Kia terá nova linha de carros elétricos até 2027

Marca promete uma série de novidades até o fim da próxima década e primeiro lançamento já estreia no ano que vem

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Kia terá nova linha de carros elétricos até 2027
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Kia é mais uma marca a confirmar planos de fabricação de novos carros elétricos. A meta da empresa sul-coreana é nada modesta: se tornar o fabricante líder mundial desse segmento - de acordo com uma estratégia própria, de médio a longo prazo, denominada Plan S.

E a promessa da montadora é lançar uma nova linha de carros elétricos até 2027. Já no ano que vem o primeiro deve ser apresentado: um modelo 100% movido a bateria, de codinome "CV", construído sobre uma a inédita Plataforma Modular Elétrica Global da empresa (chamada internamente de E-GMP).

Este veículo também pode estar nos planos da Kia do Brasil, já que em comunicado global a marca revelou que "o modelo será destinado a várias regiões do mundo". Tem mais. Segundo o informe, o novo automóvel "vai oferecer a mesma qualidade de produto e design atraente que os outros veículos da empresa, com características de condução e recarga de alto desempenho."

A expansão da linha de carros elétricos da Kia não vai se limitar a apenas uma ou duas carrocerias. De acordo com a marca, o número de novos modelos produzidos sobre uma plataforma (100% elétrica) vai aumentar para sete e em vários segmentos. A imagem abaixo mostra os primeiros esboços desta nova linha de produtos.

 Kia tem planos ousados para nova linha de carros elétricos - pelos esboços, vemos hatches, SUVs, sedãs...
Legenda: Kia tem planos ousados para nova linha de carros elétricos - pelos esboços, vemos hatches, SUVs, sedãs...
Crédito: Divulgação

A Kia já vende carros elétricos?

Sim, desde 2011 a montadora coreana produz, vende e emplaca automóveis 100% sustentáveis - até agora, já foram mais de 100 mil carros movidos a bateria (dos modelos Ray, Soul EV e Niro EV). Até 2025, a empresa também afirma que pretende oferecer 11 veículos totalmente elétricos, o que promete responder por 20% do total de vendas da marca.

A expectativa do fabricante, a longo prazo, é de que até 2029 as vendas de veículos 100% elétricos representem 25% de seu volume total de vendas. Além disso, a marca também vai investir em híbridos convencionais e plug-in, o que pode indicar que sua atual gama de produtos convencionais (puramente a combustão) vai continuar a diminuir.

Comentários