Volks revela equipamentos e detalhes do novo Polo

Produzido no Brasil, hatch está em testes finais antes da apresentação, em setembro, com início das vendas em seguida

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Volks revela equipamentos e detalhes do novo Polo
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A nova geração do Polo será apresentada pela Volkswagen em detalhes em setembro, com início das vendas no mês seguinte, quase ao mesmo tempo com o lançamento do hatch premium no mercado europeu. A montadora divulgou fotos do carro ainda camuflado em testes finais antes de chegar às concessionárias, além de informações sobre os equipamentos que serão oferecidos para o modelo - produzido em São Bernardo do Campo (SP) sobre a plataforma modular MQB, a mesma usada no Golf.

icon photo
Legenda: novo volkswagen polo testes
Crédito: novo volkswagen polo testes

Para começar, já se sabe que nas versões de topo o Polo terá embaixo do capô o mesmo motor 1.0 TSI turbo de três cilindros que hoje equipa o Up e o Golf, porém ajustado para render 3 cv a mais que no hatch médio, chegando a 128 cv de potência. O torque de 20,4 kgf.m não sofreu alterações em relação ao Golf e vai aparecer em um logotipo na tampa traseira, com a inscrição "200", em referência ao torque citado em Nm (Newtons Metro). No Up, esse propulsor entrega até 105 cv e 16,8 kgf.m.

icon photo
Legenda: novo volkswagen polo testes 5
Crédito: novo volkswagen polo testes 5

Com motor turbo, o novo Polo terá à disposição a nova transmissão automática de seis marchas com borboletas atrás do volante para trocas manuais - com esse conjunto, o hatch deverá custar menos de R$ 68 mil, conforme adiantou Gustavo Schmidt, vice-presidente de vendas e marketing da montadora, para concorrer com as versões intermediárias e de topo do recém lançado Fiat Argo.

icon photo
Legenda: Volkswagen Polo
Crédito: Volkswagen Polo

Ainda não se sabe se o motor TSI também poderá contar com câmbio manual, que será oferecido nas configurações mais baratas, combinando com um motor aspirado - o 1.6 16v de 120 cv e 16,8 kgf.m da versão de entrada do Golf é um forte candidato e não será surpresa se o Polo for vendido também com a versão aspirada do tricilíndrico 1.0, de 82 cv e 10,4 kgf.m.

O que a Volkswagen já adianta é que apenas as versões turbinadas virão de fábrica com freio a disco nas quatro rodas e controles de tração e estabilidade - as demais virão de série apenas com o controle de tração (nestas, o de estabilidade será opcional), que ajuda a prevenir que as rodas girem em falso, mais direção com assistência elétrica e sinal de frenagem de emergência, que aciona as luzes de freio de forma intermitente ao pisar no pedal de forma acentuada.

icon photo
Legenda: vw-polo-2018-02
Crédito: vw-polo-2018-02

O controle de tração também agrega recursos como assistente de partida em rampa, bloqueio eletrônico do diferencial (que freia a roda com menor tração para estabilizar o carro em saídas de curva), monitoramento da pressão dos pneus e limpeza automática dos discos de freio (que, em dias de chuva, aproxima as pastilhas dos discos dianteiros para secar os componentes e proporcionar menor distância de frenagem).

EQUIPAMENTOS E VERSÕES

As configurações mais caras também vão contar com recursos avançados de assistência à direção, disponíveis na gama Volkswagen apenas em modelos maiores e mais caros, como o Golf e o Passat. A Volks ainda não informa se algum desses recursos será disponibilizado como item de série ou como itens opcionais. São equipamentos como sistema de frenagem automática pós-colisão, que ajuda a reduzir os danos em uma eventual batida,

icon photo
Legenda: novo polo 2018 painel digital
Crédito: novo polo 2018 painel digital

Devem ser oferecidas três versões, sendo que a intermediária tem na lista de equipamentos (que podem ser opcionais) itens como ar-condicionado digital, sensor de chave, sensores de estacionamento traseiros e dianteiros e partida do motor por botão. A topo de linha, por sua vez, será a única a trazer de série o painel digital e a central multimídia com tela de oito polegadas.

Em relação ao modelo europeu, a Volkswagen informa que as suspensões (McPherson na dianteira e de eixo de torção na traseira) foram elevadas em 2 cm e calibradas para suportar as piores condições das vias brasileiras.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors