GM confirma picape para brigar com a Toro

Modelo será produzido em São Caetano do Sul (SP) sobre plataforma do Tracker e pode aproveitar o nome Montana

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. GM confirma picape para brigar com a Toro
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O WM1 mostra aqui a todo momento que a  Fiat Toro terá muitas rivais. E há mais de um ano cantamos a bola de que a General Motors também preparava sua médio-compacta para perturbar o sono da marca italiana. Pois agora a GM confirma a produção de uma nova picape em São Caetano do Sul, no ABC paulista.

O "modelo inédito" faz parte do atual ciclo de investimento de R$ 10 bilhões anunciado pela GM para o Brasil. A marca não detalha o porte do veículo, mas nós já falamos aqui que trata-se da plataforma GEM, a mesma dos novos Onix e Tracker. A picape pode aproveitar o nome Montana, mas terá tamanho de Toro.

Segundo a GM, a picape está ainda em fase de desenvolvimento e servirá para "ampliar a presença da marca Chevrolet no próspero segmento de picapes". A linha de produção paulista começará a ser adaptada nas próximas semanas para receber o futuro produto.

Nova picape da GM irá para outros mercados

"O modelo chegará para complementar a linha de picapes Chevrolet, além disso, vai estrear um conceito completamente inovador para a marca no segmento de veículos utilitários", diz Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

A nova picape da GM deve ser lançada no mercado brasileiro em 2022. Daqui, também será exportada para outros mercados, principalmente latino-americanos. Como dito, o modelo pode aproveitar o nome Montana. De certo, usará a nova linha de motores 1.2 turbo já visto no Tracker.

E como fica a Montana atual?

Não fica. Fontes dentro da marca dizem que a GM deve deixar de lado o segmento de picapes pequenas, amplamente dominado pela Fiat Strada (tem 80% de participação) para focar justamente na categoria de médio-compactas.

Comentários