Creta e Renegade

Que SUV tem os melhores ângulos para uso off-road?

Nesse comparativo virtual, vamos listar medidas de entrada, saída e altura do solo dos principais utilitários do mercado


  1. Home
  2. Comparativos
  3. Que SUV tem os melhores ângulos para uso off-road?
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A maioria dos clientes e usuários de SUV sabe porque compra esse tipo de carro. Além da posição de dirigir mais elevada, os "jipinhos urbanos" também oferecem possibilidades alternativas, como a de mais facilidade em uma eventual aventura off-road. Quem compra SUV ou mesmo um aventureiro urbano tem, de certo modo, uma veia conectada a este universo com espírito fora-de-estrada.

E cada vez mais os SUVs investem em ângulos de carroceria maiores para encarar esses tipos de desafios. Seja uma estradinha de terra, uma trilha lameira ou apenas uma valeta mais sobressaliente na cidade, os utilitários nasceram - teoricamente - para isso. Agora, vamos listar quais os melhores SUVs compactos com ângulos de entrada, saída e altura do solo para encarar situações como estas.

Qual é o SUV mais lameiro?

Antes de elencar os dados de todos os SUVs compactos de nosso mercado, precisamos padronizar e explicar as três classificações que vamos utilizar nesse comparativo.

 Ângulos de entrada, altura livre do solo e saída são os principais ângulos de um carro
Legenda: Ângulos de entrada, altura livre do solo e saída são os principais ângulos de um carro
Crédito: Reprodução

Vamos começar pelo ângulo de entrada, também chamado de ângulo de ataque. Ele é o grau máximo possível de um automóvel para transpor um obstáculo sem danificar qualquer parte mais baixa da dianteira do veículo. É, portanto, a medida entre o para-choques e a roda dianteira.

Já a altura livre do solo - também chamado de "vão livre" - é a distância entre o chão e a base do assoalho do automóvel. Quanto mais alta for essa medida, melhor será a capacidade do veículo de varar lombadas, valetas e/ou depressões sem raspar o "fundo" do automóvel.

Por fim, o ângulo de saída é exatamente o oposto do de entrada: fica na parte de trás do veículo e pode ser medido pela distância do limite do pneu até o início do para-choque traseiro. Na prática, quanto maior ele for, mais pronunciada poderá ser a saída do carro em uma descida - assim como quanto maior for o ângulo de ataque, mais alta poderá ser a entrada do veículo em uma subida.

Em números

Agora que sabemos o que são os principais ângulos de um automóvel, vamos aos números: quais são os cinco melhores SUVs compactos vendidos no Brasil capazes de transpor obstáculos e depressões graças às "capacidades" de suas carrocerias?

1. Renault Duster

  • Ângulo de ataque: 30º
  • Ângulo de saída: 34,5º
  • Vão livre do solo: 23,7 cm
  • O utilitário esportivo compacto com os melhores números desse quesito é o Renault Duster, que recentemente ganhou nova geração. O carro produzido em São José dos Pinhais (PR) tem 30º de ângulo de ataque, 23,7 cm de altura livre do solo e ótimos 34,5º de ângulo de saída.

    O Duster 2020 chega com preços a partir de R$ 71.790, um ótimo custo/benefício dentro desse segmento, mas para os adeptos ao uso no fora-de-estrada as notícias não são tão boas, já que a versão com tração 4x4 saiu de linha juntamente com o cansado motor 2.0 - há chances desta configuração retornar com o futuro 1.3 turbo que vai estrear no modelo da Renault.

    Novo Renault Duster 9112
    icon photo
    Legenda: Renault Duster tem os melhores ângulos de ataque e saída, além de uma boa altura do chão
    Crédito: Ricardo Rollo/WM1

    2. Jeep Renegade

    • Ângulo de ataque: 28º / 30º
    • Ângulo de saída: 31º / 33º
    • Vão livre do solo: 21,6 cm
    • Um dos grandes favoritos dessa disputa, por ser o carro da marca, digamos... mais "lameira" entre todas as outras, acabou com a medalha de prata. O Jeep Renegade é o segundo melhor carro da categoria de SUVs compactos em termos de ângulos, com 28º de ataque, 31º de saída e 21,6 cm de altura livre do solo nas versões com motor flex.

