Governo Federal pode mudar regras para público PCD

PCD: equipe econômica do presidente da República, Jair Bolsonaro, considera valor da renúncia fiscal muito elevado

  1. Home
  2. Notícias
  3. Governo Federal pode mudar regras para público PCD
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

As isenções para compra de veículos pelo público PCD (Pessoa Com Deficiência) podem passar por mudanças nos próximos meses. O novo governo prevê alterações na compra de veículos por esse público.

O valor tem crescido nos últimos anos e acendeu a luz amarela na equipe econômica. Há suspeita de fraudes nos benefícios, uma vez que o mecanismo hoje é considerado frágil: basta um laudo médico do SUS (Sistema Único de Saúde). Enquanto médicos particulares também já podem dar o laudo graças às decisões judiciais.

Por esses motivos, além de dispositivo que amplia o poder dos peritos médicos do INSS para reavaliar isenções, o governo do presidente Jair Bolsonaro pretende realizar algumas mudanças nas regras. A primeira delas pode estar no valor máximo do veículo, uma vez que, na prática, mesmo carros de luxo podem ter a isenção do IPI (Imposto Sobre Produto Industrializado). Sendo assim, o Governo Federal pode adotar prática semelhante aos Estados, que isentando ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para veículos até R$ 70 mil.

Além disso, há a ideia de ampliar de dois para quatro anos o período mínimo para troca de veículo, como acontece em São Paulo. A ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos) diz que, nos últimos dois anos, houve crescimento de 346% na compra de veículo com renúncia fiscal.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors