Flagra: nova Ford Ranger é vista pela primeira vez

Mudanças de estilo sugerem visual próximo ao que vimos na recém-lançada F-150 e até chances de utilização um motor V6

  1. Home
  2. Segredos
  3. Flagra: nova Ford Ranger é vista pela primeira vez
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Maior, mais ousada e mais resistente, a nova Ford Ranger foi vista (bastante camuflada, é verdade) pela primeira vez em testes nos Estados Unidos, ainda que fosse possível revelar uma série de características de design importantes. As informações e fotos são dos nossos parceiros australianos do Motoring.

Mesmo com a decisão da Ford de deixar de produzir carros no Brasil, a Ranger segue como uma das apostas da marca para nosso país, de onde chega importada da Argentina. Segundo a empresa, os planos de uma nova geração da picape seguem firmes e podemos esperar novidades entre o final deste ano e começo de 2022.

Essas imagens de espionagem mostram que a picape média da Ford - novamente desenvolvida na Austrália e com lançamento previsto para os EUA no final deste ano - vai se inspirar no design do farol encontrado na F-150. Focada a um público global (a Ranger é vendida em mais de 180 países), esse visual frontal terá faixas verticais de LED - repare nas bordas externas dos conjuntos de faróis.

Nova Ford Ranger: temos projeção!

A camuflagem do protótipo flagrado em testes é forte, mas é possível ver claramente que a frente tem um design verticalizado, com uma espécie de "nariz achatado", assim como a F-150, que dá à picape uma estética mais ousada.

Tem mais: a nova Ford Ranger será construída sobre uma nova plataforma - conhecida como "T7", um avanço sobre a atual "T6" -, a última desenvolvia pela Ford da Austrália, um dos mercados mais lucrativos da picape em todo o planeta - são cerca de 40 mil unidades anuais por lá.

Nova Ford Ranger, projetada pelo Motoring.com.au
Nova Ford Ranger: projeção dos amigos do Motoring.com.au mostra como poderá ser a picape
Crédito: Motoring

Novos motores

Prevista para ser um pouco maior e mais larga que a atual, a nova Ford Ranger também mostra que não parece ter mudado tão drasticamente, ainda que por baixo da bolha haverá muitas mudanças, a começar pelo corte do atual motor 3.2 litros turbodiesel de cinco cilindros por um 2.0 turbodiesel de quatro cilindros já conhecido em alguns mercados.

Com isso, as versões mais fortes deverão receber um inédito motor V6 (assim como já fazem as rivais Volkswagen Amarok e Toyota Hilux), disponível tanto com diesel (na Austrália) como com gasolina ( nos EUA). No Brasil, por ora, nada ainda foi previsto.

A derivação mais nervosa, inclusive, deve ser utilizada pela tão aguardada versão Raptor, que se tornaria a mais esportiva da picape, e superaria a Storm (que tem um perfil mais voltado ao off-road). Todos os tipos de motores devem ser oferecidos com a caixa de transmissão automática de dez marchas da empresa, que é compartilhada com modelos da GM.

Nova Ford Ranger foi flagrada, ainda camuflada, nos Estados Unidos
Nova Ford Ranger foi flagrada, ainda camuflada, nos Estados Unidos
Crédito: Motoring

Futura Amarok será "irmã" da Ranger

A nova Ford Ranger, feita sobre a base "T7", também deverá compartilhar sua estrutura de construção com a próxima geração da Volkswagen Amarok, outro carro aguardado para os próximos anos (a data prevista, por ora, é meados de 2022). Segundo a mídia australiana, as duas picapes devem compartilhar motores.

Configurações híbridas também estão em análise, já que a Ranger e a Amarok buscam expandir sua presença nos EUA e na Europa, mas ainda não se sabe se os compradores de outros mercados, possivelmente os mais emergentes, como Brasil e Austrália, terão acesso às versões eletrificadas.

Junto com seu novo design, aos motores inéditos e ao sistema de tração 4x4 aprimorados, a próxima geração da Ranger também deverá ser equipada com uma nova gama de tecnologias, que abrange itens de segurança, conectividade e sistemas de entretenimento inteligentes de última geração.

O sistema Sync 4 (com Apple CarPlay e AndroidAuto sem fio) fará parte do pacote, mas ainda não se sabe se todas as versões serão equipadas com as supertelas de 12 polegadas (no quadro de instrumentos) e 12,3 polegadas (no console central) vindas da F-150.

Nova Ford Ranger camuflada vista de traseira nos EUA
Nova Ford Ranger camuflada vista de traseira nos EUA
Crédito: Motoring
Comentários