      Esses números ficam ainda melhores nas configurações com motor 2.0 a diesel: 30º de ângulo de entrada, 33º de saída e os mesmos 21,6 cm de vão livre - números que, ainda assim, não superam os do Renault Duster. Atualmente, em junho de 2020, um Jeep Renegade custa de R$ 77.490 a R$ 152.990.

      icon photo
      Legenda: Com bom ângulo de entrada e motor turbodiesel, Jeep Renegade Trailhawk vai bem na terra e no asfalto
      Crédito: Ricardo Rollo/WM1

      3. Citroën C4 Cactus

      • Ângulo de ataque: 22º
      • Ângulo de saída: 32º
      • Vão livre do solo: 22,5 cm
      • Olha só, o terceiro colocado dessa disputa, para muita gente, nem deveria ser classificado como SUV. Mas é dessa forma que a Citroën vende o modelo no Brasil. O C4 Cactus tem ângulo de ataque de 22º, 32º de saída e ótimos 22,5 cm de vão livre do solo.

        No Brasil, ele custa de R$ 69.990 a R$ 104.490 e pode ser equipado com motor 1.6 aspirado ou 1.6 THP (turbo), com câmbio manual ou automático... Mas sempre com tração dianteira.

        icon photo
        Legenda: Citroën C4 Cactus é classificado como hatch na Europa, mas virou utilitário no Brasil
        Crédito: Divulgação

        4. Renault Captur

        • Ângulo de ataque: 23º
        • Ângulo de saída: 31º
        • Vão livre do solo: 21,2 cm
        • O Renault Captur tem ângulo de ataque de 23º, 31º na parte de trás e 21,2 cm de distância livre do solo. Ele ficou atrás do C4 Cactus mesmo com ângulo de entrada maior, mas porque tem ângulos de saída e vão livre menores quando comparado ao rival da Citroën.

          Posicionado acima de seu "irmão" de plataforma - o Duster, vencedor desse comparativo - em termos de preços e equipamentos, o Captur atualmente custa de R$ 69.990 a R$ 97.690. O motor é sempre 1.6 SCe, de até 120 cv com etanol, e o câmbio pode ser manual de cinco marchas ou automático do tipo CVT. A tração? Em todas as configurações, sempre dianteira.

          icon photo
          Legenda: Segundo Renault na listaCaptur agora só pode ser encontrado com motor 1.6; câmbio pode ser manual ou CVT
          Crédito: Marcos Camargo/WM1

          5. Honda HR-V

          • Ângulo de ataque: 20,1º
          • Ângulo de saída: 29,7º
          • Vão livre do solo: 20,7 cm
          • O quinto colocado dessa disputa é o Honda HR-V, com 20,1º de ângulo de ataque, 29,7º de saída e 20,7 cm de vão livre do solo. Na sequência viriam Ford EcoSport (24º, 28º e 20 cm); Peugeot 2008 (23º, 29º e 20 cm); Nissan Kicks (20º, 28º e 20 cm); Hyundai Creta (21º, 28º e 19 cm) e depois Volkswagen T-Cross e Chevrolet Tracker.

            O HR-V é outro SUV compacto com tração dianteira. Atualmente, os dois SUVs compactos com possibilidade de tração nas quatro rodas, depois da atualização do Duster, passaram a ser Jeep Renegade e Ford EcoSport - ao menos quando consideramos a lista dos modelos mais vendidos.

            Pelo menos desde o ano passado o HR-V oferece motor turbo, ainda limitado à configuração topo de linha, chamada Touring. Seus preços variam entre R$ 98.100 e R$ 141.300.

            icon photo
            Legenda: Honda HR-V pode ter motor 1.8 aspirado ou um 1.5 turbo na versão topo de linha Touring
            Crédito: Ricardo Rollo/WM1
            Comentários