VW Nivus e os outros rivais do Fiat Pulse

Conheça os concorrentes do recém-lançado SUV compacto da marca italiana. Carro da Volkswagen não é o único nessa briga

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. VW Nivus e os outros rivais do Fiat Pulse
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O recém-lançado Fiat Pulse marca a estreia da fabricante italiana no segmento mais concorrido dos últimos anos. O novato aposta na motorização 1.0 turbo flex e no bom conteúdo de suas versões para atrair consumidores e, consequentemente, disputar as primeiras posições em vendas da categoria. No entanto, essa briga não será nada fácil, uma vez que os principais rivais do Fiat Pulse foram renovados recentemente.

Fiat Pulse Impetus 019 Large
Fiat Pulse Impetus, a versão topo de linha do SUV da marca italiana
Crédito: Divulgação
toggle button

Por estar posicionado em uma gama de preços relativamente ampla, que vai de R$ 80 mil a R$ 116 mil, o Pulse disputará os clientes com praticamente todos os SUVs compactos à venda Brasil atualmente.

Para te ajudar a entender contra quem o SUV da Fiat competirá, mostramos a seguir uma lista com os principais rivais do estreante em nosso mercado. Confira.

Como é o Fiat Pulse?

Antes de falar da concorrência, vale relembrar que o Fiat Pulse é fabricado em Betim (MG) a partir da plataforma MLA, uma variante aprimorada com reforços estruturais da arquitetura do hatch Argo. O SUV compacto é dotado de um conjunto suspensões exclusivo para proporcionar maior altura de rodagem (22,4 cm).

De acordo com os dados de fábrica, o Pulse mede 4,10 metros de comprimento (10 cm mais comprido que o Argo), 1,58 m de altura, 1,78 m de largura e 2,53 m de distância entre-eixos (ganho de 1 cm). Já o porta-malas tem 370 litros de capacidade (70 litros a mais que o do hatch).

Fiat Pulse Audace 005 Large
Fiat Pulse Audace: essa é a versão que fica um degrau abaixo da topo de linha
Crédito: Divulgação
toggle button

Na versão de entrada Drive, o Pulse é equipado com o motor Firefly 1.3 flex aspirado de quatro cilindros, que entrega até 107 cv de potência e 13,7 kgf.m de torque. Esse propulsor é compartilhado com o hatch Argo, o sedã Cronos e a picape Strada. Na configuração Drive do Pulse, esse motor é oferecido com câmbio manual de cinco marchas (R$ 79.990) ou automático CVT (R$ 89.990).

Fiat Pulse 2022 Painel (1)
Fiat Pulse ganha painel de digital de 7 polegadas na versão Impetus
toggle button

A partir da configuração Drive T200 CVT (R$ 98.990), o SUV passa a ser movido pelo novo motor Firefly 1.0 turbo flex de quatro cilindros com injeção direta e controle inteligente das válvulas de admissão. Disponível apenas com a transmissão automática CVT, esse propulsor gera 125 cv de potência com gasolina ou 130 cv quando abastecido com etanol. O torque máximo é de 20,4 kgf.m a 1.750 rpm, com qualquer um dos combustíveis.

A motorização turbinada e a transmissão CVT ainda equipam as versões Audace T200 (R$ 107.990) e a Impetus T200 (R$ 115.990) - veja abaixo o vídeo do teste do WM1 com a versão topo de linha.

Os rivais do Fiat Pulse

Volkswagen Nivus

Vw Nivus (1)
Volkswagen Nivus Highline: a versão topo de linha do SUV da marca alemã
toggle button

Provavelmente o principal concorrente do Fiat Pulse, o Nivus é comercializado em apenas duas versões: Comfortline (R$ 105.120) e Highline (R$ 121.890). Ambas são equipadas com o motor 1.0 turbo flex 200 TSI, que gera até 128 cv de potência e 20,4 kgf.m de torque com etanol, e transmissão automática Tiptronic de seis marchas.

Baseado na plataforma MQB A0 do Polo, o Nivus é ligeiramente maior que o Pulse. Mede 4,26 m de comprimento e 2,56 m de entre-eixos. O seu porta-malas também leva vantagem na hora de acomodar as bagagens: 415 litros.

Porta-malas do Volkswagen Nivus acomoda 415 litros de bagagem
Crédito: Divulgação
toggle button

Assim como o SUV da Fiat, o modelo da Volkswagen é equipado de série com airbags frontais e laterais, controles de estabilidade e tração, direção elétrica e faróis de LED. Contudo, o Nivus ainda traz os airbags de cortina, ausentes no Pulse.

Um dos destaques do Nivus 2022 é o novo painel de instrumentos totalmente digital com tela de 8 polegadas
Crédito: Divulgação
toggle button

Somente na versão topo de linha Highline, o Nivus acrescenta o ar-condicionado automático digital, presente em todas as configurações do Pulse, mas o crossover da Volks leva a vantagem por ter controle de cruzeiro adaptativo (o Fiat possui apenas a frenagem autônoma de emergência).

Caoa Chery Tiggo 3X

Caoa Chery Tiggo 3X, nacional, é o novo SUV da marca chinesa: fica entre o Tiggo 2 e o Tiggo 5X
Crédito: Divulgação
toggle button

A exemplo do Pulse, o Tiggo 3X também é derivado de um hatch compacto. O crossover fabricado em Jacareí (SP) é baseado no pouco lembrado Celer. Lançado em junho como uma variante mais refinada do Tiggo 2, o modelo está à venda nas versões Plus (R$ 96.990) e Pro (R$ 105.490).

As suas dimensões ficam em um meio-termo entre as medidas do Pulse e do Nivus. São 4,20 m de comprimento e 2,55 m de entre-eixos. Já o porta-malas de 420 litros supera os dos rivais.

Tiggo 3X é rival de Volkswagen Nivus, Honda WR-V e demais utilitários pequenos, como o Fiat Pulse
Crédito: Divulgação
toggle button

A motorização do Tiggo 3X também é 1.0 turbo flex de três cilindros, mas os seus números de potência e torque são inferiores aos dos propulsores do Pulse e do Nivus: 102 cv e 17,1 kgf.m, respectivamente. A transmissão é automática com simulação de nove marchas.

Chery Tiggo 3X tem botão eletrônico para o freio de estacionamento lá fora; no nacional, é alavanca
Crédito: Divulgação
toggle button

Bem equipado, o Tiggo 3X traz central multimídia com tela de 9” e compatibilidade com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay, piloto automático, controles de estabilidade e tração, sensor de estacionamento, seletor de modos de condução, rodas de 16 polegadas, câmera de ré, retrovisores com rebatimento elétrico, entre outros. No quesito segurança, no entanto, ele traz apenas os obrigatórios airbags frontais.

Honda WR-V

Honda WR-V 2021 é o modelo mais antigo entre os concorrentes do Fiat Pulse
Crédito: Guilherme SIlva/WM1
toggle button

O mais antigo do trio de principais concorrentes do Pulse, o Honda WR-V foi lançado em 2017 e anda meio esquecido, embora tenha sofrido uma atualização de conteúdo no ano passado, na qual foi introduzido o controle de estabilidade, além de um retoque visual.

Honda WR-V sofreu discretos retoques visuais na linha 2021
Crédito: Guilherme SIlva/WM1
toggle button

Baseado no Fit, o crossover é comercializado nas versões LX (R$ 96.900), EX (R$ 103.400) e EXL (R$ 108.600). As três são movidas pelo motor 1.5 flex aspirado de até 116 cv de potência e 15,3 kgf.m de torque quando abastecido com etanol. A única opção de câmbio é a automática CVT.

Acabamento interno é bom, mas WR-V já começa a dar sinais da idade. Confiança na Honda é sua maior virtude
Crédito: Guilherme Silva/WM1
toggle button

Na configuração mais completa, o Honda WR-V traz seis airbags, ar-condicionado automático digital, multimídia de 7” com Android Auto e Apple CarPlay, GPS integrado, câmera de ré, bancos de couro, piloto automático, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

Banco traseiro do WR-V pode ser rebatido para liberar espaço a cargas maiores
Crédito: Guilherme SIlva/WM1
toggle button

Nas medidas, o Honda de 4 metros de comprimento e 2,55 m de entre-eixos pode não impressionar, mas a sua carroceria de monovolume confere o maior espaço interno para os passageiros entre os competidores. O porta-malas de 363 litros pode perder em capacidade para os dos rivais, mas o WR-V possui um sistema de modularidade dos bancos que permite transportar objetos grandes, como bicicletas, por exemplo.

Comentários