Citroën comemora 60 anos de existência do lendário 2 CV

Carro foi exposto em evento de lançamento do Grand Picasso a cena do grandalhão
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Citroën comemora 60 anos de existência do lendário 2 CV
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Como ocorre naturalmente o WebMotors sempre antecipa um acontecimento da indústria automotiva. Durante o lançamento do Citröen Grand Picasso a marca francesa fez uma homenagem ao aniversário de 60 anos do 2 CV.

O WebMotors fez uma matéria com o título Citroën comemora os 60 anos de um ícone, o 2CV em fevereiro deste ano.
Simples e ao mesmo tempo inovador, o “dedeuche”, como era carinhosamente chamado em seu país natal, ou “dechevô” pronúncia de 2 CV, em francês no Brasil, foi um dos responsáveis pela motorização da França no pós-Segunda Guerra. Era um carro barato, resistente e extremamente prático.

Em abril de 1976, a Citroën lançou o 2 CV Spot com 1.800 exemplares produzidos, primeiro de uma sucessão de séries limitadas. Em março de 1985, o 2 CV Dolly e, em outubro de 1990, veio o famoso 2 CV Charleston, com carroceria bicolor. De carro-ferramenta, o 2 CV foi se transformando em carro para jovens e mulheres, razões pelas quais foi ficando mais alegre e refinado. Há de acrescentar que o 2 CV oferecia uma vantagem eminentemente feminina: ele oferecia por um preço módico, o luxo de poder andar de conversível.

Ficha rápida

Idade: 60 anos.

Local de nascimento: departamento de engenharia da Citroën na época instalado 48 rue du Théâtre em Paris 15°, centro de testes da Ferté-Vidame Eure-et-Loire e usina de Levallois situada 54 quai Michelet, destruída em 1988.

Características de origem: motor de 375 cm³ de 2 cilindros em posição horizontal refrigerado com ar que permitia chegar a 60 km/h, caixa de câmbio de três marchas + uma sobre-multiplicada, suspensão com grande curso, e entre alguns detalhes divertidos, limpador de pára-brisa acionado pelo cabo do velocímetro! O 2 CV era econômico e ecológico antes do tempo, já que seu consumo de gasolina era da ordem de 20 a 25 km/l.

Linha do tempo


Quinta-feira, 7 de outubro de 1948: primeira aparição no 35° Salão do Automóvel, no Grand Palais em Paris.

Julho de 1949: entra em fabricação na fábrica de Levallois com o nome de 2 CV A. Ele é uniformemente cinza e equipado com motor de 375 cm³ 9 cv.

1951: lançamento da versão caminhonete, o 2 CV AU U para utilitário.

1952: o cinza metalizado é substituído pelo cinza único mais escuro.

1953: a grade frontal muda de visual. O oval que envolve os chevrons é suprimido. Os assentos de pano cinza são substituídos por assentos de pano escocês.

1954: lançamento de um novo modelo, o 2 CV AZ. Ele é equipado com motor de 425 cm³ 12 cv, velocidade máxima de 78 km/h e de embreagem centrífuga. O 2 CV AU é substituído pelo 2 CV AZU, equipado com o novo motor.

1956: O 2 CV é proposto em versão AZL para luxo. Seu motorista usufrui, enfim, do prazer da remoção de gelo do pára-brisa, de capota em cores e de um grande pára-brisa traseiro.

1958: surge o 2 CV AZLP para porta de porta-malas. Apresentada a versão 4x4 “Sahara”, dotada de dois motores de 425 cm³ - um acionando as rodas dianteiras, o outro as rodas traseiras.

1959: fim do cinza como cor única com o aparecimento do azul.

1960: novo capô com grade frontal removível em alumínio embutido.

1963: novo motor de 425 cm³ 18 cv e 95 km/h e saída simultânea de uma nova versão com um acabamento melhorado: o 2 CV AZAM.

1964: colocam-se as portas invertidas no bom sentido.

1965: adoção de um terceiro vidro lateral em cima do pára-lama traseiro. O 2 CV sedã passa a ser assim uma limusine.

1970: lançamento do 2 CV 4 435 cm³ e do 2 CV 6 602 cm³. No mesmo ano, a Citroën organiza um passeio de 16.500 km: a corrida Paris-Kabul-Paris.

1971: incansável, o 2 CV completa uma corrida ida e volta entre Paris e Persépolis, com 13 500 km.

1972: a Citroën organiza o primeiro PopCross, que se transformará na Copa da França de 2 CV Cross, uma competição automobilística ainda muito popular em 2008.

1973: o 2 CV se lança na Corrida da África: 8.000 km de Abidjan Costa do Marfim a Tunis Tunísia atravessando o deserto do Saara.

1974: os faróis redondos dão lugar a faróis retangulares. Ele ganha uma nova grade frontal de cinco lâminas de plástico com os chevrons integrados.

1975: lançamento do 2 CV Especial. Ele recupera seus faróis redondos e perde o terceiro vidro lateral.

1976: lançamento da série especial 2 CV Spot.

1979: o 2 CV 6 passa a ser o 2 CV Clube. O 2 CV Especial 435 cm³ passa a ser o 2 CV 6 Especial 602 cm³.

1980: lançamento do 2 CV Charleston em série especial. O sucesso de sua aparência retrô é tal que ele passa a ser produzido em série no ano seguinte, com faróis cromados.

1986: a “Deux-pattes”, o monumento histórico automobilístico, é apresentado em série limitada Cocorico.

Fevereiro 1988: a produção do 2 CV termina na França na fábrica de Levallois, porém sua comercialização continua durante mais 29 meses.

Gosta de compactos?

Então veja aqui em nossos estoques a melhor oferta para você:

Ford Ka

Lamborghini

smart fortwo

Mini

____________________
Leia também:

SEGREDO! – Fiat 500 é flagrado em teste no Brasil

SEGREDO! – Jinbei Haise chega ao país para substituir Besta

SEGREDO! – Fiat Linea custará entre R$ 55.028 e R$ 59.908

SEGREDO! - Toyota divulga a clientes fotos do novo Corolla

SEGREDO! – Fiat Bravo já está em testes no Brasil

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors