Audi R8 - o melhor de Paris

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Audi R8 - o melhor de Paris
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Quando apareceu pela primeira vez, no Salão de Frankfurt de 2003, o Le Mans quattro causou um impacto tão forte que a Audi, dona da Lamborghini, teve de sucumbir aos apelos populares e se dispôs a colocar algumas unidades do carro na rua. O nome do modelo de produção em série está intimamente ligado ao do carro-conceito: R8 é o mesmo do carro de corrida que venceu em Le Mans cinco vezes.

O protótipo trazia motor maior que o do carro de corrida, um belo V10 de 500 cv, mas a versão de produção em série foi mais fiel às origens, adotando um motor V8, mas 4,2-litros, em vez de 3,6-litros, como o do modelo de competição. A potência, de qualquer modo, é menor: 420 cv a 7.800 rpm o motor gira até 8.250 rpm!, com tecnologia FSI, de injeção direta de gasolina. Como convém a boa parte dos carros com espírito “nervoso”, o motor do R8 é central. A tração é integral

Com essa usina, o carro, de 4,43 m de comprimento, apenas 1,25 m de altura e 1.560 kg de peso total, chega a uma velocidade máxima de 301 km/h e vai de 0 a 100 km/h em 4,6 s. Não chega a rivalizar com os Ferrari, Porsche e Lamborghini mais nervosos, mas a idéia é essa mesma: se o Audi fosse pouca coisa mais forte, poderia competir diretamente com os Lamborghini que a marca alemã preza tanto.

O R8 é o primeiro carro em série do mundo a oferecer a opção de trazer todas as suas luzes faróis altos, baixos, DRLs, lanternas e piscas com LEDs, ou diodos emissores de luz, com vida útil muito maior do que a de qualquer carro, ou seja, cuja troca será praticamente impossível. E por uma mera questão de necessidade.

O carro oferece duas opções de câmbio: um de seis marchas, convencional se é que se pode dizer isso de qualquer equipamento presente neste carro e o Audi R tronic, de trocas de marchas seqüenciais, sem ligação mecânica entre câmbio e alavanca. É a tecnologia “shift-by-wire”, uma das “by-wire” que, um dia, transformarão a experiência de guiar um carro semelhante a pilotar um avião. Pelo menos na cabine, ou melhor, habitáculo.

Por dentro, funcionalidade e luxo são as palavras de ordem. O porta-malas, dianteiro, tem capacidade para apenas 100 l, menor que o de um Ford Ka ou de um Kia Picanto, mas perfeitamente capaz de carregar as malas dos dois ocupantes que o carro comporta.

As rodas, de aro 18, com pneus 235/40 na frente e 285/35 atrás, podem ser substituídas por rodas aro 19, ao gosto do freguês. Com encomendas abertas desde hoje, o carro só começará a ser entregue na segunda metade de 2007, com um ritmo de produção de 15 unidades por dia. Tudo artesanal, na quattro divisão esportiva da Audi. O preço? Não divulgado. Honestamente, quem pode comprá-lo não pergunta quanto custa.

Gosta de esportivos?

Então veja aqui anúncios de carros de sonho, todos presentes no WebMotors:

Porsche Cayman

Porsche Boxster

Porsche 911

Ferrari

Lamborghini

Leia também:

Salão de Paris - veja aqui as estrelas do evento!

SEGREDO! - Porsche 911 GT2

ASC Diamondback Viper

Ferrari P4/5

Brabus Rocket, o sedã mais veloz do mundo
________________________________

Quer receber nossa newsletter e boletins de manutenção de seu carro? Então se cadastre na Agenda do Carro clicando aqui e receba boletins quinzenais com as notícias mais quentes!
________________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors