Polo trará dados de torque no nome das versões TSI

Volkswagen quer mostrar que motores turbo pequenos podem render mais do que blocos aspirados maiores

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Polo trará dados de torque no nome das versões TSI
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Volkswagen vai alterar a nomenclatura de todas as versões equipadas com o motor TSI (turbo) a partir do lançamento do Polo, que chegará ao mercado brasileiro no último trimestre do ano. Esses veículos trarão sempre a informação de torque na unidade Nm (Newton metro). Por exemplo, o Polo 1.0 turbo será chamado de Polo 200 TSI porque entrega torque máximo de 200 Nm.

Com isso, a montadora pretende enfatizar a importância da quantidade de torque em detrimento do tamanho do motor. “A maioria dos brasileiros acredita que quanto maior o motor, mais potente ele é. Isso é verdade no caso de propulsores aspirados, mas os turbinados podem entregar mais desempenho em motores menores”, explicou o vice-presidente de vendas e marketing da Volkswagen, Gustavo Schmidt.

O problema é que Nm é a medida mais utilizada no mundo, mas não no Brasil. Por aqui, como você já deve ter percebido, falamos sobre torque utilizando a relação de quilograma, força e metro (k.gfm). Portanto, 200 Nm significa 20,4 kgf.m. A Volks revelou ainda a potência do Polo 1.0 TSI, que será de 128 cv. Esta versão poderá ser pareada a uma transmissão automática que, segundo Schmidt, ficará posicionada abaixo dos R$ 68.000 para brigar com as versões intermediárias do Fiat Argo.

 vw-polo-2018-09
Legenda: vw-polo-2018-09
Crédito: vw-polo-2018-09

Schmidt reconhece que o consumidor poderá confundir o número do torque com a litragem do motor ou até a potência dele - atualmente, ela adota a mesma estratégia somente na China. Por outro lado, ele afirmou que a Volkse fará um forte trabalho de marketing nas redes sociais a fim de trazer à tona a relevância do torque.

De fato, o torque é a medida mais importante na hora de realizar tarefas cotidianas no trânsito, como subir ladeiras íngrimes e realizar ultrapassagens. Já a potência é bastante importante quando falamos em velocidade máxima e também é relevante em relação à acelerações ligeiras. Vale ressaltar, em uma linguagem simples, que o que determina a quantidade de potência é a quantidade de torque de um motor.

Outra verdade é que motores menores podem mesmo ser mais eficientes em termos de desempenho do que propulsores volumosos. A Volks tem um exemplo dentro de casa: o Golf 1.0 TSI rende 125 cv e 20,4 kgf.m de torque, enquanto o mesmo Golf, equipado com o bloco 1.6 aspirado, desenvolve 120 cv e 16,8 kgf.m de torque (sempre com etanol). 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors