Divisão Motorsport da BMW lança pela primeira vez um modelo movido a diesel

Versões esportivas do X5, X6 e Série 5 impressionam pelo torque e pelo consumo
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Divisão Motorsport da BMW lança pela primeira vez um modelo movido a diesel
Rodrigo Ribeiro
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Quando surgiram os primeiros rumores de que a BMW estava preparando uma série de modelos movidos a diesel em sua divisão Motorsport, muitos entusiastas torceram o nariz. Apesar do sucesso nas pistas de Le Mans, o combustível ainda é considerado por muitos menos nobre do que a gasolina, devido ao ruído do motor e sua baixa capacidade de rodar a altos giros. Bem, o M5 550d xDrive esse é o nome completo dele não passa dos 5 mil rpm, e sua potência de 386 cv podem não impressionar, mas que tal um torque de 75,5 kgfm? Ah, essa força capaz de mover a fábrica da BMW de lugar surge a partir de 2 mil rpm.

Toda essa ignorância potência é gerada por um motor de seis cilindros em linha para os fãs ficarem menos tristes e sobrealimentado por três turbos. Detalhe: as turbinas não são associadas a dois cilindros cada, e sim, ligadas em sequência, baseadas no sistema Twin Power já existente em outros modelos da marca. O motor é ligado a uma caixa automática de oito marchas e a um sistema de tração integral. Pois é, além de diesel, esse M5 também tem tração nas quatro rodas.

Ousadia ou sacrilégio, não é a primeira vez que a Motorsport desvia um pouco de suas raízes. A divisão já havia provocado reações similares com os X5 M e X6 M, lançados em 2009. Com a vantagem que agora as versões diesel dos SUV aceleram tão bem quanto às versões a gasolina 0 a 100 km/h em 5,4 s no X5 M50d e 5,3 s no X6 M50d e são mais econômicos, com médias de consumo de 13,3 km/l e 13,0 km/l, respectivamente. No Série 5 os números impressionam mais, com aceleração cumprida em 4,7 s 4,9 s na versão perua e consumo de 15,9 km/l 15,6 km/l na perua.

Um carro que anda tanto quanto seus equivalentes à gasolina, mas que requer menos paradas no posto de combustível. Se você achou interessante, a BMW do Brasil ainda não compartilha do mesmo sentimento. Além de requerer uma complexa calibração ao nosso péssimo diesel, os modelos dependem de uma polêmica homologação para usar o combustível no País, e provavelmente somente o X5 e X6 conseguiriam tal proeza. Por isso, não espere ver nenhum desses monstrinhos por aqui, pelo menos por enquanto.

Novidades pela frente
A compensação é que os novos modelos da marca já tem data pra chegar no Brasil. A nova geração do Série 1 começa a ser comercializada já no final de fevereiro, enquanto o Série 3 chega no mês seguinte. No segundo semestre estão previstos os X5 e X6 com um leve face-lift e o Gran Coupé – ambos devem fazer aparição no Salão do Automóvel de São Paulo.

_________________

Gosta dos carros da BMW? Então procure-os no WebMotors, que traz as melhores ofertas para você:

Novos da BMW

Usados da BMW

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors