Os carros mais baratos do Brasil pós-quarentena

Com alta do dólar e reajuste nos preços de quase todas as marcas, fizemos a lista dos atuais cinco modelos mais em conta

  1. Home
  2. Bolso
  3. Os carros mais baratos do Brasil pós-quarentena
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A quarentena mundial causada pelo coronavírus passa pelo planeta e ainda afeta o Brasil. Isso refletiu em rompimentos econômicos de diversos mercados e significativas altas do dólar, principalmente em nosso país. Aos poucos, porém, as coisas começam a se acertar. Afinal, depois desse impacto nocivo à nossa economia, quais são atualmente os carros mais baratos do Brasil?

Abaixo vamos listar quais são esses modelos 0 km de acordo com as tabelas oficiais de preços de julho de 2020 e considerar somente os que são fabricados e vendidos para o público em geral, sem impostos, promoções ou isenções específicas. Os valores mencionados serão sempre os menores possíveis, sem o acréscimo de opcionais ou acessórios e cobrança de taxas e/ou frete.

1. Renault Kwid: R$ 34.990

O hatch pequenino da Renault chamado por muitos de "SUV dos compactos" segue com o título de carro mais barato do Brasil. A versão de entrada, Life, vale atualmente R$ 34.990 (quando foi lançada, em julho de 2017, custava R$ 29.990) e vem só com sistema de abertura interna do porta-malas, pré-disposição para som, ar-quente e desembaçador do vidro traseiro. O carro também tem quatro portas, importante destacar.

No quesito segurança, vem com os obrigatórios ABS e airbag duplo, e cintos de segurança traseiros de três pontos e apoios de cabeça para cinco ocupantes, além do sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis. O motor 1.0 flex tem três cilindros, 70 cv e 9,8 kgf.m de torque com etanol (66 cv e 9,4 kgf.m com gasolina) e recebe comandos de uma caixa de câmbio manual de cinco marchas.

Renault Kwid Intense
icon photo
Legenda: Renault Kwid é o carro mais barato do Brasil em julho de 2020
Crédito: Divulgação

2. Fiat Mobi: R$ 36.990

Por R$ 2 mil a mais que o Renault Kwid você encontra a versão mais "pelada"do Fiat Mobi, seu rival direto em proposta e porte (também com quatro portas). O subcompacto da marca italiana é feito sobre a mesma plataforma do Uno, mas com traseira encurtada e algumas diferenças visuais.

Por baixo, é movido por um motor 1.0 flex de quatro cilindros de 75 cv e 9,9 kgf.m de torque com etanol (73 cv e 9,5 kgf.m com gasolina) e caixa de câmbio manual de cinco marchas. Entre os itens de série, oferece freios ABS e airbag duplo, banco traseiro bipartido e rebatível e termômetro da água do motor.

Fiat Mobi Drive branco em movimento na rua com os faróis acesos
icon photo
Legenda: Fiat Mobi é o carro mais barato do portfólio Fiat e, em julho de 2020, o segundo modelo mais barato do Brasil
Crédito: Divulgação

3. Fiat Uno: R$ 45.890

A FCA emplaca mais um modelo nessa lista de carros mais baratos do Brasil: o Fiat Uno, terceiro colocado. Feito lado a lado com o Mobi, o carrinho é produzido sobre a mesma plataforma desde 2010 mas mecanicamente utiliza o motor tricilíndrico Firefly de 77 cv e 10,9 kgf.m de torque com etanol (72 cv e 10,4 kgf.m com gasolina) e câmbio manual de cinco marchas.

Entre os equipamentos, tem os obrigatórios freios ABS, airbag duplo, cintos traseiros de três pontos e apoio de cabeça para cinco ocupantes, mas por ser maior e mais caro que o Mobi, agrega alguns itens como travamento central das portas, desembaçador do vidro traseiro, repetidores laterais de seta, coluna de direção ajustável, vidros elétricos dianteiros, direção hidráulica, conta-giros no painel e até ar-condicionado.

fiat_uno_drive.jpg
icon photo
Legenda: Fiat Uno Drive é o terceiro carro mais barato do Brasil em julho de 2020
Crédito: Divulgação

4. Hyundai HB20: R$ 47.990

O Hyundai HB20, vice-campeão de vendas do mercado brasileiro há alguns anos - sempre atrás do Chevrolet Onix/Joy -, é atualmente o quarto carro mais barato do mercado brasileiro.

A versão de entrada, Sense, vem de série com os equipamentos obrigatórios de segurança citados nos carros acima e tem também Isofix, direção elétrica, ar-condicionado, banco do motorista com ajuste de altura e vidros elétricos dianteiros, além de rádio com conexão Bluetooth, entrada USB, computador de bordo e volante multifuncional.

O motor também tem três cilindros, da família Kappa, com 80 cv e 10,2 kgf.m de torque com etanol (75 cv e 9,4 kgf.m com gasolina). O câmbio, assim como dos outros modelos mencionados, é manual de cinco marchas.

icon photo
Legenda: Hyundai HB20, o quarto carro mais barato do país, também está entre as boas ofertas do Mega Feirão Webmotors
Crédito: Reprodução

5. Ford Ka: R$ 48.380

Curiosamente, o quinto colocado dessa lista é o Ford Ka, o que deixa o Chevrolet Onix/Joy, carro mais vendido do Brasil, para trás - na realidade ele ficou em nono (o velho Joy custa a partir de R$ 52.150), atrás de Volkswagen up! (em sexto, R$ 51.090); Fiat Argo (sétimo, R$ 51.290) e Volkswagen Fox (oitavo, R$ 51.990). O décimo, apenas para fechar a lista, foi o Volkswagen Gol, que atualmente sai por R$ 52.860.

O Ford Ka que entrou nessa lista é o da versão de entrada S, que também utiliza motor 1.0 de três cilindros (são 85 cv e 10,7 kgf.m de torque com etanol e 80 cv e 10,2 kgf.m com gasolina) e câmbio manual de cinco marchas.

Entre os itens de série dessa versão, o carro vem com os equipamentos obrigatórios de segurança por lei (freios, airbags, cintos e encostos de cabeça), ar-condicionado, Isofix, travamento central das portas, banco do motorista com ajuste de altura, vidros elétricos dianteiros, direção elétrica, luz no porta-malas (que tem abertura por comando interno) e coluna de direção com ajuste de altura.

icon photo
Legenda: Ford Ka é o carro mais barato da marca no Brasil e o quinto de todo o mercado
Crédito: Divulgação
Comentários