Ford conquista 12,1% em mês fraquíssimo

Venda diária é de 9,3 mil carros em julho; briga entre HR-V e Renegade está acirrada
  1. Home
  2. Bolso
  3. Ford conquista 12,1% em mês fraquíssimo
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


A Ford está se descolando do grupo de montadoras que sucumbem à crise. Enquanto a maioria das marcas apresentou queda drástica de vendas em relação ao ano passado, a empresa consegue manter o volume de vendas, o que lhe garante um aumento considerável na participação no mercado interno. A Ford vai fechar julho com a segunda maior participação dos últimos dez anos.

 

Faltando dois dias para o encerramento do mês, a empresa vendeu 23,5 mil unidades, devendo superar o volume médio de 25,6 mil unidades mensais registradas no ano passado. Com isso, ficou com 12,1% das vendas, ficando a apenas 1,9 ponto da GM, que, assim como a Volkswagen, vai fechar o mês na casa dos 14%, (no ano passado ficaram com mais de 17%).

 

A Fiat mantém a liderança, mas caiu para 17,2% de participação.

 

As vendas em julho foram ainda piores que em junho, as mais baixas do ano e portanto as piores também desde 2009. As vendas diárias não passaram de 9,3 mil unidades, contra 9,740 em junho.

 

O bom desempenho da Ford ocorre mesmo com a queda de vendas do Ecosport, que sofreu com a chegada do HR-V e do Renegade. Ambos estão na frente do utilitário esportivo das Ford, além do Duster.

 

O HR-V, que perdia para o Renegade na quinzena, agora está na frente, mas com uma diferença de apenas 180 carros, sinal de que a briga no segmento não está definida.

 

Quarto colocado no ranking por modelo, o Ka hatch é o carro chefe da marca, com vendas de 8.330 unidades até a última quarta-feira. O modelo sedã vendeu 3.868 e o Fiesta hatch 3.361.

 

O Palio deve fechar o mês mais uma vez na liderança; o segundo lugar é do Onix e o terceiro do HB20.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors