Casamento encerrado: Mercedes não tem mais nada com Chrysler

A marca alemã ainda detinha 20% da fabricante norte-americana, agora a Mercedes abriu mão da dívida de US$ 1,5 bilhões
  1. Home
  2. Bolso
  3. Casamento encerrado: Mercedes não tem mais nada com Chrysler
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Daimler perdoou a dívida da Chrysler de US$ 1,5 milhões em troca dos seus 19,9% de participação na empresa norte-americana. A idéia da Mercedes-Benz era eliminar a possibilidade de ter de arcar com ações trabalhistas da Chrysler, caso a empresa automotiva norte-americana viesse pedir a falência.

Dentro do acordo, a Mercedes também concordou em pagar US$ 200 milhões ao fundo de pensão da empresa norte-americana.

O casamento entre Mercedes-Benz e Chrysler ocorreu em 1998, a união das duas empresas gerou a DaimlerChrysler AG. O laço entre os alemães e norte-americanos durou quase 10 anos. Em 2007, a joint-venture foi encerrada e alemã ficou com os resquícios. A Daimler já havia tentado se livrar da Chrysler, mas ambas não chegavam a um acordo.

Modelos como o 300 C versão sedã e perua, Pacifica minivan e Crossfire foram desenvolvidos pelas duas empresas. Pelo acordo firmado entre as duas empresas, a Daimler ficava responsável por fornecer tecnologia e a Chrysler em distribuir e operar. Atualmente a Chrysler detém as marcas Dodge, Jeep e GEM Global Electric Motorcars.

No Brasil, quem comanda a comercialização dos veículos da marca é a empresa CJD do Brasil. A empresa hoje faz parte a Abeiva Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores e tem uma participação relevante no mercado nacional, comercializando 1.000 unidades ao mês.


Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

Gosta dos veículos da Chrysler?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas:

Chrysler

PT Cruiser

Crossfire

Neon

Leia também:

Veja quantos mínimos são necessários para um carro

Toyota quebra hegemonia da GM

Vendas 2008: Ano fecha com crescimento de 14,1%

Versões a gasolina mantêm Toyota SW4 caro demais

Dacia Duster antecipa o Renault anti-EcoSport

Porsche Cayenne S Hybrid deve chegar ao mercado em 2010

Kia Sorento de nova geração estreará no Salão de Seul

SEGREDO - Plano de viabilidade mostra Jeep Grand Cherokee 2011

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors