Silverado renasce e virá para o Brasil em 2021

Nova geração da picape da GM é mostrada na Argentina e deve retornar ao mercado brasileiro para brigar com a RAM 1500

  1. Home
  2. Segredos
  3. Silverado renasce e virá para o Brasil em 2021
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O Brasil deve ter de volta ao mercado uma nova geração da Silverado, que por aqui ficaria posicionada acima da S10 na gama da Chevrolet. O modelo está em exposição em Cariló, um dos principais destinos turísticos da Argentina - onde, inclusive, a Volkswagen já mostra o SUV Taos.

Segundo fontes ligadas à GM brasileira, a estreia da picape em solo nacional deve acontecer em 2021.

Importante registrar que, por ora, a Chevrolet do Brasil não confirma ou cita lançamentos - nem revela os planos futuros, como faz a filial da Argentina. Lá fora, o evento de apresentação da picape é chamado de "Paseo del Bosque Chevrolet" (Passeio do Bosque da Chevrolet) e também vai confirmar a importação da picape para o mercado argentino.

Quem confirmou a Silverado?

A informação sobre o lançamento da nova geração da picape nos países vizinhos tem fundamento. Ao longo deste ano, Ernesto Ortíz, vice-presidente de operações da GM América do Sul, revelou em entrevista à mídia argentina que uma nova geração da picape apareceria por lá "até o final deste ano", de olho em uma estreia nos meses subsequentes.

Ortíz ainda revelou que a Silverado deve vir ao Brasil "em seguida", mesmo sem cravar uma data oficial para o lançamento. Por aqui, portanto, é esperado que a picape chegue até o fim do primeiro semestre.

Chevrolet Silverado 2018 Trailboss
Nova geração da Chevrolet Silverado foi revelada em 2018, mas deve chegar em 2021 ao Brasil
Crédito: Divulgação

Como é a picape

Embora ainda não existam informações oficiais e quais serão as versões e motorizações oferecidas, as apostas de sites especializados argentinos e brasileiros são de que a GM irá trazer a configuração 1500, justamente para que a Silverado possa ficar dentro do limite de peso para ser guiada por motoristas com CNH da categoria B - as versões mais pesadas exigiriam a classificação C.

Outra coisa que indica que essa versão é a mais provável de desembarcar por aqui é justamente a configuração vendida no Chile e no Paraguai, chamada 1500 LT. Por lá, a Silverado usa motor 3.0 turbodiesel de 280 cv e 63,5 kgf.m de torque acoplado a uma caixa de câmbio automática de dez marchas.

E o preço? Sem dúvida, será menor que os R$ 399 mil cobrados pela RAM 1500 Rebel, principalmente porque a picape da Chevrolet será importada do México, e não dos Estados Unidos - portanto não vai precisar pagar o Imposto de Importação. Como a Silverado é maior que as atuais picapes médias com motor V6 que cobram algo próximo dos R$ 250 mil, apostamos em valor que beire os R$ 300 mil.

Silverado já foi brasileira

A picape grande da GM é bem familiar para o público brasileiro. A Silverado foi vendida aqui pela primeira vez em 1997, importada da Argentina com três opções de motores: o clássico seis cilindros 4.1 a gasolina da montadora, além de dois turbodiesel - 4.0 da Maxion e 6.0, da MWM. Chegou a dar origem a uma versão SUV, comercializada aqui como Grand Blazer (lembram?).

Em 2000, passou a ser produzida no Brasil apenas com motor MWM e com a denominação Silverado D20, para atrair os antigos admiradores da saudosa D20 vendida nos anos 1980 e 1990. Mas a picape nacional durou bem pouco. Um ano depois, sua produção chegou ao fim. Mas é encontrada facilmente em nosso estoque de usados.

Chevrolet Silverado 1500 RST 2019
Chevrolet Silverado 1500 deverá ser a versão escolhida para o Brasil por não exigir CNH da categoria C
Crédito: Automedia
Comentários