Peugeot 3008 2022

Peugeot 3008 está mais cativante e completo

Aceleramos a versão GT Pack da linha 2022 do SUV da marca francesa: modelo, que já era bem recheado, ficou mais completo

    • Desempenho
    • Desempenho
    • 24,5/1400 kgfm/rpm
    • Consumo Gasolina
    • Consumo Gasolina
    • Cidade: 9,8 km/litro
      Estrada: 12,1 km/litro
    • Consumo Álcool
    • Consumo Álcool
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Porta Malas
    • Porta Malas
    • 520 litros
    • Câmbio
    • Câmbio
    • N/A
9.3

Overview

SUV médio da Peugeot se renova visualmente e ganha equipamentos para conquistar público de VW Tiguan R-Line, Jeep Compass a diesel e Ford Bronco Sport


  • + Desenho
  • + Acabamento
  • + Nível de equipamentos
  • + Consumo e desempenho
  • - Preço
  • - Revenda e desvalorização
  • - Fama de pós-venda caro
 
  • 4.9 Estrela icone
  • 4.9 de 5 estrelas
  1. Home
  2. Testes
  3. Peugeot 3008 está mais cativante e completo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Falo sem medo: o Peugeot 3008 é um dos melhores SUVs médios do Brasil e o utilitário que compraria se fosse consumidor desse tipo de categoria. O modelo, lançado nesta segunda-feira (21), está na posição número um da minha lista de SUVs médios de marcas generalistas, que ainda engloba VW Tiguan R-Line, Chevrolet Equinox, Jeep Compass (nas versões a diesel) e Ford Bronco Sport.

E para reforçar essa afirmação incito você, caro leitor, a experimentá-lo. Procure uma concessionária da marca e agende um test-drive (a Peugeot tem protocolos rígidos contra a Covid-19). A sensação de guiar o SUV é única, mesmo não sendo mais rápido que o Tiguan, ou mais lameiro que o Bronco ou até mais capaz no off-road que o Jeep Compass. E no teste de hoje eu vou te explicar os motivos.

Peugeot 3008 2022: mais completo

O novo visual não é tão chamativo quanto parece pelas fotos. Para os mais leigos, inclusive, nem parece que ele mudou. Durante as seis horas que fiquei com o carro, foram três vezes que notei que o novo desenho chamou a atenção e atraiu olhares nas ruas - e nos três casos foram homens que pareciam ter mais de 40 anos.

Aliás, esse parece ser o principal consumidor do 3008: pessoas endinheiradas de classe A e B com mais de 40, que há uma década admiravam o 508 com os mesmos olhos que hoje colocam sobre SUVs. Por coincidência, encontrei até uma unidade no sedã em um estacionamento para retratar essa mudança de perfil: o cliente que queria o sedã há 10 anos, hoje quer um utilitário. Ou melhor, o 3008.

Peugeot 3008 2022 (2)
Peugeot 3008, hoje, é o SUV que o comprador do 508 queria há oito anos, quando o sedã foi lançado no Brasil
Crédito: André Deliberato/WM1
toggle button

Na prática, o carro que já era bem recheado ficou ainda mais completo. Na versão topo de linha que andamos, a GT Pack (com preço promocional de R$ 249.990), o SUV vem de série com ar de duas zonas; trio elétrico; freio de estacionamento por botão; câmera 360º; assistente de estacionamento; três modos de condução; detector de fadiga; sensor crepuscular; sistema leitor de placas e de ponto cego; seis airbags; controle de tração e estabilidade e assistente de partida em rampas.

Na parte de multimídia, a central vem com tela de 10 polegadas e compatibilidade com CarPlay e Android Auto por fio, algo essencial em um carro desse valor atualmente - mas bem que podia ser por Bluetooth. Para recarga, tem uma entrada USB na frente e duas atrás, além de um carregador wireless no console central - que foi o que usei durante a viagem de São Paulo a São Vicente (no litoral de SP), duas semanas atrás.

Peugeot 3008 2022
Peugeot sabe ou não sabe fazer carro bonito? Estes são os belíssimos 508 e o novo 3008
Crédito: André Deliberato/WM1
toggle button

Além disso, agora o modelo traz alguns itens de luxo e de condução semi-autônoma que o nivelam aos concorrentes. Embora oferecidos de série somente na versão mais cara (e opcionais na mais barata), o 3008 agora tem ACC com Stop and Go (que segue o carro da frente, para totalmente e retoma a velocidade de forma automática), assistente de permanência na faixa com corretor e sistema de frenagem autônoma de emergência.

Coloquei a playlist com minhas músicas favoritas e o sistema de som da Focal deu um show à parte. Com seis alto-falantes, 515 watts, sistema hi-fi, preencheu toda a cabine e também surpreendeu. Mas a melhor parte ainda estava por vir: o momento de segurar firme no volante e acelerar.

Como anda

Equipado com o mesmo motor do modelo anterior, o conhecido 1.6 THP (turbo de alta pressão), de quatro cilindros, 165 cv e 24,5 kgf.m de torque (que bebe somente gasolina), com injeção direta, o SUV tem ótimas arrancadas e bastante estabilidade em velocidades maiores. Além isso, o casamento com a caixa de câmbio automática de seis marchas (da Aisin) é extremamente bem feito.

As trocas podem ser feitas pela própria alavanca - que tem posição privilegiada e muito ergonômica no console central elevado - ou por borboletas atrás do volante. E agora entra o ponto mais atraente do carro: a posição de dirigir. Com volante com aro (bem) menor que o convencional, é muito prazeroso acelerar e tocar o 3008 olhando para o quadro de instrumentos que fica por cima dele.

Além disso, a iluminação da cabine cheia de LEDs e o nível de acabamento interno é impecável, bem como a acústica, que é excelente. Segundo a Peugeot, o SUV acelera de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e atinge 206 km/h de máxima - com consumo de 9,8 km/l na cidade e 12,1 km/l na estrada. Em nossas mãos, registramos a média de 10,5 km/l em ciclo misto, com ar-condicionado sempre ativo.

Espaço traseiro e porta-malas também são pontos positivos. A acomodação é ótima para dois adultos lá atrás - são 4,45 m de comprimento e 2,68 m de entre-eixos - e excelentes 520 litros de capacidade no porta-malas que, veja só, na versão que conhecemos se abre com uma passada de pé por baixo do compartimento.

Traseira mudou pouco, mas foi ligeiramente reformulada e agora tem lanternas full-LED
Crédito: André Deliberato/WM1
toggle button

Desce e sobe a serra

Na descida até São Vicente, neblina forte na região serrana, mas sem comboio. Procuro a chave para ligar faróis e lanterna de neblina e só encontro o da lanterna. Isso porque os faróis foram substituídos por uma função chamada "Foggy Mode", integrada aos faróis full-LED, que acende a luz baixa com intensidade reduzida quando a lanterna de neblina é acionada. Na prática, um trabalho a menos.

Depois de um belo almoço no litoral e algumas fotos pela Ilha Porchat, subo a serra em uma tocada mais mansa para curtir os outros features do carro e me deparo com dois ótimos sistemas de conforto e segurança que complementam os itens de condução semi-autônoma: o leitor de placas (não só de velocidade, mas de vários outros tipos) e também o detector de fadiga.

Esse detector parece coisa de filme: inteligente, fica de olho na concentração do motorista e monitora a vigilância em trajetos retilíneos e longos com velocidades superiores a 65 km/h, por meio da análise dos "micro-movimentos", nas palavras da Peugeot, ou dos movimentos no volante. Na prática, se você se mexer pouco, o sistema te notifica sobre o suposto cansaço.

Esse é o jeito certo de enxergar o painel, com o quadro de instrumentos digital sobre o volante
Crédito: André Deliberato/WM1
toggle button

Conclusão

Em resumo, como disse no início, o carro encanta e, ao meu ver, é o mais incrível dessa categoria de SUVs médios de marcas mais comuns como Ford, Volks, Chevrolet etc. - isso, claro, sem falar nos utilitários de mesmo porte de marcas premium, como Volvo XC60, BMW X3 e Audi Q5, embora estes estejam em outro patamar de valores.

