COP15 atrai fabricantes de veículos elétricos

Conferência da ONU sobre mudança climática leva empresas a demonstrarem seus produtos, menos poluentes que os atualmente à venda
  1. Home
  2. Bolso
  3. COP15 atrai fabricantes de veículos elétricos
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A COP15, ou Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, em Copenhagen, pode não servir para mostrar ao mundo que o grande vilão em termos de emissões de poluentes e gases que agravam o efeito estufa não é o automóvel, mas sim o consumo de carne, mas será o palco ideal para muitas empresas mostrarem que, mesmo não sendo as principais responsáveis pela mudança do clima no mundo, elas estão fazendo alguma coisa. Copenhagen se transformou em um grande espaço para demonstração de novas tecnologias automotivas.

A primeira a anunciar participação por lá foi a Tesla, fabricante do Roadster e do futuro sedã Model S. Na capital dinamarquesa, a empresa colocará uma frota de seus veículos à disposição daqueles que quiserem andar em um carro elétrico e dissociar a imagem de lentidão desse novo sistema de propulsão. O Roadster acelera de 0 a 100 km/h em 3,7 s...

Outra que também colocará seus veículos elétricos para trabalhar é a Renault. A marca francesa, que já anunciou a intenção de começar a vender carros elétricos em 2011, levará à conferência o Fluence Z.E., baseado no futuro substitudo do Mégane Sedan, o Kangoo Van Z.E. e o Renault Kangoo be bop Z.E..

Mais discretas, as francesas Peugeot e Citroën apenas mostrarão seus novos veículos, respectivamente o iOn e o C-Zero, ambos derivados do Mitsubishi i-MiEV. Aliás, circulam boatos no mercado de que a PSA, que controla Peugeot e Citroën, deve comprar o controle acionário da Mitsubishi. Boatos assim, sobre a aliança entre Suzuki e Volkswagen, foram confirmados, o que indica que essa história também pode ter fundamento.

Outra que exibirá novidades é a RUF, que, depois de criar o eRUF, uma versão totalmente elétrica do Porsche 911, resolveu fazer o mesmo com o Cayenne, rebatizado de eRUF Stormster. Segundo a empresa, o primeiro utilitário do mundo totalmente elétrico teria autonomia de 200 km com uma carga completa, aceleração de 0 a 100 km/h em 10 s e máxima de 150 km/h, para não acabar com a bateria em pouco tempo. Até porque, para um veículo de quase três toneladas 2.670 kg, acelerar até os 100 km/h em 10 s é uma temeridade.

Mais de acordo com os desejos de veículos racionais e energeticamente eficientes, o Think, carrinho elétrico norueguês, também esteve presente à conferência com uma frota de 15 unidades. A marca, que já pertenceu à Ford e quase morreu nas mãos da gigante norte-americana, deve ver no evento uma oportunidade de se mostrar viável. Se depender daqueles que torcem por meios de transporte mais limpos, todos os veículos mostrados na conferência estarão nas ruas não para exibições, mas sim para venda e transporte efetivo.

Giga Feirão

_________________

Twitter
_________________

Gosta de urbaninos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

smart fortwo

Fiat Cinquecento

Ford Ka

Mini

Daihatsu Cuore

Hyundai Atos

Leia também:

Up! Lite antecipa futuro híbrido compacto da Volkswagen

Saiba como anda o desenvolvimento do triciclo Pompéo

Citroën revela sua versão para Mitsubishi i-MiEV, o C-Zero

Renault começará eletrificação com o Twizy

Renault Fluence vai a Frankfurt como elétrico

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors