Jaguar XE chega em outubro por R$ 169.900

Pré-venda tem início nesta terça-feira; versão top de 340 cv sai por R$ 299.000

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Jaguar XE chega em outubro por R$ 169.900
Marcelo Monegato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


O novo Jaguar XE terá preço inicial de R$ 169.900, revelou a marca nesta terça-feira em evento realizado em São Paulo. O modelo de entrada da marca de origem britânica chega para bater de frente com a ‘alemãozada’ consagrada: Audi A4 e A5, BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C. A pré-venda tem início nesta terça-feira, com entregas previstas para outubro, mês em que a comercialização começa para valer.

Além desta opção de entrada chamada Pure, também serão oferecidas outras três configurações: Pure Tech (R$ 177.000), R-Sport (R$ 199.900) e a topo de linha S (R$ 299.000).

As três primeiras configurações são equipadas com motor 2.0 turbo de quatro cilindros que desenvolve 240 cv de potência e 34,6 kgf.m de torque. De acordo com informações da fabricante, a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 6,8 segundos e a velocidade máxima é de 250 km/h (limitada eletronicamente). Já a opção topo de linha S traz motor 3.0 V6 de 340 cv e 45,8 kgf.m de força – trata-se do mesmo bloco utilizado no F-Type ‘básico’. Nesta versão, o 0 a 100 km/h é em 5,1 segundos e a máxima também é de 250 km/h (limitada eletronicamente).

Para os dois tipos de motor, o câmbio é automático de 8 marchas – também o mesmo do superesportivo F-Type. E para alegria de todos – e felicidade geral da nação que aprecia uma tocada mais esportiva -, a tração é traseira.

icon photo
Legenda: 940x576 Ec9df68f 3b0d 4d3e 8e08 Cffd466eeb74 4

Equipamentos

A intenção dos executivos da Jaguar é focar nas versões mais requintadas de seus concorrentes alemães. “Nossos clientes não querem um carro básico”, revela Gabriel Patini, diretor de Marketing e Produto do Grupo Jaguar/Land Rover. Por isso, desde a versão de entrada a busca foi por oferecer o pacote mais completo possível.

Em linhas gerais, o modelo de entrada oferece sistema multimídia com tela de 8 polegadas sensível ao toque, sistema de navegação por GPS, revestimento dos bancos em couro, regulagem elétrica do banco do motorista, ar-condicionado de duas zonas, computador de bordo com tela em TFT de 5 polegadas, rodas de liga leve de 17 polegadas, sistema stat/stop, controles de estabilidade e tração, vetorização de torque, sensor de estacionamento traseiro, freios com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem), entre outros mimos.

icon photo
Legenda: 940x576 F5a24b51 C8cb 4eb0 B909 4907ce757ff2 4

A versão Pure Tech traz a mais teto solar, sensor de chuva, câmera de ré e sensor de estacionamento dianteiro.

Já a configuração R-Sport busca oferecer ao comprador um visual mais esportivo, sem, no entanto, entregar a esportividade latente do V6. Para, apela para os kits esportivos. Destaque para o body kit (saias laterais e spoiler), rodas de liga leve de 18 polegadas na cor preta, faróis de xenon adaptivos, assistente de farol alto, memória para os assentos do motorista e passageiro, sistema de som Meridian com 11 alto-falantes e coluna de direção ajustável eletricamente.

Por fim, a configuração topo S – a mais encapetada, definitivamente – custa praticamente R$ 300 mil, e isso se deve (muito) ao conjunto mecânico, que passa a contar com propulsor 3.0 V6 Turbo. Além disso, o design é ainda mais agressivo que o do R-Sport e  mais itens de tecnologia: Adaptive Dynamics (atua na configuração dos amortecedores), Head-Up display, chave presencial, sensor de estacionamento 360º, monitor de ponto cego com sensor de aproximação de veículos e detecção de tráfego em marcha ré e controle de cruzeiro adaptativo. No caso desta versão, o interior conta com peças em fibra de carbono.

icon photo
Legenda: 940x576 Ebe44706 1ad9 49e1 Accb 6895d71dbe56 4

Consulte preços de carros novos e usados na Tabela Fipe e WebMotors.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors