Uber retoma testes com autônomos após acidente

Volvo XC90 adaptado tombou após ser atingido por um Edge em um cruzamento; Polícia culpou motorista do Ford

  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Uber retoma testes com autônomos após acidente
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Uber retomou os testes com sua frota de carros autônomos, temporariamente suspensos após um acidente que tombou um dos seus Volvo XC90 modificados em Tempe, no estado norte-americano do Arizona, na última sexta-feira (24).

icon photo
Legenda: XC90 da Uber tomba após colisão
Crédito: XC90 da Uber tomba após colisão

No momento da batida, o carros estava rodando com o modo autônomo ativado, com dois engenheiros da Uber nos bancos da frente – não havia passageiro a bordo. Segundo a polícia local, o outro carro (um Ford Edge), que tinha um motorista de carne e osso ao volante, foi o responsável pelo acidente, pois não teria dado a preferência ao fazer uma conversão à esquerda.

Os dois veículos estavam trafegando em direções opostas em uma movimentada avenida de duas mãos. Depois da colisão, por motivos de segurança, a Uber retirou das ruas seus veículos modificados, que, além de Tempe, também estão rodando em testes em vias públicas de San Francisco, na Califórnia, e em Pittsburgh, na Pensilvânia.

O acidente indica as limitações da tecnologia autônoma em automóveis, que hoje usa câmeras, sensores e, no caso da Uber, o Lidar, uma espécie da radar que usa lasers para “escanear” o ambiente em torno do carro. Mesmo essa visão de 360º não foi suficiente para evitar a batida.

Esse não é o primeiro incidente envolvendo carros experimentais autônomos da empresa de transporte por aplicativo. Recentemente, outro Volvo “furou” um sinal vermelho na Califórnia, supostamente com um engenheiro no comando do veículo (durante os testes, um funcionário da empresa está sempre no assento do motorista, pronto para assumir o volante em caso de falha do sistema ou outro imprevisto).

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors