Vai comprar o primeiro carro? Veja nossas dicas

Para quem acaba de tirar a CNH, confira o que levar em consideração antes de adquirir seu veículo 0 km ou seminovo

  1. Home
  2. Bolso
  3. Vai comprar o primeiro carro? Veja nossas dicas
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Para quem está em vias - ou acaba - de tirar a CNH, a compra do primeiro carro é cercada de expectativas e dúvidas. Mas também não precisa ser um drama. É preciso apenas estar atento a certos aspectos do automóvel e ver se eles atendem ao seu bolso e seus anseios.

WM1 reuniu algumas dicas para quem vai comprar o primeiro carro, seja ele 0 km ou seminovo. Desde consumo e características de manutenção, até mesmo o tamanho do veículo.

Objetivos

A primeira pergunta a se fazer é, para quê preciso do automóvel? Parece óbvio, mas o seu perfil de uso ajuda a definir o tipo de carro que você vai comprar. Por exemplo, se você vai rodar muito por dia, precisa de um carro econômico e com manutenção simples. Vai usar para carregar coisa do trabalho ou viajar? Não esqueça que o porta-malas faz a diferença nesses casos.

Pense até no seu dia dia. Por exemplo, se a rua da faculdade ou do trabalho tem poucas vagas. Um carro compacto ou subcompacto pode ser o mais recomendado. Ou tem muito furto nas proximidades? Talvez seja bom ver os modelos menos visados. E por aí vai...

Consumo

O consumo deve ser um dos itens mais observados para quem vai comprar o primeiro carro. Geralmente, quem acaba de tirar a CNH está com o orçamento curto. Desta forma, todo custo no pós-venda deve ser levado em consideração.

No site do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) é possível ver a média de consumo dos automóveis à venda no país, versão por versão, e já ter uma ideia de quanto determinado carro bebe - em ciclo urbano e rodoviário. As aferições e classificações são feitas pelo Inmetro.

Também é possível checar um veículo seminovo ou usado, uma vez que a tabela pode ser filtrada por anos, desde 2009 - só que nem todos os modelos passavam pelas medições. Se for o caso, pesquise avaliações com o referido automóvel nos testes do WM1 e em outras publicações especializadas para ver o tamanho da sede do automóvel.

Manutenção

Uma questão que muita gente esquece, e que pesa após a compra do carro. É importante pesquisar sobre os valores de manutenção e o custo de peças, tanto de componentes internos como de externos.

Lembre que veículo 0 km é obrigado a passar pelas revisões na concessionária - geralmente até os 60 mil km - para ter direito à garantia de fábrica. Mesmo seminovos com dois ou três anos de uso que ainda estejam cobertos precisam fazer as manutenções restantes na revenda. Neste caso, a grande maioria das marcas informa o preço fixo de cada revisão e o que tem de ser trocado.

Caderno de anotações com uma pilha de moedas em cima, além de caneta, calculadora e um carrinho vermelhor de brinquedo
icon photo
Legenda: É bom fazer as contas de quanto você vai gastar com manutenção, seguro e consumo ao comprar o primeiro carro
Crédito: iStock

Para modelos já fora da garantia, a dica é ver com um mecânico sobre como é para manter o carro. Vale também cotar itens de desgaste comuns em lojas de autopeças ou na própria concessionária, como amortecedores, velas de ignição, pastilhas de freio e trocas do lubrificante recomendado pela montadora. Isso dá um bom parâmetro de quanto você vai gastar.

Dê uma checada também no site do Cesvi Brasil, que elabora um índice de medição do custo de reparabilidade dos automóveis em caso de consertos nas latarias - por pontos. Esse levantamento é usado pelas companhias seguradoras de todo o país e vale para você ter uma ideia de quanto vai gastar em caso de reparos.

Seguro

Tem carro também que é uma maravilha, bonitão, equipado, mas que o seguro custa uma fortuna. Mas é simples não ser surpreendido com a apólice. Veja o automóvel que você está de olho e faça uma simulação online de acordo com seu perfil.

Plataformas como o AutoCompara te dão um valor bem próximo de quanto você vai gastar com o seguro - inclusive, é possível fazer a cotação de vários veículos. Ou então procure um corretor para levantar tais informações.

Cabe na garagem?

Pois é, não adianta comprar um automóvel grandão que sequer cabe na sua vaga do prédio. Fique atento ao tamanho do veículo e dê uma checada nas dimensões do carro - você pode ver isso nos sites das montadoras ou em nosso catálogo.

Tamanho não é documento

Como dito, modelo grande não significa necessariamente conveniência, tampouco conforto e desempenho. Para comprar o primeiro carro é preciso ter em mente a funcionalidade acima de tudo. Se você só vai usar o veículo na cidade, para trajetos curtos e na maioria das vezes sozinho, um hatch pequeno ou subcompacto pode ser a solução.

Mas se você trabalha e leva equipamentos para cima e para baixo dentro do automóvel, é preciso ficar de olho nos porta-malas. Bom também verificar se o modelo em questão rebate os bancos traseiros, o que confere ainda mais espaço. Neste caso, é bom observar a carga útil do veículo, que é o máximo de peso que o carro pode suportar (bagagens+pessoas) - também tem no Catálogo Webmotors.

Equipamentos

Pese os itens que você considere importantes para o seu dia dia a bordo do veículo, mas não esqueça de segurança. ABS, airbags e controles de estabilidade podem parecer pouco atraentes, mas salvam vidas em caso de um acidente - e sem essa de que “ninguém compra carro para bater”.

Além disso, equipamentos como ar-condicionado, direção assistida, trio elétrico e central multimídia são quase obrigatórios hoje em dia. Ainda mais se você não quiser ter o modelo desvalorizado - ou demorar a passá-lo - na hora de revendê-lo. No estoque da Webmotors, é possível filtrar os modelos por equipamentos.

Dirija

Faça um test-drive, seja do carro 0 km ou do seminovo. É importante ver se aspectos como posição de dirigir, espaço, conforto, desempenho e visibilidade agradam. O carro tem de vestir o dono. No caso de usado, é uma boa ver se o modelo faz barulhos esquisitos ao passar em lombadas, paralelepípedos, ou na hora de esterçar o volante ou de frear.

Fique de olho

Se for ver um carro seminovo, leve alguém que já tenha mais experiência na compra de carros. Observe se a lataria está alinhada, se há mossas ou diferenças no tom da pintura. Cheque também o estado dos pneus, do volante e dos pedais, para ver se há sinais de desgaste excessivo.

Se informe

Pesquise sobre reportagens e testes a respeito do automóvel aqui no WM1 e em outros veículos de imprensa. Também procure por fóruns e grupos cujo tema seja o carro, para saber sobre manutenção, versões que podem dar problemas, possíveis defeitos e outras dicas.

 

 

Comentários