Peugeot 208 Turbo: razões para ter ou repensar

O motor 1.0 de 130 cv deu um fôlego extra para o elogiado hatch compacto; veja se é o modelo ideal para você

  1. Home
  2. Seu bolso
  3. Peugeot 208 Turbo: razões para ter ou repensar
Evandro Enoshita
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Uma das novidades do Peugeot 208 em 2023 foi a adoção do motor 1.0 turbo de 130 cv. Aliás, era a única coisa que faltava para um carro que já era reconhecido por ser um hatch compacto bom de guiar e com um belo custo-benefício. Para a minha alegria, passei o fim de 2023 com o turbinado na versão Style Turbo.

Um carro que custa a partir de R$ 109.990 e é a configuração intermediária do Peugeot 208 com a nova motorização, combinando um belo pacote de equipamentos com um visual externo esportivo até mais interessante que o da versão topo de linha Griffe.

Confira a seguir três motivos para comprar e três para correr para um modelo concorrente (ou para uma outra versão do Peugeot 208).

  • Comprar carros
  • Comprar motos
Ver ofertas

Peugeot 208 Style Turbo - pontos positivos:

Peugeot 208 Style Turbo 1
O motor 1.0 turbo de 130 cv era o que faltava para deixar o Peugeot 208 ainda mais empolgante
Crédito: Divulgação
toggle button

1 - Desempenho

Ouso dizer que o Peugeot 208 é o melhor carro da Stellantis equipado com o motor 1.0 turbo de 130 cv e o câmbio automático CVT de sete marchas. É que esse afinadíssimo conjunto motriz é combinado com uma suspensão equilibradíssima e uma direção muito direta.

Sabe aquele carro que anima com retomadas empolgantes (para um compacto) e na hora de contornar curvas cantando pneu? Esse é o Peugeot 208 Style Turbo. Nem é preciso ativar o modo "Sport" do câmbio para ser feliz. Mas vamos aos números: zero a 100 km/h em nove segundos e velocidade máxima de 206 km/h.

Peugeot 208 Style Turbo 6
A lista de equipamentos de conforto é um dos pontos positivos do 208 Style Turbo
Crédito: Divulgação
toggle button

2 - Equipamentos de série

Outro ponto forte desse Peugeot 208 Style Turbo é a lista de equipamentos, que é bem completa. Tem ar-condicionado automático, teto panorâmico, chave presencial, painel digital configurável, carregador de celular por central multimídia com tela de 10 polegadas, rodas de 17 polegadas e faróis de LED.

Só não é perfeita porque deixa de fora itens como os airbags de cortina e o pacote de assistentes tecnológicos de condução. Estes itens só estão disponíveis na versão Griffe.

Peugeot 208 Style Turbo 7
Apesar dos plásticos rígidos, o Peugeot 208 Style Turbo agrada pelo acabamento da cabine
Crédito: Divulgação
toggle button

3 - Visual e acabamento interno

Outro ponto que me agradou bastante no 208 Style Turbo é o visual. As rodas diamantadas de 17 polegadas e o interior escurecido dão ao hatch compacto uma cara mais esportiva e mais interessante que a do pacato 208 Griffe, com rodas de 16 polegadas e interior claro.

Aliás, apesar dos típicos plásticos rígidos na cabine, o 208 Turbo é um carro com bom acabamento, com belos bancos forrados em tecido, couro e Alcantara e um clima que remete ao dos automóveis de categoria superior.

Peugeot 208 Style Turbo - pontos negativos:

Para botar a cadeirinha do João, meu filho, foi preciso avançar bastante o banco do passageiro
Crédito: Evandro Enoshita/WM1
toggle button

1 - Espaço interno

Precisa de um hatch compacto espaçoso? Então o 208 Style não é o carro para você. A cabine apertada sempre foi uma característica dos Peugeot "Série 2". Até dá para levar dois adultos sem problemas no banco traseiro. Mas o porta-malas de apenas 265 litros é um problema para quem gosta de levar muitas malas.

Nessa mesma faixa de preço, uma opção de compacto com cabine espaçosa é o Chevrolet Onix LTZ. Por R$ 111.590, tem motor 1.0 turbo de 116 cv, câmbio automático de seis marchas e porta-malas com 303 litros de capacidade.

Auxílios tecnológicos de condução? Estes só estão presentes na versão topo de linha Griffe
Crédito: Divulgação
toggle button

2 - Pacote tecnológico

O forte do Peugeot 208 Style Turbo é a lista de equipamentos de conforto. Agora, se você é daqueles que buscam um carro compacto com um pacote de sistemas tecnológicos de condução, então é melhor partir para outra opção.

Sem sair da linha 208, o Griffe Turbo custa R$ 114.990 e, além dos seis airbags, tem sensor de chuva e luminosidade, frenagem autônoma, farol alto automático, detector de fadiga e assistente de manutenção em faixa.

O seguro do Peugeot 208 fica na média do segmento, mas alguns concorrentes têm coberturas mais baratas
Crédito: Divulgação
toggle button

3 - Preço do seguro

Se o valor do seguro é um fator de decisão de compra, então é melhor você olhar para a concorrência antes de comprar o 208. Usando o Auto Compara, fiz uma simulação dentro do meu perfil (casado, 36 anos) e a proposta mais barata para o hatch da Peugeot foi de R$ 4.667,10, da seguradora Tokio Marine.

Na mesma faixa, um carro com o seguro mais acessível é o Volkswagen Polo Comfortline (R$ 110.990), que tem motor 1.0 turbo de 116 cv e câmbio automático de seis marchas. A proposta mais barata foi de R$ 3.537,40, da Sompo. É claro que esses valores podem variar bastante de acordo com o perfil do motorista. Mas fica o alerta.

Vídeo relacionado

Comentários