Carros à venda no Brasil que mudaram lá fora

Modelos ganharam novas gerações e reestilizações, mas não virão tão cedo - ou não têm nem previsão - para nosso mercado

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Carros à venda no Brasil que mudaram lá fora
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A situação do Renault Zoe, que está à venda no Brasil, mas acaba de ganhar uma remodelação importante na Europa, levanta uma discussão sobre este "hiato". Há diversos modelos que ficaram "velhos" aqui de uma hora para a outra. Alguns já mudaram até de geração lá fora e ainda vão demorar a chegar no nosso mercado - ou nem chegarão.

Após revirar nossos arquivos, escolhemos  5 modelos que já mudaram em outros mercados e que se encaixam perfeitamente na discussão acima. Vale dizer que há vários outros carros na mesma situação, porém separamos os mais importantes e optamos por não repetir modelos dentro das marcas citadas.

Confira abaixo os 5 carros que estão a venda no Brasil, mas que são diferentes dos modelos vendidos lá fora:

Mitsubishi Pajero Sport

 Mitsubishi Pajero Sport ganhou seu primeiro facelift na linha 2020 asiática
Legenda: Mitsubishi Pajero Sport ganhou seu primeiro facelift na linha 2020 asiática
Crédito: Divulgação

O caso da Pajero é emblemático. O modelo chegou ao mercado brasileiro em abril, já com atraso de quatro anos desde quando foi apresentado, e agora já está defasado de novo. Após diversas críticas, especialmente pelo desenho da traseira, o modelo mudou de visual na Tailândia, de onde o SUV é importado para o Brasil. Apesar de remodelado no país de origem, a Mitsubishi do Brasil diz não ter previsão para mudanças por aqui - provavelmente, só para 2020, depois de torrar os lotes já encomendados com o design antigo.

Peugeot 2008

 Novo Peugeot 2008
Legenda: Novo Peugeot 2008
Crédito: Divulgação

Outro modelo que chegou defasado em relação à Europa, já que foi apresentado no Brasil somente em 2015, dois anos após a estreia global. Para piorar, trazia o motor mais interessante, o 1.6 THP, somente com câmbio manual, enquanto o 1.6 aspirado usava câmbio automático de apenas quatro marchas - os rivais usavam caixa de seis velocidades ou CVT.  No ano seguinte foi reestilizado na Europa e só agora teve o visual retocado, justamente quando a Peugeot apresenta a nova geração do hatch metido a SUV, que deve demorar um bocado para aparecer aqui.

Nissan Sentra

 Nissan Sentra
Legenda: Nissan Sentra

Batizado de Slyphy, o sedã da Nissan ganhou uma nova geração em abril deste ano, portanto, ainda recente. Só que a marca japonesa aqui mantém silêncio quando o assunto é o Sentra. O fabricante revelou recentemente parte dos seus planos, que incluem a nova geração do Versa, uma possível reestilização no modelo atual para conviver com a novidade, além do X-Trail e do futuro Kicks híbrido, mas... nada do sedã médio.

Renault Captur

 Nuova Renault Captur 2020
Legenda: Nuova Renault Captur 2020

Lançado na Europa em 2013, o Captur só foi chegar ao Brasil em 2017, quatro anos depois. Pelo menos, estreou visual exclusivo, apesar de usar uma plataforma mais simples da linha (arquitetura de Duster no Brasil contra a base do Clio na Europa). No entanto, com essa defasagem de quatro anos obviamente o SUV ficou velho cedo: a Renault prepara para este ano a nova geração do modelo, que adota motores turbo, plataforma modular e tem até versão híbrida.

Citroën C3

 Citroën C3
Legenda: Citroën C3
Crédito: Citroën C3

O Citroën C3 certamente é o campeão em termos de mudança. A nova geração lembra muito mais o C4 Cactus do que o compacto ainda vendido no Brasil. Apresentado em 2016, o modelo foi descartado já durante o Salão de Paris daquele ano. O hatch, inclusive, já está prestes a passar por outra mudança no velho continente, enquanto o nacional não ganhou nem mesmo um face-lift para se manter atual.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors