5 carros de origem chinesa que são ótimas compras

A China domina o mundo e o segmento automotivo há anos. Quer a prova? Cinco ótimos carros do nosso mercado vêm de lá

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. 5 carros de origem chinesa que são ótimas compras
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Temos que falar (mais uma vez) sobre a China e seu domínio automobilístico mundial. E... não, não vamos falar diretamente sobre bons modelos de marcas chinesas, mas sim sobre cinco carros de origem chinesa de fabricantes conhecidas mundialmente, como Chevrolet, Volvo e Ford, por exemplo.

Acredite, muitos dos ótimos veículos vendidos em nosso mercado atualmente vêm de lá. Ou foram projetados naquele país. Na lista abaixo, trouxemos exemplos de carros desenvolvidos na China que hoje habitam nossas ruas - um deles, aliás, é simplesmente o modelo mais vendido no Brasil!

Cinco bons carros de origem chinesa

1. Chevrolet Onix e Onix Plus

Sim, o carro mais vendido do Brasil é um desses bons modelos de origem chinesa (e podemos dizer isso tanto quando falamos da categoria de hatches quanto da de sedãs). A segunda geração do compacto da Chevrolet foi desenvolvida no país asiático e veio para cá logo depois - sua chegada aconteceu no final de 2019.

O Onix já era um sucesso em nosso país desde 2012, quando foi lançado por aqui. Em 2015 o modelo assumiu a liderança do mercado e desde então não abandonou mais o posto. Tanto o hatch quanto o sedã têm origem chinesa, mas são produzidos no Brasil, na fábrica da Chevrolet em Gravataí (RS).

Novo Onix 2020
Chevrolet Onix, o carro mais vendido do Brasil, é nacional, mas seu desenvolvimento foi realizado na China
Crédito: Divulgação

2. Ford Territory

Outro ótimo carro recém-chegado ao mercado que tem desenvolvimento chinês é o Ford Territory. Na verdade, não apenas o desenvolvimento, já que o SUV é fabricado naquele país, de onde vem importado para cá.

Na visão da empresa, o fato de vir da China não atrapalha suas vendas. Questionado durante o lançamento sobre esse detalhe, Rogélio Goldfarb, vice-presidente da Ford do Brasil, respondeu da seguinte maneira: "Alguém deixaria de comprar um celular da Apple por ter sido fabricado em Taiwan ou confia na marca que o assina?".

Ford Territory
Territory, lançado em 2020, é produzido na China e importado para o Brasil
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

3. Chevrolet Tracker

Outro bom produto à venda em nosso mercado, que teve ótima recepção por aqui e figurou no topo do ranking do ano passado, é o Chevrolet Tracker, SUV feito sobre a mesma plataforma que a família Onix (e Onix Plus). O Tracker chinês, embora feito no Brasil - na fábrica da GM em São Caetano do Sul (SP) - é um dos utilitários compactos mais desejados do país.

Renovado entre março e abril do ano passado, o carro ganhou uma nova linha de motores (sempre turbinados) e muita tecnologia embarcada - assim como o Onix, oferece sistema de telemática OnStar e até itens de luxo como carregador de celular sem fio e roteador de internet wi-fi a bordo.

Chevrolet Tracker LT 1.0
Chevrolet Tracker com motor 1.0 turbo é o SUV mais econômico do Brasil
Crédito: Fernando Miragaya/WM1

4. Caoa Chery Tiggo 8

Agora sim falamos de um produto "100%" chinês - em termos de idealização, desenvolvimento, produção e logotipos, já que a Chery é uma das fabricantes nascidas naquele país. Mas o Tiggo 8 é muito mais do que isso. É um dos melhores SUVs médios de sete lugares vendidos no Brasil e também um dos carros mais desejados de sua categoria.

É óbvio, também, que a parceria com a Caoa fez muito bem à Chery, que se via de certa forma perdida em nosso país até ter seu rumo reorganizado pelo Grupo Caoa - que também comanda a linha de importados da Hyundai por aqui. Depois do acerto, os SUVs da união passaram a ser feitos em Anápolis (GO), enquanto os outros produtos ficaram na fábrica de Jacareí (SP).

Caoa Chery Tiggo 8 é um dos SUVs de sete lugares mais desejados do país
Crédito: Divulgação

5. Volvo XC60

Veja só, o SUV médio premium XC60, da Volvo, foi simplesmente um fenômeno de vendas em 2020 - para se ter ideia, teve mais saída que o XC40, que é menor e mais barato. E adivinhem qual é sua origem? Pois é, a Volvo passou a ter desenvolvimento chinês em seus produtos, embora com fabricação sueca, desde que foi comprada pela Geely, uma das maiores empresas do país asiático.

Lançada no Brasil no final de 2017, a segunda geração do Volvo XC60 é um sucesso e teve como foco em sua idealização ser referência mundial em segurança e tecnologia embarcada - assim como outros modelos da empresa, já oferece a possibilidade de direção semiautônoma para o motorista. E, veja só, a Volvo só passou a oferecer esse nível de equipamentos... depois que "virou chinesa".

Volvo XC60 é um dos SUVs médios do segmento premium mais desejados do Brasil
Crédito: Divulgação
Tags:Lista
Comentários