassi, suspensões mais baixas em 1 cm, rodas de 21" (nas demais elas variam de 17" a 20") e até um escapamento esportivo da Akrapovic, como opcional. O câmbio é sempre automático de oito marchas. As outras opções são 1.5 ou 2.0 TSI ou turbodiesel (TDI).

 Volkswagen Tiguan eHybrid tem motor 1.4 turbo conectado a propulsor elétrico: juntos, rendem 245 cv
Legenda: Volkswagen Tiguan eHybrid tem motor 1.4 turbo conectado a propulsor elétrico: juntos, rendem 245 cv
Crédito: Divulgação

Conectado

A VW afirmou que o carro está conectado, mas precisamos destacar que o recém-lançado Volkswagen Nivus, brasileiro, pode ter mais conexões com a internet do que o Tiguan.

Em termos de tecnologia, o carro recebe a nova central multimídia (semelhante à utilizada pelo Nivus) chamada MIB3, que estreou no Golf 8, dispensa botões físicos e aposta em superfícies táteis. Há conectividade com Apple CarPlay e Android Auto (sem fio somente para iPhone) e internet, além de telas de alta resolução - de 8" ou 9,2" - e comando de voz.

O som é da Fender, com 480 watts, mas opcionalmente há um sistema da grife Harman/Kardon, com 10 alto-falantes.

O Nivus, importante destacar, tem tela maior (de 10,1") e ainda uma central de aplicativos, que permite até pedir comida via iFood pelo sistema, algo que o Tiguan (ainda) não consegue fazer. E o quadro de instrumentos digital é o mesmo que já conhecemos de Polo, Virtus Nivus, T-Cross, Jetta e cia. Por outro lado, há equipamentos exclusivos, como o ar-condicionado controlado por uma tela de LCD.

Por fim, em termos de equipamentos, o novo Tiguan estreia o sistema Travel Assist, que oferece assistência à condução com atuação sobre freios e acelerador - sempre com supervisão do motorista. E nas versões topo de linha, terá LEDs matriciais com assistente inteligente, capaz de ajustar automaticamente altura e intensidade dos fachos de luz.

Opcionalmente, vai oferecer um pacote de assistências semiautônomas que inclui piloto automático adaptativo (como o Nivus), só que aprimorado, capaz de identificar placas de trânsito, cruzamentos, rotatórias e até mudanças de relevo do asfalto. De acordo com a Volks, esse sistema ainda oferece frenagens automáticas anticolisão e manutenção em faixa.

Volkswagen Tiguan 2021
icon photo
Legenda: Tiguan ganhou diversos equipamentos, mas em termos de conectividade ele perde para o Nivus
Crédito: Divulgação

Novo Volkswagen Tiguan no visual

Por fim, vamos falar do desenho do novo Tiguan. Como mencionamos, o design frontal é inspirado no desenho do novo Golf e nas versões topo de gama os faróis terão LEDs matriciais. A grade dianteira também segue a atual filosofia estética da Volks e lembra até mesmo a de modelos como os nossos Nivus e T-Cross.

A traseira mudou pouco, mas recebeu guias de LED nas lanternas com desenho rearranjado e nova estrutura na base do para-choque, com duas saídas de escape... meramente cenográficas.

Outra mudança está no posicionamento do nome "Tiguan" na traseira, que agora fica estampado no centro da tampa do porta-malas, embaixo do logo. Essa é uma tendência que deve acontecer em todos os SUVs da marca, pois já é assim com os dois utilitários compactos vendidos no Brasil

Uma última novidade é a logomarca da Volkswagen. Assim como no Nivus, o desenho da insígnia da empresa foi remodelado e também está presente no novo Volkswagen Tiguan.

icon photo
Legenda: Traseira: lanternas de LED têm novo desenho e para-choques também, mas quase não dá para perceber
Crédito: Divulgação
Comentários