Abastecendo São Paulo

  1. Home
  2. Bolso
  3. Abastecendo São Paulo
Roberto Scaringella
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Algumas décadas já se vão do debate a respeito do transporte de carga, em especial sobre as entregas urbanas. A cidade cresce, o trânsito aumenta, circular torna-se cada vez mais difícil e muitas vezes perigoso.

Hoje são licenciados perto de 500 veículos novos a cada dia útil. A escassez de espaço viário, que é um bem público, enfatiza o debate da circulação de veículos de carga.

A instituição das Zonas Máximas de Restrição de Caminhões – ZMRC – tem ajudado o trânsito em áreas vitais da cidade.

Depois de tanto tempo debatendo a carga noturna, o decreto de abril último do Prefeito José Serra significou um avanço no esforço de racionalizar a demanda de viagens na cidade e determinou a mudança de hábitos, rotinas e a introdução em escala maior da logística, tanto das empresas de transporte como dos centros de distribuição e dos estabelecimentos a serem visitados pelos consumidores finais.

O esforço de adaptação a uma nova disciplina geral do processo de abastecimento de uma cidade como São Paulo não é uma tarefa simples, porque também não é simples qualquer processo de mudança de rotinas e hábitos.

Um ensinamento de todo esse debate que precedeu e mesmo posterior ao referido Decreto, a partir do testemunho e depoimentos das grandes redes de estabelecimentos, especialmente os hiper e supermercados foi de que a introdução das centrais de distribuição na cadeia de abastecimento entre a loja e o fornecedor reduziu significativamente o número de caminhões circulando, especialmente os grandes.

Nesse caso há uma identidade de interesses: o que é bom para o trânsito é bom para a empresa também.

Assim, parece oportuno que se estimule e estenda as já existentes cooperativas de compra, prática das lojas menores, também para o abastecimento das mesmas. Estamos apenas no início de um processo de implementação de tecnologia neste setor, que certamente beneficiará o trânsito paulistano.
______________________________________
Envie e-mail para rstransito@terra.com.br

Roberto Scaringella é engenheiro e jornalista e trabalha na área automobilística desde 1968. Foi fundador e primeiro presidente da CET - Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo, órgão ao qual está de volta, novamente como presidente, na atual gestão Municipal. Scaringella foi também Diretor do Metrô e Presidente do Conselho Nacional de Trânsito

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors