Guia de compra – Kia Sportage

Veja aqui tudo o que você precisa saber para comprar esse valente utilitário esporte!
  1. Home
  2. Bolso
  3. Guia de compra – Kia Sportage
Alexandre Ramos
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O Kia Sportage representa, de uma certa forma, uma revolução no mercado brasileiro. O fato é que os carros coreanos sempre enfrentaram um sério problema de imagem por aqui e esse utilitário, que vendeu cerca de 15.300 unidades entre os anos de 1995 e 2003, é um verdadeiro sucesso. Para se ter uma idéia, é o segundo veículo mais vendido da marca, ficando apenas atrás da Besta, que teve mais de 50 mil unidades comercializadas desde o início de sua importação. Mas são veículos de mercados totalmente distintos.

O Sportage foi lançado na Coréia em 1994 e apenas um ano depois já desembarcava em solo nacional. Trazia inicialmente apenas a versão DLX, equipada com motor a diesel de quatro cilindros em linha 2.2, aspirado, com parcos 65,3 cv. Muito pouco para um carro de 1.531 kg. Entre os itens de série estavam a direção hidráulica, coluna da direção e banco do motorista com regulagem de altura. Ar condicionado, pintura metálica, rodas de liga leve, quebra-mato frontal cromado, suporte para estepe e faróis de neblina eram os opcionais.

Em 1996 chega a versão com motor 2.0 16V a gasolina, com 128 cv e passa a ser oferecida a opção de transmissão automática. Em 1999 a Sportage ganha uma nova motorização, um turbodiesel 2.0 de 87 cv, no lugar do antigo motor aspirado. Mudam ainda a grade, pára-choque dianteiro, faróis com superfície complexa e lentes lisas, lanterna traseira e painel de instrumentos. É lançada também a versão Grand, com porta-malas de 520 litros de capacidade contra os 384 litros da versão curta. E em todos os Sportage o ar condicionado passa a ser de série.

Em 2001 deixa de ser oferecido o motor a gasolina e em 2003 o carro deixa de ser feito na Coréia para dar lugar à nova Sportage, que é lançada no Salão de Paris de 2004.

A maior parte dos donos de Sportage consultados para esta matéria se mostrou satisfeita com o carro; eles consideram a robustez, economia de combustível e até mesmo o visual “parrudo” como seus grandes destaques. As ressalvas ficam por conta do desempenho, principalmente nas versões a diesel aspiradas e a gasolina; o acabamento, que na opinião deles poderia ser melhor. E, finalmente, na falta de itens de segurança importantes, que já são encontrados até mesmo em veículos de categorias inferiores, mas nunca foram oferecidos no Sportage, caso dos freios ABS e airbags.

Entretanto, o triunfo de um carro usado ocorre quando o dono está satisfeito e cogita a troca por outro veículo do mesmo modelo, mais novo ou até mesmo zero km. E, no caso do Sportage, a maioria optaria por outro Sportage. Ponto para ele.

Comprando um Sportage usado

Verifique a existência de vazamentos de óleo, principalmente nas versões movidas a diesel. Verifique as juntas do motor cabeçote e cárter, principalmente e desconfie de motores que foram lavados recentemente. Isso pode omitir a presença do defeito.

Os faróis de neblina se soltam com facilidade, chegando a cair em alguns casos. A solução por parte de alguns proprietários tem sido a colocação de presilhas extras, de metal, para garantir que os faróis não se soltem. Defeito mais comum nas versões a diesel, que apresentam maior vibração ao funcionar.

O acabamento é uma das grandes queixas dos donos de Sportage. Veja se os plásticos do painel e das portas não apresentam rachaduras ou remendos. Os tecidos dos bancos também apresentam uma certa fragilidade e, em alguns casos, as costuras se soltam. No caso dos acabamentos das portas, em veículos que rodam em regiões muito quentes pode haver deformações nas peças.

O ventilador do motor funciona por meio de acoplamento viscoso; existe uma espécie de gel que faz com que ela acople e desacople de acordo com a temperatura. Esse gel, em certos casos, pode ressecar e a ventoinha não funciona corretamente. Verifique cuidadosamente a temperatura de funcionamento do motor quando for examinar algum veículo, de preferência em trânsito pesado.

Existem ainda possibilidades de problemas nas mangueiras do sistema de acionamento da tração 4x4, que é a vácuo, e do sistema de alimentação do motor. Veja se essas mangueiras estão em bom estado, se não estão ressecadas ou com remendos, para evitar dores de cabeça posteriores. Boa sorte!

Gosta do Kia Sportage?

Então veja aqui em nossos estoques o modelo mais adequado para você:

Kia Sportage

Veja nossa lista completa de guias de compra:

Fiat Uno Mille

VW Golf
Ford EcoSport
Chevrolet Zafira
Fiat Palio Weekend
Chevrolet Celta
Ford Focus
Fiat Stilo
Volkswagen Parati
Peugeot 307
Chevrolet Astra - 1995-2006
Toyota Corolla - 1998-2002
Vectra II - 1996-2005
Honda Civic - 1997-2005
Chevrolet Corsa 1994-2005
Ford Fiesta - 1995-2002
Fiat Palio 2001-2004
Fiat Palio 1996-2000
VW Gol Geração III
VW Gol Geração II
VW Gol BX - Geração I
________________________________

Quer receber nossa newsletter e boletins de manutenção de seu carro? Então se cadastre na Agenda do Carro clicando aqui e receba boletins quinzenais com as notícias mais quentes!
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors