Intenção de compra de carro segue forte em 2020

Entre consumidores interessados na compra de um 0 km, pesquisa da Webmotors diz que 89% planejam aquisição para 2020

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Intenção de compra de carro segue forte em 2020
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Webmotors, em parceria com a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), divulgou nesta terça-feira (23), por meio de uma live nas redes sociais, os resultados de uma pesquisa de intenção de compra de carro no cenário atual da pandemia de Covid-19.

As notícias são boas: apesar dos impactos iniciais que a quarentena causou no mercado automotivo, o estudo mostra que, dos consumidores interessados na compra de um carro 0 km, 89% ainda planejam a aquisição em 2020. A pesquisa foi feita com 1.668 entrevistados, a maioria na faixa etária entre 36 e 45 anos, no final de maio - e tem margem de erro de apenas 2,4%.

Destes 89% de entrevistados que ainda pretendem comprar um carro em 2020, 64% diz ter precisado prorrogar a assinatura do cheque por conta da pandemia.

São vários os motivos, mas o principal deles é a incerteza financeira - 45% das pessoas adiaram a aquisição por medo do desemprego. Outros 37% alegaram precisar ver o carro pessoalmente - coisa que a videochamada da Webmotors pode resolver; 33% buscam melhores condições de pagamento e 29% não venderam o carro anterior. Ainda dentro desse montante, 24% adiaram a decisão por receio de se contaminar pela covid-19.

Businesswoman A Toy Car And A Stack Of Coins
icon photo
Legenda: Pesquisa Webmotors/Anfavea mostra que muita gente "prorrogou" compra do carro. Mercado deve voltar a esquentar
Crédito: Divulgação

Compra de carro 0 km vai aumentar

A incerteza financeira foi citada pelos consumidores como o principal fator para a decisão, mas esse público ainda possui alternativas que podem auxiliar a mitigar o receio de insegurança na hora da compra do carro, como redução de impostos, revisão nas taxas de juros e bônus no carro usado - como considerar o pagamento de 100% do valor da tabela Fipe.

"Os resultados da pesquisa apontam saídas para ajudar o consumidor a concretizar a compra do carro novo", ressaltou Eduardo Jurcevic, CEO da Webmotors. O executivo ressalta que consumidores esperam uma boa avaliação em seu usado, redução de impostos e melhores condições de pagamento, que sejam mais adequadas ao seu orçamento.

"Mais do que números, esta pesquisa revela mudanças no comportamento dos consumidores. Creio que parte dessas mudanças permanecerá mesmo após o surgimento de uma vacina ou de tratamentos mais eficazes para a Covid-19", complementou Luiz Carlos Moraes, Presidente da Anfavea.

11% não querem trocar de carro

Das pessoas que desistiram de comprar ou trocar de carro este ano (11% dos participantes da pesquisa), a incerteza financeira também foi apontada como a principal preocupação. Mas outros fatores também foram citados, como melhores condições de pagamento e a demora para a venda do carro atual antes da compra do modelo novo.

O levantamento também mostra que a maioria dos entrevistados pretende comprar modelos usados (68%), volume que já foi maior que o apontado em pesquisa realizada em dezembro de 2019, quando o número indicado era de mais de 80%.

A pesquisa ainda mostrou que a forma de pagamento varia de acordo com a expectativa de compra. Para os que planejavam comprar um carro em junho, por exemplo, 38% pretendiam financiar parte do valor; e para os interessados em adquirir um veículo nos próximos 3 meses, 63% também informaram a intenção de fazer o financiamento parcial ou total do automóvel.

Videochamada Webmotors
icon photo
Legenda: Videochamada Webmotors: compra do carro fica mais fácil com a videochamada exclusiva
Crédito: Divulgação

Perfil da pesquisa

Essa pesquisa da Webmotors feita em parceria com a Anfavea foi realizada com 1.668 usuários do site espalhados por todas as regiões do Brasil. A maioria das pessoas que respondeu é composta por homens com faixa etária de 36 a 45 anos, a maior parte da região Sudeste do país.

Divulgada em duas lives no YouTube, ela foi a segunda apresentação do projeto "Conexão Anfavea" e tem como objetivo estimular o debate sobre as transformações do setor automotivo e do mundo da mobilidade.

Comentários