RAM 1500 chega ao Brasil em abril por R$ 399.990

Nova picape grande vem recheada de equipamentos e tecnologia para ser andar superior frente às opções médias do mercado

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. RAM 1500 chega ao Brasil em abril por R$ 399.990
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A FCA quer inaugurar um novo segmento de picapes no Brasil - assim como já fez com a Fiat Toro - com o lançamento da RAM 1500: o andar superior frente às atuais opções médias do mercado. A pré-venda das 100 primeiras unidades começa a partir de agora, mas as entregas só se iniciam em abril. O preço de uma RAM 1500 2021? Anote aí: R$ 399.990.

Segundo a RAM, não há rivais para a 1500 - que, pelo preço, veja só, fica posicionada acima da atual 2500 Laramie, vendida com motor de seis cilindros em linha, 6,7 litros, turbodiesel, por R$ 361.990. Rivais para a 1500? SUVs do segmento de luxo dessa faixa de preço, como Audi Q7 e Q8, BMW X5 e X6, Porsche Cayenne e Volvo XC90, entre outros. Acha que aguenta a pancada? Então vem comigo.

RAM 1500 fica acima da 2500?

Antes de a gente contar o que essa picape tem de equipamento, precisamos explicar uma coisa. Para quem esperava que fosse mais barata que a 2500, a FCA pede para avisar: o modelo está uma geração à frente da picape maior (que não é tão maior assim no tamanho, só um pouco mais alta) e vem importada dos Estados Unidos, o que muda totalmente a tributação feita em cima do preço final.

Explico: as RAM 2500 que a FCA tem no estoque brasileiro vieram do México no começo do ano, com um dólar mais baixo do que os atuais R$ 5,20 e sem a cobrança de 35% do imposto de importação, justamente por terem vindo daquele país. Já as 1500 vêm dos EUA, com o dólar em outro nível e a taxação de mais 35% em cima do valor final.

Curiosamente, olha só, 2020 foi ano de recorde histórico de vendas para a RAM: a insígnia deve fechar a temporada com cerca de 1.500 unidades emplacadas da 2500, algo que não acontecia com a empresa desde 2005. Com a chegada da 1500, objetivo é dobrar esses números até 2021 e vender praticamente 3 mil carros por ano em nosso país (1.500 unidades de cada picape).

Como é a RAM 1500

A RAM tenta contornar essa adversidade do preço mais alto ao colocar tudo que pode oferecer em um carro na novíssima geração da 1500. Objetivo da empresa com esse novo modelo é aproximar o cliente da marca às zonas urbanas e suburbanas, já que seu atual consumidor é praticamente 100% focado no mercado agropecuário.

Para isso, a nova RAM 1500 foi construída baseada em quatro pilares: motor, luxo, tecnologia e confiabilidade, afirma a FCA. Meta é captar pessoas endinheiradas, que já têm outros carros e são apaixonadas por picapes. Para cá, a versão escolhida para ser importada foi a Rebel, a mais voltada a um perfil mais aventureiro, com suspensão diferenciada, pneus de uso misto e motorzão... bem, veja a seguir.

Ram Rebel 0200
RAM 1500 Rebel chega em abril de 2021 por R$ 399.990
Crédito: Divulgação

Motor Hemi V8 de muscle car

A FCA ousou chamar a RAM 1500 de "premium muscle truck" - ou, na tradução literal, "picape premium musculosa", em referência aos muscle cars norte-americanos. A partir dessa referência, equipou o modelo com o motor Hemi V8 também utilizado pelo Dodge Challenger, o legítimo muscle car atual da empresa. Nela, são 400 cv e 56,7 kgf.m de torque e câmbio automático de oito marchas.

As tecnologias empregadas no Challenger seguem na picape. Sistema de desativação de cilindros para economia de combustível (quatro dos oito) é uma delas, assim como a grade do radiador ativa. Os números de consumo, que talvez não sejam tão importantes para o real comprador desse modelo, são os seguintes: 5,3 km/l na cidade e 6,6 km/l na estrada. Só gasolina - se possível, premium.

Esses números e esse conjunto fazem da RAM 1500 a nova picape mais rápida, forte e equipada do Brasil. Em números, acelera de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos (praticamente o mesmo número de um VW Golf GTI) e chega a 174 km/h - velocidade máxima que é controlada eletronicamente devido ao peso da picape, de 2.610 kg.

Tem mais: a tração é 4x4 com opção de caixa reduzida, como uma legítima picape off-road. São 610 kg de capacidade de carga e 5.062 kg de peso máximo rebocável, fora os 1.200 litros de volume na caçamba. Prepare-se para as dimensões: 5,93 m de comprimento (apenas 10 cm menor que a 2500); 2,08 m de largura; 2,01 m de altura e 3,67 m de entre-eixos - já dá para imaginar o espaço interno, né?

Para receber esse conjunto e toda essa distribuição de peso, a RAM 1500 tem suspensões reforçadas. Na frente, braços triangulares (tipo um duplo "A") com rodas independentes e barras estabilizadoras; atrás, eixo rígido com braços quíntuplos (o famoso five-link), sempre com amortecedores da grife Bilstein de tubo duplo. Por fim, a picape ainda permite bloquear o diferencial traseiro na ação 4x4.

Os ângulos de ataque (25,1º), saída (22,6º) e a altura livre do solo do assoalho (24,9 cm) reforçam as capacidades lameiras da RAM 1500. Se você por acaso tem uma 2500 e quer trocar por outra RAM, não duvide das capacidades desta nova picape.

Ram Rebel 0193
RAM 1500 Rebel tem motor Hemi V8 de 400 cv
Crédito: Divulgação

O que a picape tem de tecnologia

Agora vamos falar sobre o que a RAM 1500 oferece nesta versão única escolhida para nosso mercado. No quesito equipamentos de auxílio à condução, a picape vem com sistema de reconhecimento de tráfego cruzado; controle de cruzeiro adaptativo com função stop&go (ACC); assistente de manutenção em faixa com corretor no volante e sensor de ponto cego. Em resumo, é mais um carro semi-autônomo.

Já em relação à tecnologia embarcada, a nova RAM 1500 virá com central multimídia Uconnect de 12  polegadas na vertical (a partir de seu lançamento, também será a maior tela de um carro vendido oficialmente no mercado brasileiro), touch screen, com GPS nativo integrado e câmera 360º para auxílio em manobras - porém com AndroidAuto e CarPlay conectados somente via cabo.

Agora vamos separar os pacotes. No Brasil, a RAM 1500 Rebel de R$ 399.990 virá com som da Alpine e sem head-up display, dois porta-malas extras de 103 litros na caçamba e o retrovisor digital. Mas, uma versão mais completa, que trará esses últimos itens mencionados e substitui o sistema de som da Alpine por um da grife Harman/Kardon, também será ofertada - ainda sem preço definido.

Na parte de conforto a bordo, a picape terá sistema de cancelamento de ruído externo na cabine; carregador de celular sem fio; park-assist; porta da caçamba multifuncional (abre para baixo ou para os lados, como na Toro); teto solar panorâmico; oito entradas USB e quatro USB-C para carregamento de aparelhos eletrônicos; bancos com aquecimento, rodas aro 18" e faróis full-LED.

É óbvio que itens como direção com assistência elétrica, vidros e travas elétricos e ar-condicionado fazem parte do pacote. Em resumo, a RAM 1500 é tão luxuosa e bem equipada, que foi eleita o carro de luxo do ano nos Estados Unidos - apesar de ser uma picape. São cinco opções de cores externas (vermelho, preto, branco, prata e cinza) e dois acabamentos de couro na cabine.

Painel é extremamente completo e tem tela digital posicionada na vertical
Crédito: Divulgação

Como anda?

Entro na picape e logo de cara já me impressiono com o tamanho do habitáculo. É gigante! Para se ter uma ideia, no console central entre os bancos dianteiros é possível guardar um notebook no compartimento, de tão largo. Ah, ele ainda pode ser refrigerado para manter a temperatura da sua bebida.

Coloco o cinto, posiciono o banco, ajusto retrovisores e dou partida. Ouço bem timidamente o ronco do motor V8 lá longe - graças à acústica reforçada. O que a FCA fez para manter o silêncio dentro da cabine da nova RAM 1500 foi esplendoroso. Como eram cinco voltas em uma pista, abro os vidros na primeira para apreciar o Hemi berrando e saio com calma.

Em um primeiro momento, você percebe que o veículo que está sob seu comando não é leve. Por conta disso, as duas primeiras voltas (a segunda já com os vidros fechados) são mais comedidas. Câmbio rápido (automático de oito marchas da empresa alemã ZF), em sintonia com o motor e as suspensões, parece bem acertado para a picape.

Ainda em uma das voltas, uma forçada maior aqui e acolá mostram que a picape tem certa tendência em escapar de frente em vários momentos e de traseira em outros, mais tímidos. Bom para mim ela ser equipada com os controles eletrônicos de tração e estabilidade. Firme, forte e agressiva, na quinta volta já dava para senti-la nas mãos.

RAM 1500 Rebel terá lote inicial de 100 unidades
Crédito: Divulgação

E na terra?

Saio da pista e vou para a estrada off-road montada pela FCA para conhecer mais atributos da picape. Para quem conhece as capacidades de um Jeep na terra ou na lama, não preciso falar mais nada. Para quem nunca viu, vamos lá: a RAM 1500 também domina as capacidades de rodar na terra, com sistema 4x4 com caixa reduzida e opção de bloqueio do diferencial traseiro.

Graças aos ângulos de entrada e saída poderosos e à boa altura em relação ao solo, a picape enfrenta buracos e valetas numa boa e vence os percalços da estrada com tranquilidade. Temos, portanto, um utilitário de luxo com caçamba extremamente capaz no asfalto e na terra. É por isso que a FCA chamou BMW, Volvo, Mercedes-Benz, Audi e Porsche para a briga.

Ficou interessado? Segundo a FCA, são 50 concessionárias da RAM no Brasil atualmente. Existe também um plano de revisões com preços fixos - que devem ser feitas a cada ano ou 12 mil quilômetros rodados, o que acontecer primeiro - e mais de 30 acessórios exclusivos da divisão Mopar de equipamentos.

RAM 1500 Rebel é a nova picape mais rápida do Brasil
Crédito: Divulgação
Comentários