Vídeo: piloto arrisca vida com Mustang de 1.400 cv

Ken Block faz a clássica subida de Pikes Peak com manobras radicais e derrapagens controladas na beira de penhascos

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Vídeo: piloto arrisca vida com Mustang de 1.400 cv
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Famoso pelas acrobacias e derrapagens controladas na série de vídeos Gymkhana, o piloto de rali Ken Block apresentou nesta segunda-feira (25) mais uma peripécia registrada em audiovisual, dessa vez chamada de Climbkhana - na qual executou manobras perigosas de "drift" na famosa subida de Pikes Peak, no estado do Colorado, nos Estados Unidos.

icon photo
Legenda: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.13.42.jpg
Crédito: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.13.42.jpg

No vídeo, com cerca de nove minutos de duração, Block sobe a ladeira, em meio a penhascos e desfiladeiros, do jeito que o tornou conhecido: com derrapagens insanas a cada curva, na beira de abismos, e com paradas para "zerinhos" em torno de obstáculos como o próprio helicóptero que participou das filmagens.

Em um dos trechos, o piloto norte-americano tem de passar por entre máquinas gigantes de construção e por diversas vezes chega a sair do asfalto nas derrapagens, batendo com a traseira no "guard-rail" e colocando as rodas de forma quase suicida na beira de penhascos - uma queda ali seria morte certa.

icon photo
Legenda: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.19.00.jpg
Crédito: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.19.00.jpg

O desafio nessa prova não foi o tempo, mas sair vivo das manobras extremamente arriscadas - o que Block conseguiu, depois de percorrer os 20 km e as 156 curvas da subida, chegando até o pico da montanha do Colorado, a uma altitude de 4,3 km do nível do mar.

Para vencer o desafio e queimar muita borracha, Block contou com o patrocínio de uma fabricante de pneus e da Ford, antiga parceira do piloto, que preparou para a missão o Hoonicorn V2, uma versão fortemente preparada de um Mustang antigo, equipada com motor 6.7 V8 abastecido com metanol e reforçado com dois turbos gigantes, a ponto de se projetarem em fendas para além do capô, para render impressionantes 1.420 cv de potência.

icon photo
Legenda: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.14.52.jpg
Crédito: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.14.52.jpg

O Hoonicorn original, usado no vídeo Gymkhana 7, trazia o mesmo motor, porém aspirado, sem os turbos, com já bastante respeitáveis 857 cv de cavalaria, com tração nas quatro rodas.

icon photo
Legenda: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.10.31.jpg
Crédito: captura_de_tela_2017-09-25_as_13.10.31.jpg

Em vídeo anterior divulgado por Ken Block, o piloto explicou que a potência do novo carro é tão grande que ele teve de "reaprender" as manobras de drift para não perder o controle do Hoonicorn na subida da famosa montanha.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors