EcoSport ganha versões 1.6 com câmbio automatizado

Transmissão PowerShift a partir de R$ 66.690 é contra-ataque da Ford contra HR-V e Renegade
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. EcoSport ganha versões 1.6 com câmbio automatizado
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


A oferta de uma versão mais em conta com câmbio automatizado é o contra-ataque do Ford EcoSport diante do bombardeio sofrido pela nova concorrência capitaneada por Honda HR-V e Jeep Renegade. Pela primeira vez, a transmissão PowerShift é oferecida junto ao motor 1.6 em versões que partem de R$ 68.690. As primeiras unidades chagam às concessionárias a partir desta segunda-feira (28).

A estratégia da Ford nada mais é do que ofertar um carro com caixa de transmissão eletrônica por valores iguais ou inferiores em relação aos praticados por seus principais rivais em veículos com câmbio manual – o Renegade parte de R$ 68.900, enquanto o HR-V parte de R$ 71.900.

A versão mais barata da nova linha EcoSport chama-se SE Direct e foca em vendas diretas para pessoa jurídica. “Ela também vai ser ofertada para pessoa física, mas não terá pronta entrega e as rodas não são de liga leve”, detalhou o gerente de marketing da fabricante, Oswaldo Ramos.

Aliás, esta é a diferença para a configuração SE, tabelada em R$ 71.900, que traz rodas de alumínio de 15 polegadas. O valor R$ 3.210 superior em relação à versão inicial não seria explicado somente pela adoção das rodas. De acordo com Ramos, questões burocráticas e de lojistica que envolvem as negociações entre montadora e concessionárias acabam sendo inseridas no preço.

IMAGE

A configuração Freestyle 1.6 também passa a ser disponibilizada com o câmbio PowerShift. Ela sai por R$ 76.900 e agrega vidros elétricos, rodas de aro 16”, sensor de estacionamento traseiro, além de grade, retrovisores externos e rodas na cor London Grey (uma tonalidade cinza metálica).

O preço sobe para R$ 80.300 na versão Freestyle Plus, que adiciona bancos em couro natural e seis airbags em relação à versão Freestyle.

Vale ressaltar que todas as versões trazem ar-condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos, faróis de neblina, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, piloto automático, além de sistema multimídia com rádio, comando de voz, bluetooth, USB e AppLink, que pareia diversos aplicativos com o smartphone.

MOTOR TiVCT

O motor 1.6 em questão é da família TiVCT de 126/131 cv de potência e 15,4/16,1 kgf.m de torque máximo. O propulsor tem bloco cabeçote e cárter em alumínio e duplo comando variável independente. Esta última característica, aliás, é o maior diferencial perante o motor Sigma 1.6, que continuará sendo oferecido na nova linha na versão com câmbio manual, que ainda não teve preço definido.

A WebMotors teve uma breve experiência com o novo conjunto e percebeu que o trabalho do câmbio PowerShift continua sendo bem-feito mesmo alocado a um motor menor. O câmbio gerencia bem as retomadas, porém, é mais ruidoso do que quando casado com motor 2.0. O fato de a caixa ter dupla embreagem ajuda e muito na missão de agregar agilidade à viagem. 

IMAGE

BLINDAGEM

A nova disposição da gama EcoSport tem como objetivo blindar o atual consumidor do SUV da Ford. “Há três anos, quando a nova geração foi lançada, quase 90% de nosso mix de vendas foi de câmbio manual. Agora esperamos que esses clientes migrem para nossas novas versões automáticas”, explicou Ramos.

O executivo comentou ainda sobre a situação de mercado do EcoSport diante de um segmento em ebulição. Segundo dados da Ford, o modelo mantém o market share em relação ao mercado geral na casa de 1,4%. O índice é o mesmo alcançado há dois anos. “Isso mostra que o Eco não perdeu mercado para os concorrentes, mas sim que a categoria cresceu e roubou clientes de sedãs e hatches médios”, analisou. “Se nosso mercado estivesse melhor, com certeza estaríamos vendendo muito mais.”

NOVIDADES EM BREVE

O gerente de marketing fez mistério sobre o preço das versões manuais para a nova linha, hoje tabelada a partir de R$ 67.700. “Ainda temos muito estoque para queimar”, disse. Mas novidades sobre o assunto devem ser informadas nesta semana, durante evento oficial de lançamento da linha 2016.

Comentários