Onix Plus, Virtus e HB20S lado a lado para o comparativo

HB20S, Onix Plus e Virtus: qual é o melhor sedã?

Comparativo do WM1 reúne os principais compactos premium do mercado para responder: qual vale seu investimento?


  1. Home
  2. Comparativos
  3. HB20S, Onix Plus e Virtus: qual é o melhor sedã?
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Duas patadas foram dadas no Volkswagen Virtus, o grande líder do segmento de sedãs compactos premium... Que não são tão pequenos assim.

De onde vieram as patadas? Hyundai e Chevrolet se movimentaram e saíram do lugar tradicional para lançar produtos recheados de tecnologia que (talvez) fossem capazes de superar o até então todo-poderoso líder da categoria.

Com vocês, exclusivamente aqui no WM1, o grande desafio dessa categoria no ano de 2019: Chevrolet Onix Plus e Hyundai HB20S contra o bom modelo da Volks.

Mas sem duplinha, é cada um por si! Tudo para saber qual é o melhor sedã.

icon photo
Legenda: Virtus é o mais comprido, largo e também o com maior porta-malas. Mas qual é o melhor sedã?
Crédito: Ricardo Rollo/WM1

As versões

Para este embate, levamos a campo as versões topo de linha do Onix Plus (a Premier com todos os opcionais, de R$ 77.900) e do HB20S (Diamond Plus AT6 1.0T, de R$ 82.240). As duas encaram a configuração intermediária do Virtus, a Comfortline 200 TSI, de R$ 78.590.

Por que não o Virtus Highline, que começa em R$ 84.290? Primeiro, porque ele é mais caro e neste comparativo reunimos as melhores opções entre os três carros que não ultrapassem muito a faixa de R$ 80 mil. Segundo, porque também não havia um Highline de topo disponível para a disputa.

Equipamentos

Como falamos, o Virtus avaliado foi um Comfortline 200 TSI por falta da opção Highline. E mesmo custando praticamente o mesmo que os "novatos", ele fica atrás por diversos aspectos. A começar pela ficha de equipamentos em termos de segurança.

O Virtus tem só quatro airbags (Onix e HB20S têm seis, cada), porém, traz controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa como os rivais. De exclusivo, ou seja, algo que nenhum dos outros dois tem, oferece sistema de bloqueio eletrônico do diferencial.

O HB20S Diamond Plus, como dissemos, traz praticamente todos esses itens e ainda chega com câmera de ré, bancos e volantes revestidos de couro, retrovisores eletricamente rebatíveis, monitoramento de pressão dos pneus, chave presencial.

Como destaque, dois sistemas que só o Hyundai tem:  de frenagem autônoma de emergência e alerta sonoro de mudança de faixa.

Já o Onix Plus Premier também vem com couro nos bancos e volante, ar digital, acendimento automático dos faróis, ar-condicionado automático, sensor de estacionamento dianteiro e chave presencial.

Mas seus grandes destaques, exclusivos, são o carregador de celular por indução, sistema wi-fi para até sete pessoas, OnStar com serviços de concierge, alerta de ponto cego e assistente de estacionamento automático.

Para tentar se igualar, o Virtus faz uso de opcionais - e assim chega a R$ 81.725. Ganha chave presencial, sensor de estacionamento dianteiro, ar automático, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, monitoramento dos pneus, volante multifuncional com borboletas para trocas de marcha e exclusivo sistema detector de fadiga.

Conforto

Ok, lista de equipamentos inteira posta à mesa dos três carros. Temos um Virtus de R$ 81.725, um Onix Plus de R$ 77.900 e um HB20S de R$ 82.240. Considerando equipamentos, tecnologia, segurança e preço, portanto, o Chevrolet sai na frente, seguido pelo sedã da VW, com o Hyundai em terceiro - mesmo que este seja um dos mais completos.

Outro ponto de extrema importância em um comparativo de sedãs familiares é o espaço interno. Nesse quesito, o Virtus continua como o campeão, com grande vantagem em relação aos concorrentes.

Ele é consideravelmente maior que os rivais e se aproveita disso para entregar mais espaço e conforto aos passageiros. Além disso, seu porta-malas também é maior: são 521 litros no Virtus; 469 litros no Onix Plus e 475 litros no HB20S.

Importante dizer que o acerto da suspensão do Volkswagen ainda é um trunfo. Para quem gosta de dirigir, é importante saber que ele é consideravelmente mais firme que Onix e HB20S, mas sem causar desconforto. Na prática, é entre os três o que mais tem estabilidade.

Motor econômico? Tem nos três

Agora vamos falar de outro quesito de extrema importância: motorização e tecnologia aplicada no conjunto mecânico.

É verdade que o Virtus já havia "subido o sarrafo" de qualidade no segmento por utilizar o eficiente motor 1.0 TSI da Volkswagen. Turbo, flex, com injeção direta de combustível, é capaz de render até 128 cv e 20,4 kgf.m de torque.

A GM seguiu os preceitos do adversário e também fez o Onix Plus dar um belo salto em relação ao Prisma. O sedã da Chevrolet utiliza motor turbo também extremamente moderno. Ele só não tem injeção direta, mas rende bons 116 cv e 16,8 kgf.m com etanol.

A Hyundai, idem: o motor Kappa 1.0 TGDI tem turbo, injeção direta e pode gerar 120 cv e 17,8 kgf.m com combustível vegetal no tanque.

Consumo, segundo o Inmetro:

  • Virtus faz 7,8 km/l na cidade e 10,2 km/l na estrada com etanol; 11,2 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada com gasolina.
  • Onix Plus faz 8,3 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada com etanol; 11,9 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada com gasolina.
  • HB20S faz 8,8 km/l na cidade e 11 km/l na estrada com etanol; 12,7 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada com gasolina.
  • Os três - absolutamente os três - têm câmbio automático de seis marchas. Assim como a mesma padronização de suspensão: independente do tipo McPherson na dianteira e por eixo de torção, na traseira.

    Em termos mecânicos, portanto, o Virtus é o mais forte, potente e o que anda mais. Só que o HB20 é o que menos bebe. Nos dois quesitos, o Onix fica no meio-termo.

    O desempate

    Temos até aqui três bons carros. Um mais espaçoso e poderoso em desempenho (Virtus). Outro mais econômico e completo, mas também mais caro e um pouco mais apertado (HB20S).

    E um que soma o melhor dos dois lados, o Onix Plus, que tem como grande diferencial a excelente quantidade de tecnologias exclusivas nunca antes vistas na categoria. Entre elas, carregador de celular por indução, alerta de ponto cego, assistente de estacionamento automático etc.

    icon photo
    Legenda: Ordem do comparativo vai se desenhando... Onix Plus, Virtus e HB20S? Veja mais abaixo...
    Crédito: Ricardo Rollo/WM1

    Em relação à central multimídia, todas são muito boas, intuitivas e  fáceis para fazer uma conexão via Bluetooth de celular. As três também oferecem conectividade via Apple CarPlay e Android Auto, algo primordial nos dias de hoje.

    A central MyLink do Onix fica um pouco à frente, pela qualidade e rapidez da tela em relação aos movimentos táteis. Ela é seguida pela da Volks e, por fim, pela da Hyundai.

    Beleza põe mesa

    E, outro ponto que define compra: qual é o mais bonito? Ou você vai dizer que beleza não é um fundamento importante para o brasileiro na hora de comprar o carro?

    Na opinião do WM1 (lembrando que design é relativo e pode mudar de pessoa para pessoa), o Onix é o que tem o design mais bem resolvido: harmônico, agressivo e até cativante quando visto de traseira.

    O Virtus, lançado no começo de 2018, já parece "cansado", como se precisasse de uma reestilização. E o HB20, embora seja mais bonito pessoalmente do que nas fotos, é bem polêmico. Mais um ponto positivo para o Chevrolet.

    É importante a gente lembrar aqui dos problemas que o sedã da GM vem enfrentando.  Houve ocorrências de incêndio causadas por uma falha em um software de gerenciamento do motor - a GM já faz um recall.

    Isso não parece ter afetado as vendas do sedã. Muito pelo contrário: ele emplacou 8.092 unidades em novembro e já ultrapassou o Virtus, ex-líder da categoria.

    Tem mais: o Onix também é o mais bem acabado entre os três. O três-volumes da Chevrolet tem o melhor nível de materiais internos, fechamentos e ajustes de cabine mais bem feitos e tem ainda o cockpit mais bonito e bem estruturado para quem gosta de dirigir.

    Nesse quesito, o HB20S fica em segundo, mesmo com seu painel mais conservador, por ser mais novo e bem feito. Já o Virtus fica em terceiro por não ter um nível de acabamento condizente com o preço.

    Quem ganha?

    Falamos nos equipamentos do Onix Plus, mas vamos ressaltar novamente os fatos que o fazem ficar com a medalha de ouro: central multimídia com a nova geração do sistema MyLink, sistema de internet 4G com roteador wi-fi, OnStar, carregador de celular por indução, alerta de ponto cego e, claro, o menor preço .

    Medalha de prata para o Virtus, mesmo que seu projeto seja mais antigo (ou melhor, menos novo) que o do HB20S. O sedã da VW é maior, tem mais espaço para passageiros e porta-malas, anda mais e, ainda, assim custa menos que o rival da Hyundai.

    E, por fim, o HB20S fica com o bronze. Por custar mais, ter o desenho mais estranho e ser o mais apertado da turma. Mas vale destacar que nunca antes na história desse país um terceiro colocado ficou tão perto do segundo como aqui...

    Portanto, design, tecnologia, conectividade, bom acabamento e principalmente preço nos mostram porque o Onix Plus é a escolha para sua garagem. O sedã é quem propõe o melhor equilíbrio entre todos os atributos que um carro deste segmento precisa ter e também é quem oferece o melhor custo-benefício.

    Com Lukas Kenji e Renan Rodrigues

    Veja mais comparativos do WM1

     

    Comentários

    Ofertas Relacionadas

    logo Webmotors