Volkswagen up! será homologado para quatro pessoas

Outros modelos da Volkswagen terão adaptações para continuar à venda seguindo as instruções do Contran

  1. Home
  2. Segredos
  3. Volkswagen up! será homologado para quatro pessoas
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Depois da repercussão da portaria 518 do Contran, a Volkswagen ficou ameaçada de perder cinco modelos no seu line-up. Isso porque a resolução obriga que todos os veículos no Brasil tenham encosto de cabeça e cinto de três pontos retrátil para todos os ocupantes. Além de um assento com pontos de fixação para cadeiras infantis.

Gol, Voyage, Saveiro, Fox e up! não têm cinto de segurança de três pontos central, enquanto o Fox não sai com o terceiro encosto de cabeça no banco de trás. Já a fixação Isofix só está presente no up!, mas isso irá mudar.

Volkswagen Up
Economia: up! será homologado para quatro pessoas e não precisará de grandes adaptações
Crédito: Divulgação

Segundo apuração da equipe WM1, todos passarão por mudanças. Gol, Voyage e Fox terão os encostos, cintos de três pontos e ponto de ancoragem para cadeirinhas. A Saveiro será atingida apenas nas versões com cabine dupla, que passará a ter o encosto de cabeça.

E o up!?

O up! não sofrerá mudanças físicas, mas deixará de levar cinco passageiros. Sairá mais barato para a Volkswagen homologar o subcompacto como um veículo para quatro pessoas. Sendo assim, descarta a necessidade de cinto de segurança central com três pontos e o encosto de cabeça. As fixações Isofix já existem no modelo.

Questionamos a Volkswagen a respeito das mudanças, especialmente na homologação do up!. A marca, novamente, se conteve a dizer que "os modelos Gol, Voyage, Saveiro, Fox e up! continuarão à venda no mercado brasileiro, atendendo plenamente a legislação vigente".

Não é só a Volks...

Apesar de a marca alemã ser uma das mais prejudicadas com esta nova regra do Contran, ela não é a única que precisa de readequações para o próximo dia 28.

March Movimento 2
March é um dos modelos que terá que passar por adaptação

Fiat Mobi, Uno e Doblò; Nissan March e Versa; Citroën C3 e Aircross; Renault Kwid, Duster e Oroch são outros modelos que não se adequam em alguns dos requisitos da portaria.

Em certos casos, a solução também é simples: alguns modelos já têm os equipamentos, que são oferecidos opcionalmente. Bastaria, a partir da data estipulada, transformá-los em item de série. Isso, obviamente, afetaria no preço - portanto espere por carros ainda mais caros no começo de fevereiro.

Comentários