Polo 1.0 automático deve vir abaixo de R$ 68.000

Versão equipada com motor TSI de 128 cv quer bater de frente com versões intermediárias do Fiat Argo

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Polo 1.0 automático deve vir abaixo de R$ 68.000
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Volkswagen desvendou diversos segredos sobre o Polo nacional durante evento realizado em São Paulo (SP) nesta quinta-feira (27). A principal delas foi a confirmação de uma versão equipada com o motor 1.0 TSI (turbo) conectado com uma transmissão automática.

De acordo com o vice-presidente de vendas e marketing da montadora, Gustavo Schmidt, tal configuração deve ficar posicionada abaixo dos R$ 68.000, para bater de frente com as versões intermediárias do Fiat Argo.

O propulsor 1.0 turbinado foi ajustado para entregar 128 cv. Desta forma, ele é mais potente do que no Golf (125 cv) e no up! (105 cv). Já o torque é de 20,4 kgf.m, mesma quantidade entregue no Golf.

icon photo
Legenda: Motor 1.0 TSI de 128 cv
Crédito: Motor 1.0 TSI de 128 cv

Aliás, o torque foi um dos assuntos mais polêmicos do evento. Isso porque a fabricante decidiu que vai colocar a quantidade de torque do motor no nome da versão. Portanto, o Polo 1.0 será chamado de Polo 200 TSI. Isso porque será considerada a entrega de torque em Nm (Newton metro) e não em kgf.m (quilograma força metro), como usamos no Brasil.

Desta forma, a fabricante quer que o consumidor entenda que um motor menor pode ter mais desempenho do que um maior, caso tenha uma entrega maior de força motriz.

A mudança vai valer para toda gama Volkswagen equipada com motores TSI. Ela estreia no último trimestre do ano, quando o Polo for lançado.

icon photo
Legenda: Painel digital do Polo
Crédito: Painel digital do Polo

HERANÇA DA AUDI

A Volks revelou ainda que o hatch vai ter um painel de instrumentos totalmente digital e conectado à central multimídia. Ele terá uma dinâmica bem semelhante ao cluster da Audi, chamado de virtual cockpit. Isso significa que o motorista poderá ver, inclusive a rota do GPS na tela do painel.

No entanto, a tecnologia estará disponível somente para as versões mais caras do Polo. Segundo a Volks, as configurações de entrada e intermediárias vão oferecer outro modelo de central multimídia. Todas elas terão compatibilidade com os sistemas Android Auto, Apple CarPlay e Mirror Link.

SEGURANÇA

A Volkswagen também bateu bastante na tecla segurança e aproveitou para antecipar alguns itens disponíveis no Polo. Todas as versões TSI terão, por exemplo, controles de estabilidade e tração. Eles serão opcionais nas demais configurações.

O hatch terá à disposição ainda bloqueio eletrônico do diferencial, assistente de partida em rampa, indicador de perda de pressão dos pneus, freio a disco nas quatro rodas, sistema de frenagem pós-colisão (que evita com que o condutor bata novamente após uma colisão), além de limpeza automática dos discos de freio (para garantir a eficiência de frenagem durante a chuva) e pneus de baixa resistência ao rolamento em todas as versões.

Outros detalhes técnicos são de que a suspensão será 20 mm elevada em relação à Europa, sendo que o eixo dianteiro será McPherson e o traseiro será interdependente com braços longitudinais.

icon photo
Legenda: Plataforma MQB
Crédito: Plataforma MQB

PLATAFORMA NOVA

Você já deve ter ouvido por aí, mas vale repetir: o Polo é o primeiro produto de uma nova plataforma modular chamada de MQB-A0. Esta matriz permite com que diversos modelos de diferentes carrocerias compartilhem a mesma base. Mas o que você pode não saber, embora o WM1 já tenha divulgado, é que esta base dará origem a um SUV (baseado no conceito T-Cross), a um sedã (o Virtus, que será lançado no início de 2018) e a uma picape, que deve chegar ao mercado somente daqui a dois anos.

Segundo o presidente da Volkswagen do Brasil, David Powells, ainda não há uma definição sobre o porte desta picape. “Estamos fazendo um estudo para determinar se é um modelo para competir com a (Fiat) Toro ou se deve ser menor”, considerou.

Por outro lado, o chefão da marca para o País reconheceu que o atraso no lançamento de um utilitário esportivo e afirmou que além do modelo baseado no T-Cross e do já prometido Tiguan de sete lugares, vai lançar outros SUVs de porte médio por aqui.

Mais informações sobre versões, motores e equipamentos do Polo devem ser divulgadas até o lançamento oficial do modelo.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors