Conceito elétrico celebra os 35 anos do Azera

Sedã da Hyundai de 1986 ganhou elementos tecnológicos e teve o motor a combustão substituído por um movido a baterias

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Conceito elétrico celebra os 35 anos do Azera
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Vendido no Brasil desde meados dos anos 2000, o Hyundai Azera teve a sua primeira geração lançada na Coreia do Sul em 1986. Em seu país de origem, o sedã foi chamado de Grandeur até o lançamento da quarta geração (a primeira a ser vendida aqui), em 2005.

Hyundai Heritage Series Grandeur 1
Hyundai Grandeur/Azera 1986 foi transformado em carro-conceito elétrico
Crédito: Divulgação
toggle button

Para comemorar os 35 anos do Grandeur/Azera, a Hyundai transformou um modelo 1986 em conceito elétrico, seguindo o estilo "eletromod", tendência que vem ganhando adeptos no exterior com a conversão de carros antigos em EVs.

O sedã teve o seu motor original a gasolina substituído por um 100% elétrico (a potência não foi revelada) e ainda ganhou toques de modernidade, como faróis e lanternas de LEDs inspirados nos modelos Ioniq, a linha de EVs que a Hyundai comercializa atualmente.

Hyundai Heritage Series Grandeur 4
Faróis e lanternas do sedã ganharam iluminação de LED
Crédito: Divulgação
toggle button

Mas as maiores mudanças foram aplicadas internamente. A cabine recebeu bancos revestidos de veludo avermelhado, enquanto o acabamento original de madeira deu lugar a LEDs coloridos. O painel foi atualizado com uma enorme tela que integra os instrumentos do carro a uma multimídia repleta de recursos e com comandos parecidos com o teclado de um piano.

Hyundai Heritage Series Grandeur 6
Interior recebeu toque moderno com painel e multimídia integrados em tela digital
Crédito: Divulgação
toggle button

Com esse conceito elétrico, a Hyundai quis não só celebrar o aniversário de um dos seus modelos mais icônicos, mas também antecipar algumas tecnologias que serão aplicadas aos seus próximos lançamentos, como o Ioniq 6.

Comentários