Suzuki Jimny vira picape na Nova Zelândia

Versão é feita por empresa independente e baseada na configuração mais simples do SUV, mas mantém tração 4x4

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Suzuki Jimny vira picape na Nova Zelândia
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Em 2018, durante o Salão de Tóquio, um conceito chamou atenção dos fãs do pequeno Suzuki Jimny. Basicamente, era uma versão picape do jipinho compacto, mas com preparações especiais para esse tipo de uso. Não há planos oficiais da marca japonesa para oferecer essa variação, o que não impediu uma concessionária na Nova Zelândia de a tornar realidade.

O modelo foi revelado pelo site Driven.co.nz, que ainda promete garantia como se fosse um Jimny convencional. Só que, diferentemente do conceito, essa unidade é basicamente uma adaptação: a parte traseira da cabine do SUV é retirada.

O Jimny picape poderia ser um rival interessante para Fiat Strada e Volkswagen Saveiro, mas com características únicas, como a robustez e tração 4x4. Baseada na versão JX, a mais básica na Nova Zelândia, perde até ar-condicionado. As rodas são de aço sem calotas, os faróis têm luzes halógenas e rádio comum no lugar da central multimídia.

Suzuki Dealer Selling Adorable Jimny Trucks 4
icon photo
Legenda: Suzuki Jimny vira picape criada por empresa neozelandesa a partir da versão básica do jipe compacto

O motor é o 1.5 aspirado de quatro cilindros com 108 cv e 14,1 kgf.m. A picape é vendida no país da Oceania por NZ$ 37.900, ou R$ 114.900 em conversão direta. Isso significa que é NZ$ 12 mil (R$ 36.382) a mais que a versão do Jimny na qual é baseada.

No Brasil, o Jminy ganhou nova geração recentemente, chamada de Sierra. Mas o modelo antigo também continua em produção e à venda.

Comentários