Quanto custa colocar e manter o GNV no carro?

Confira preços médios de instalação de kits de Gás Natural Veicular e também os custos regulares que o combustível traz

  1. Home
  2. Bolso
  3. Quanto custa colocar e manter o GNV no carro?
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Com o aumento desenfreado do preço da gasolina, um tipo de combustível voltou a ganhar atenção: o Gás Natural Veicular. Apesar de o GNV ter sofrido acréscimos superiores a 30% no fim de 2020, os sucessivos reajustes na gasolina (foram seis só esse ano, com alta de 50% no acumulado) têm feito muita gente ponderar colocar o kit de gás no carro.

Mas, tudo na vida tem seu preço. O GNV traz vantagens no custo final na bomba e pode oferecer mais autonomia, porém sua instalação está longe de ser barata. Além disso, quem tem carro com kit gás precisa estar atento às vistorias, à documentação e também ao seguro.

Quanto custa colocar GNV?

Os preços variam de acordo com o tipo do kit. Os modelos da chamada quinta geração, que prometem roubar o mínimo de potência do motor, têm preços médios entre R$ 3,5 mil e R$ 4,5 mil no Rio e em São Paulo, para cilindro de 15 m³.

Já os sistemas de terceira geração, que fazem o propulsor ter perda de cerca de 20% da potência, são mais baratos. Com a mesma capacidade em m³, os valores dos cilindros variam de R$ 2,6 mil a R$ 3,5 mil. Porém, com este, a manutenção de velas e cabos tende a ser mais recorrente.

Importante ressaltar que a loja que vai colocar o GNV deve estar credenciada junto ao Inmetro.

Documentação

Depois de instalado o GNV, não feche a carteira ainda. É preciso cuidar da documentação, já que você adicionou um tipo de combustível que foge ao projeto original do carro. O primeiro passo é ir a um Organismo de Inspeção Acreditado (OIA) para validar a colocação do cilindro no automóvel. O serviço tem preços que vão de R$ 180 a R$ 300, conforme a empresa.

Esses órgãos têm de ser cadastrados pelo Inmetro - veja a lista no site do instituto. Para fazer a vistoria e obter o Certificado de Segurança Veicular (CSV) junto às OIAs, é necessário levar alguns documentos:

  • Certificado de Homologação
  • Nota Fiscal da realização do serviço de instalação
  • Nota Fiscal do kit GNV
  • Nota fiscal do cilindro
  • Atestado de Qualidade do Instalador Registrado
  • Com o CSV em mãos é hora de partir para o Detran do seu estado e solicitar a alteração de características do seu veículo, para incluir as informações no documento (CRV). Cada órgão estadual de trânsito tem seus requisitos e preços. No Detran de São Paulo o serviço pode ser agendado pela internet. Veja os custos:

    • R$ 223,99 - Caso o licenciamento do ano em curso já tenha sido feito
    • R$ 322,90 - Se o licenciamento do ano em curso não foi realizado
    • No Detran/RJ também é possível agendar o serviço de forma online. A taxa - chamada de Duda - para fazer o agendamento custa R$ 156,69, mas é preciso quitar quaisquer outras pendências de multas, IPVA e taxas de licenciamento ou documentação que estejam pendentes ou prestes a vencer.

      Seguro

      Não esqueça que é preciso fazer alteração da sua apólice. Isso porque ao colocar GNV no carro você agrega valor ao bem e, ele também pode ficar mais propenso a roubos ou furtos. Por esta razão, o seguro pode ficar de 5% a até 40% mais caro, em média, conforme o modelo do veículo, perfil do cliente, tipo de cobertura e o contrato com a seguradora.

      Para contratar o seguro para o kit GNV, antes é necessário fazer a instalação em órgão credenciado junto ao Inmetro e fazer a alteração na documentação do carro. O usuário que não fizer a regularização pode perder direito à cobertura em um eventual sinistro.

      Vistoria anual

      Inspeção veicular
      Se você for "converter" seu carro, ele precisa obrigatoriamente passar por vistorias anuais
      Crédito: SARINYAPINNGAM/Istock

      A cada ano, antes da renovação do documento veicular, é preciso fazer a inspeção do kit GNV do carro. As vistorias também têm de ser feitas nas OIAs credenciadas pelo Inmetro - fique atento porque os Detrans não aceitam laudos de empresas não autorizadas pelo órgão, por isso não esqueça de consultar a lista atualizada do instituto.

      Para a vistoria anual do GNV é preciso levar estes documentos:

      • Carteira de Habilitação do condutor
      • Documento do carro (CRV e CRLV)
      • CSV anterior
      • Na inspeção, além do cilindro e do kit GNV como um todo, os inspetores devem avaliar outros componentes do carro: suspensão, direção, freio, sistema de emissão de poluentes e parte elétrica. O custo varia entre R$ 80 e R$ 150 nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, e o serviço leva, em média, de 1h a 1h30m.

        Garantia

        Fique atento que qualquer alteração mecânica no veículo 0 km ou dentro da garantia pode implicar na perda parcial ou total da cobertura de fábrica. Pesquise se a marca oferece serviço homologado para colocar GNV no carro. A Fiat, por exemplo, oferece o Grand Siena com instalação do kit gás em oficinas credenciadas - leia o nosso teste com o sedã.

        Vale a pena colocar GNV no carro?

        Fiat Siena com GNV
        GNV compensa para quem roda muito e precisa ser instalado em oficina homologada
        Crédito: Divulgação

        Ai depende muito do tipo do uso do veículo e até do modelo do automóvel. O metro cúbico do GNV pode custar de 30% a 50% menos que o preço do litro da gasolina comum, conforme a região. Além disso, o gás natural também costuma render mais. Porém, é preciso ver quanto tempo vai levar para você ter retorno do investimento que fez no cilindro.

        Vamos pegar o exemplo de um Chevrolet Onix LT 1.4 com câmbio manual ano 2018. E vamos levar em consideração que com o kit GNV ele faz a mesma média com gasolina aferida pelo Inmetro naquele ano. Ou seja, 12,5 km/l e 12,5 km/m³.

        O cálculo a seguir é baseado em valores médios da gasolina comum (R$ 5,49 o litro) e do GNV (R$ 3,26 o m³), segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP) na última semana de março de 2021. Desta forma, o custo por quilômetro rodado ficaria assim:

        • Gasolina: R$ 0,44/km
        • GNV: R$ 0,26/km
        • E para calcular o retorno, usamos o orçamento de R$ 3.700 de instalação para o Onix 2018 orçado em duas lojas de São Paulo.

          Para quem roda 500 km por mês:

          • Gasolina - Custo no mês: R$ 219,60
          • GNV - Custo no mês: R$ 130,40
          • Retorno do investimento: 41/42 meses
          • Para quem roda 1.000 km por mês:

            • Gasolina - Custo no mês: R$ 439,20
            • GNV - Custo no mês: R$ 260,80
            • Retorno do investimento: 20 meses
            • Para quem roda 3.000 km por mês:

              • Gasolina - Custo no mês: R$ 1.317,60
              • GNV - Custo no mês: R$ 635,06
              • Retorno do investimento: 6 meses
              • Atenção

                É preciso estar atento que tais valores não levam em consideração a inflação do período. E que o carro com GNV tende a ter autonomia melhor do que com gasolina, ou seja, a economia mensal pode ser maior, e o retorno obtido em tempo mais curto.

                Também deve ser incluído na conta os custos com a inspeção anual do GNV e da mudança de documento. Ao mesmo tempo, observe que em alguns estados há descontos generosos no IPVA do carro que tem kit gás.

                IPVA

                Alguns estados dão descontos para modelos equipados com cilindros de GNV, como Rio de Janeiro e Paraná. No caso do Rio o abatimento pode chegar a 70%. Veja o exemplo do mesmo Onix LT 1.4 manual 2018 com base em seu preço médio pela Tabela Fipe (março de 2021).

                • IPVA normal: R$ 1.804
                • IPVA com GNV: R$ 676,50
                • Comentários