Fiat Uno agora só é vendido em uma versão

Marca enxuga linha do hatch compacto, que perde duas opções de acabamento. Medida pode sinalizar o fim do modelo

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Fiat Uno agora só é vendido em uma versão
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Um dos compactos mais veteranos da Fiat no Brasil, o Uno, agora é filho único de mãe solteira. O modelo passou a ser vendido em versão solitária Attractive, por R$ 56.190. A marca italiana confirmou que a gama agora só tem essa opção.

Desta forma, o Fiat Uno perde as variantes Drive 1.0 e Way 1.3. A sobrevivente Attractive agora é vendida sempre com o velho motor 1.0 Fire de quatro cilindros e com o básico em equipamentos: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricos.

A mudança feita pela Fiat no Uno aumenta os rumores de que o carro está em fim de vida. Tradicionalmente, as marcas reduzem o número de versões de modelos que serão descontinuados. Vide os exemplos mais recentes: Toyota Etios e Volkswagen Up!.

Nova geração?

Uma nova geração do Uno não está totalmente descartada, mas ela pode nascer da plataforma do futuro Citroën C3, que será lançado em outubro. Uma solução mais rápida pode ser a criação de uma versão mais barata do Argo, que hoje começa em R$ 59.890.

Seria o jeito de "tapar o buraco" deixado por uma eventual saída de cena do Fiat Uno. Afinal, a versão mais cara do Mobi, que fica posicionado abaixo do veterano compacto, custa R$ 51.390.

Lançado em 2010, esta segunda geração do Uno perdeu fôlego e versões ao longo dos últimos anos - embora tenha ressuscitado o aventureiro Way recentemente. Mesmo assim, está entre os 20 carros mais vendidos do país. No primeiro quadrimestre deste ano, foram mais de 10 mil emplacamentos, segundo dados da Fenabrave.

Comentários