Se considerarmos apenas este segmento, que hoje - devido à oscilação cambial e às estratégias dos fabricantes - cobra entre R$ 200 mil e R$ 250 mil por um SUV médio, o Peugeot 3008 seria a minha escolha. E tenho certeza de que os futuros compradores do novo modelo não vão se arrepender, assim como os donos do 3008 atual.

Ancora: Conclusão Score

Ficha Técnica

PEUGEOT - 3008 - 2020
1.6 GRIFFE PACK THP 16V GASOLINA 4P AUTOMÁTICO
R$ 229690

Motor / Desempenho / Consumo +

  • Cilindrada (litros)
  • 1.6
  • Cilindrada cm³
  • 1598
  • Disposição dos cilindros
  • Linha
  • Número de cilindros
  • 4
  • Taxa de compressão
  • 10,5:1
  • Número de válvulas por cilindro
  • 4
  • Comando de Válvulas
  • DOHC
  • Comando de válvulas variável
  • Sim
  • Alimentação
  • Turbo
  • Nomenclatura do motor (comercial)
  • THP
  • Potência (cv/rpm)
  • 165/6000
  • Torque (kgfm/rpm)
  • 24,5/1400
  • Velocidade máxima (km/hora)
  • 206
  • Aceleração 0-100 km/h (segundos)
  • 8,9
  • Consumo cidade (km/litro) - Combustível 1
  • 9,8
  • Consumo estrada (km/litro) - Combustível 1
  • 12,1
  • Fonte consumo
  • INMETRO

Transmissão +

  • Transmissão
  • Automática
  • Número de marchas
  • 6
  • Localização do câmbio
  • Assoalho
  • Modo manual (p/ AT)
  • Sim
  • Tração
  • Dianteira

Freios / Suspensão / Direção +

  • Freios dianteiros
  • Disco ventilado
  • Freios traseiros
  • Disco sólido
  • Freio de estacionamento
  • Eletrônico
  • Suspensão - Dianteira
  • McPherson
  • Suspensão - Molas dianteiras
  • Helicoidal
  • Suspensão - Traseira
  • Eixo de torção
  • Suspensão - Molas traseiras
  • Helicoidal
  • Direção - Assistência
  • Elétrica
  • Direção - Ajustes
  • Altura e profundidade

Dimensões e Capacidades +

  • Comprimento (mm)
  • 4470
  • Largura (mm)
  • 1906
  • Altura (mm)
  • 1625
  • Entre-eixos (mm)
  • 2675
  • Altura em relação ao solo (mm)
  • 226
  • Diâmetro de giro (mm)
  • 10700
  • Ângulo de ataque (graus)
  • 20º
  • Ângulo de saída (graus)
  • 29º
  • Capacidade tanque de combustível (litros)
  • 53
  • Capacidade do porta-malas (litros)
  • 520

Tecnologia / Conectividade +

  • Sistema de áudio - Tipo
  • Multifunções
  • Bluetooth
  • Função Streaming
  • Tela de entretenimento - Tamanho da tela (pol.)
  • 12,3
  • Tela de entretenimento - Espelhamento com smartphone
  • Apple CarPlay + Google Android Auto
  • Controle de áudio
  • No volante

Rodas e Pneus +

  • Tipo de roda - Tipo de roda
  • Liga leve
  • Dianteira - Aro (pol.)
  • 19
  • Dianteira - Pneus (largura/perfil/aro)
  • 235/50
  • Traseira - Aro (pol.)
  • 19
  • Traseira - Pneus (largura/perfil)
  • 235/50
  • No Bolso8.6
  • Tecnologia9.4
  • Vida a bordo9.7
  • Desempenho9.3
  • Opinião do repórter9.5
  • + Desenho
  • + Acabamento
  • + Nível de equipamentos
  • + Consumo e desempenho
  • - Preço
  • - Revenda e desvalorização
  • - Fama de pós-venda caro
 
9.3

Compartilhar
Comentários