Vídeo: Up! TSI eleva o nível de motores 1.0

Novo propulsor entrega desempenho, economia e diversão na mesma moeda

  1. Home
  2. Vídeos
  3. Vídeo: Up! TSI eleva o nível de motores 1.0
Lukas Kenji
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


“Motor 1.0 não anda nada”. A frase desferida em qualquer bate-papo sobre carros está com os dias contados. O protagonista desta façanha é um velho conhecido, o Volkswagen Up!. Só que agora ele possui como aliado um tal de motor 1.0 TSI. Nele, a cilindrada é só um detalhe. Porque a realidade mostra um propulsor superior a muito 1.6 vendido por aí.

São 101/105 cv de potência a 5.000 rpm disponíveis com gasolina e etanol, respectivamente. Mas o que faz toda a diferença e transforma esse carrinho em um verdadeiro produtor de diversão é o torque. São 16,8 kgf.m de força distribuída para o eixo dianteiro já aos 1.500 giros. Uma breve acelerada e toda a brutalidade do propulsor de 13,5 quilos já está a disposição.

O índice de torque é igual ou superior em relação a diversos blocos 1.6. Exemplos são o Hyundai HB20 (16,5 kgf.m), Ford New Fiesta (16 kgf.m) e o primo Volkswagen Fox com configuração de 16 válvulas, que entrega os mesmos 16,8 kgf.m.

O que faz toda a diferença em matéria de performance é o fato de o Up! ser levinho. São 951 quilos. Ou seja, a relação massa/torque é de 56,6 kgf.m. Bom, para ficar mais fácil de entender o poderio deste propulsor, é preciso enunciar estes números: 0 a 100/h em 9,1 segundos e velocidade máxima de 184 km/h.

Tal desempenho pode ser explicado ao prestrar um pouco de atenção nas características básicas do motor. Ele tem turbocompressor, injeção direta de combustível a 250 bar de pressão, alta taxa de compressão (10,5:1) e duplo comando de válvulas variável. Mais detalhes sobre o motor podem ser conferidos neste link.

Mas se você ainda está torcendo o nariz para este motorzinho cheio de pompa achando que ele é um turbinado beberrão, aí é que você se engana. Este é o propulsor mais econômico do Brasil, com exceção dos híbridos. Na cidade, o consumo de combustível aferido pelo Inmetro é de 13,8 km/l e 9,6 km/l com gasolina e etanol, respectivamente. O índice é de 16,1 km/l e 11,1 km/l na estrada.

E aí, mudou de ideia? Pois se você ficou interessado no produto, saiba que o bloco TSI está disponível a partir da versão Move, que pede R$ 43.490. Ela já dispõe de ar-condicionado, direção hidráulica e rádio. O problema é que a nova versão testada pela WebMotors, chamada de Speed Up!, sai por R$ 49.990. Ela traz como diferenciais apenas itens estéticos como retrovisores e faixas laterais na cor azul, teto, miolo do para-choque, painel e tampa do porta-malas pintados de preto, além de rodas de liga leve de 15 polegadas.

Já que trata-se de uma versão especial, o Speed Up! poderia trazer suspensão mais durinha e um pouco mais no chão, uma vez que o compacto tem posição de dirigir alta e nada esportiva.

Um ponto positivo é que a relação da transmissão manual de cinco velocidades foi alongada. O carro continua pedindo passagem mesmo quando aponta aos 100 km/h na quinta marcha. Ou seja, ela mantém o apetite em grandes escalonagens ao contrário do câmbio acoplado ao motor convencional do Up!, chamado de MPI.

Agora, se você ainda ficou encucado com o preço do Up! TSI, é preciso levar em consideração o tipo de uso a ser dado ao carro. Isto é, se sua necessidade é ter um automóvel que ande bem e seja econômico, o Volkswagen é uma ótima opção. Mas se você não dispensa espaço para a família e as tralhas, o carrinho passa a não ser o ideal.

Isso porque as medidas do Up! não foram alteradas. São 2,42 metros de entre-eixos, 1,64 m de largura, 1,50 m de altura e 262 litros de porta-malas. Apenas o comprimento foi alongado - são 3,64 metros -, mas isso não se reflete em conforto porque a alteração ocorreu no para-choque frontal do veículo, que aumentou 4 centímetros para comportar componentes do novo motor.

Embora o Up! fique devendo em espaço com relação a concorrentes no mesmo patamar de preço, ele entrega outros atributos menos destacados, mas que são de suma importância na hora de escolher um novo carro. Ele é o compacto mais seguro do Brasil, conforme testes de impacto do Latin Ncap, e possui o melhor valor de reparabilidade, de acordo com estudos do CESVI (Centro de Experimentação e Segurança Viária).

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors