Hyundai Creta 2022 terá painel digital com câmera

Marca sul-coreana começa a mostrar detalhes da nova geração do SUV, que chega no final do ano

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Hyundai Creta 2022 terá painel digital com câmera
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Após divulgar uma imagem da central multimídia do Creta 2022, a Hyundai revelou mais fotos e um vídeo com detalhes internos do SUV, acompanhado de uma mensagem com a previsão de lançamento: “Verão 2021/2022”. Isso quer dizer que o modelo chegará às concessionárias entre dezembro deste ano e o primeiro trimestre de 2022.

Os novos teasers mostram o novo painel de instrumentos com uma tela digital colorida de 7 polegadas entre o conta-giros e o medidor de combustível analógicos. Essa tela ainda mostrará a imagem da câmera do retrovisor do lado direito - funciona, assim, como um assistente de ponto cego, semelhante ao sistema usado em alguns modelos da Honda.

Por falar em segurança, o novo Creta será equipado com o pacote Hyundai SmartSense, que incorpora frenagem autônoma emergencial, assistente de permanência em faixa e controle de cruzeiro adaptativo. Entre os itens de conforto, o SUV terá bancos de couro com ventilação.

 

Conforme a foto divulgada há alguns dias, o novo Creta será equipado com um central multimídia de 10,25 polegadas. O equipamento conta com GPS nativo e conexões Android Auto e Apple CarPlay, além do sistema Bluelink que permite dar a partida no motor e destravar as portas por meio de um aplicativo para smartphones.

Conjunto mecânico do novo Hyundai Creta

O conjunto mecânico ainda é mantido em segredo, mas rumores da imprensa especializada apontam que o SUV manterá o motor 2.0 flex aspirado, de 166 cv de potência e 20,5 kgf.m de torque, nas versões mais caras.

O 1.0 turbo flex de três cilindros (120 cv e 17,5 kgf.m), que já equipa a linha HB20, será ofertado no lugar do atual 1.6 flex aspirado (130 cv e 16,5 kgf.m).

O SUV, aliás, deverá ser vendido apenas com transmissão automática de seis velocidades e tração dianteira.

Já o modelo atual poderá seguir em produção apenas em uma versão de entrada, com motor 1.6 e câmbio automático, para ser oferecido abaixo dos R$ 100 mil.

Comentários