Parceria vai criar rede para recarga de elétricos

Volvo se une ao projeto Ecovaga, da Estapar e Enel X, para implantar 250 estações que abastecerão carros à eletrecidade

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Parceria vai criar rede para recarga de elétricos
Guilherme Silva
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Volvo se uniu ao projeto Ecovaga, uma iniciativa da rede de estacionamentos Estapar e da empresa de soluções energéticas Enel X para a criação da primeira rede semipública de recarga  para veículos híbridos e elétricos do Brasil.

“Cada dia mais a Volvo Car Brasil quer transformar a indústria com a eletrificação. Estamos investindo na estrutura de carregadores para que possamos dar confiança, quebrar barreiras e possibilitar cada vez mais facilidades para proprietários de veículos híbridos e elétricos, não só da Volvo, mas de qualquer outra marca”, afirma Rafael Ugo, diretor de marketing Latam Hub para Volvo Car Brasil.

A Ecovaga é uma rede integrada com 250 estações para recarga de veículos elétricos em cerca de 100 pontos premium de estacionamentos da Estapar no Distrito Federal e nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Os equipamentos que serão instalados contam com a tecnologia da Enel X e fornecem um carregamento inteligente, que abastecem 80% da bateria de um veículo elétrico em aproximadamente três horas.

“A parceria com a Estapar e Volvo está em linha com o compromisso da Enel X de viabilizar a criação de um ecossistema de mobilidade elétrica no Brasil, um mercado promissor para o avanço da tecnologia por sua dimensão continental, por ter uma indústria automobilística moderna e por ter uma matriz elétrica limpa e renovável”, comenta Francisco Scroffa, presidente da Enel X Brasil.

O diferencial da Ecovaga, que agora tem a Volvo como a sua primeira parceira, é a experiência proporcionada ao cliente. O consumidor poderá, em tempo real, visualizar os pontos disponíveis, dirigir-se até o local e realizar a recarga do seu veículos elétricos em poucos minutos.

Thumbnail Mfe 5682
O motorista poderá, em tempo real, ver os pontos de recarga disponíveis, dirigir-se ao local e fazer o abastecimento
Crédito: Divulgação

As ecovagas são especialmente sinalizadas para os veículos híbridos plug-ins e elétricos e contam com o acompanhamento de profissionais para o gerenciamento das instalações, manutenção da rede em tempo real, energia e gerenciamento por meio de tecnologia e software que permitem o nível de serviço e de funcionamento dos equipamentos.

“A parceria com a Enel X para criação das ecovagas está alinhada com as estratégias da companhia em auxiliar na diminuição e redução de emissões de poluentes. Queremos oferecer aos motoristas o que há de mais moderno e tecnológico dentro do setor”, destaca André Iasi, CEO da Estapar.

As 250 ecovagas estão sendo instaladas em estacionamentos premium administrados pela Estapar em shopping centers, aeroportos, hospitais, arenas, prédios comerciais e instituições de ensino. As estações de recargas serão disponibilizadas em 23 cidades em 10 estados, como São Paulo (SP), Guarulhos (SP), Barueri (SP), Rio de Janeiro, Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Aracaju (SE), Recife (PE), Salvador (BA), Brasília (DF), Campinas (SP) e Fortaleza (CE).

Parceria para recarga de elétricos

Aos clientes das empresas conveniadas ao projeto, a rede Ecovagas oferece de forma gratuita o serviço de carregamento dos veículos elétricos. Ao se tornar parceira da iniciativa, a Volvo passa a disponibilizar esse benefício aos seus clientes, que terão de pagar apenas a taxa de estacionamento dos seus automóveis.

Para usufruir da gratuidade do serviço, o cliente Volvo terá o seu veículo cadastrado no aplicativo da Ecovagas, a fim de garantir a elegibilidade de acesso às estações de recarga. A expectativa da Enel X e da Estapar é concluir os 250 pontos de recarga ainda no primeiro trimestre deste ano.

Para os proprietários de veículos de outras marcas não-parceiras do projeto, será possível o uso das ecovagas por um prazo inicial de até seis meses após o início da operação dos 250 pontos de carregamento para que possam usufruir da experiência do serviço. Encerrado este período, o sistema irá restringir o acesso apenas aos clientes das empresas parceiras ou emitir uma cobrança através do Vaga Inteligente pelo uso da nova infraestrutura.

Comentários