Renault Mégane R.S. Trophy, com 304 cv, vem aí

Protótipo de testes foi fotografado na Europa e versão de produção chega ao continente no fim do ano. Motor é 1.8 turbo

  1. Home
  2. Notícias
  3. Renault Mégane R.S. Trophy, com 304 cv, vem aí
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Versão de alta performance do Mégane, a versão R.S. foi apresentada no ano passado durante o Salão de Frankfurt (Alemanha), trazendo o mesmo motor 1.8 turbo com injeção direta do cupê Alpine 110, ajustado para render 284 cv de potência. Na ocasião, a marca francesa anunciou que nos meses seguintes lançaria na Europa uma variante ainda mais forte do hatch de quatro portas, com 304 cv extraídos do mesmo propulsor.

icon photo
Legenda: Mégane R.S. Trophy terá esterçamento das rodas traseiras, como a versão R.S. padrão
Crédito: Automedia

Segundo a própria Renault, essa configuração vai chegar às concessionárias daquele mercado no fim de 2018 e fotos de um protótipo de testes feitas pela "Automedia" indicam que seu desenvolvimento está acelerado.

Essa versão mais potente será chamada Trophy e, além de trazer mais desempenho, também terá uma redução discreta no peso. Visualmente, o protótipo traz entrada de ar no capô, coberta por uma fita adesiva, porém a versão de produção deve contar com mais detalhes aerodinâmicos e estéticos exclusivos em relação ao Mégane R.S. padrão.

icon photo
Legenda: Versão de produção do Mégane R.S. Trophy terá mais detalhes visuais exclusivos
Crédito: Automedia

Com o incremento na performance, o "hot hatch" francês terá cacife para ser um rival à altura de Honda Civic Type R, que rende 320 cv e é o carro de tração dianteira mais rápido em Nürburgring, além do VW Golf R e do novo Mercedes-Benz A45 AMG, que ainda não foi revelado. O Renault também conta com tração nas rodas da frente e tem esterçamento das rodas traseiras para mais agilidade no contorno de curvas.

icon photo
Legenda: Além de mais potente, novo Mégane R.S. Trophy será um pouco mais leve
Crédito: Automedia

O Mégane R.S. da geração anterior chegou a ter unidades importadas para o Brasil em 2013 e 2014, para avaliar a aceitação de potenciais clientes, porém os planos de vedê-lo aqui foram adiados por conta da crise. A vinda da nova geração - e, quem sabe, também da versão Trophy - ainda é avaliada pela fabricante francesa.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors