Nome do projeto Viva será Chevrolet Agile

Denominação será parecida com a de outro modelo da GM, o Opel Agila, baseado no Suzuki Splash
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Nome do projeto Viva será Chevrolet Agile
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Quando um veículo está prestes a ser apresentado, começam a pipocar informações sobre ele de todos os lados. Esse é o caso do Chevrolet Viva. Primeiro, ficamos sabendo, por uma dica do colunista Fernando Calmon, que a Chevrolet da Argentina registrou o site www.elnuevochevrolet.com para que as pessoas possam se cadastrar para receber informações sobre o carro. Depois, o Argentina Auto Blog, com fotos dos leitores Adrián Mitteroder e Santiago Fassio, revelou o interior do carrinho, mais puxado para o do Captiva que para o dos modelos nacionais da GM. Por fim, o mesmo blog e o Autos Segredos, de nosso amigo Marlos Ney Vidal, trouxeram a notícia mais relevante do dia: o nome do Viva não será Viva, mas sim Agile.

Nos sites que permitem comentários um dia a gente chega lá..., já se aponta que o nome é má escolha, bem menos simpático do que Viva. Não só porque Viva tem um caráter festivo adequado para o novo Chevrolet atacar o Ford Fiesta de frente, quando começar a ser fabricado e vendido nos EUA, mas também porque Agile lembra demais outro carro da GM, o Opel Agila. Tudo bem que ele nem é tão GM assim. Trata-se de um Suzuki Splash com emblema da Opel, marca que a GM deve vender em breve à Magna International, apesar de a Fiat cobiçar a empresa e ainda ter esperanças.

O nome Agile foi revelado primeiro pelo Chevrolet Blog no começo deste mês e teria sido confirmado pela coluna Radar, da revista Veja, assinada pelo jornalista Lauro Jardim. A veracidade da informação tem sido reforçado de diversas maneiras. Primeiro, pelo registro do site www.chevroletagile.com.ar, feito pela General Motors. Depois, pelo registro do nome aqui no Brasil, confirmado por pesquisa no INPI Instituto Nacional de Propriedade Industrial, algo que Vidal já havia feito e adiantado. Ele devia ser apenas uma das possibilidades, mas acabou ganhando força sabe-se lá por quê.

Desenhos

Ainda não surgiu nenhuma imagem oficial do novo carro, apenas fotos de segredo, como as trazidas pelo Argentina Auto Blog, gentilmente cedidas pelo jornalista Carlos Cristófalo, que o escreve. Em 18 de maio deste ano, publicamos imagens que foram contestadas por um designer da GM. Segundo ele, elas estariam muito distantes das reais. As imagens de segredo mostram que o carro realmente é menos anguloso que o reproduzido pela Automedia, mais próximo das imagens criadas pelo designer Jorge L. Fernández. Por via das dúvidas, publicamos as duas imagens. Pode ser que o carro seja um misto das duas projeções.

Ao contrário do que imaginávamos, o Agile será vendido não só por aqui, na América do Sul, mas no mundo todo, como comprova o flagrante do carro em Nürburgring, na Alemanha, por nossos parceiros da Automedia. O carro chegou a ser confundido pelo serviço de informações europeu como o novo Lacetti, mas este é um modelo médio, mais exatamente o Cruze.

O Agile também deve ir para os EUA, onde substituirá o Aveo, informação confirmada pela revista Motor Trend. Aliás, o Viva será fabricado por lá mesmo. As fábricas de Lake Orion, em Michigan, Wilmington, em Delaware, e Shreveport, em Louisiana, são fortes candidatas a isso.

A plataforma do novo carro, chamada de Gamma II, é a mesma utilizada no Corsa de quarta geração, o chamado Corsa D, que o WebMotors mostrou no Brasil em outubro de 2007 com a ajuda de um leitor que não podia se identificar. Nem ele nos contou, na época, que o Corsa D tinha vindo ao Brasil para o desenvolvimento do Viva, mas era disso que se tratava.

O novo Aveo/Viva terá um entreeixos de 2,51 m, com a versão sedã um pouco maior do que isso, para competir com o Fiat Linea, Toyota Corolla e o futuro VW Polo Sedan, que também terá entreeixos mais longo para entrar no segmento de sedãs médios propriamente ditos, substituindo o combalido VW Bora. Ainda este ano chega ao mercado o Honda City, que, por conta da crise, vai começar a ser feito no Brasil, passando à Argentina quando a fábrica da Honda naquele país ficar pronta.

A motorização do carro deve continuar a ser a mesma do Corsa atual, ou seja, uma versão do 1,4-litro e uma do 1,8-litro melhorada, a exemplo do que foi feito com o motor de 2 litros do Vectra Next Edition e do Vectra GT, que agora tem 140 cv em vez dos 121 cv do antigo. O 1,8-litro passará de 114 cv para 129 cv com álcool.

Além do modelo hatch, com três e cinco portas, chegarão ao mercado também a versão sedã, picape, minivan e utilitário esportivo, já apresentado como o conceito GPix. Isso fecha os seis produtos que a GM disse que fabricaria para a família Viva.

Se você, leitor, conseguir flagrar algum deles no Brasil, não hesite em entrar em contato pelo e-mail editorial@webmotors.com.br e nos enviar as imagens, pelas quais não haverá nenhuma outra remuneração que não o gosto de dividir a novidade com os outros leitores. Não se esqueça de autorizar expressamente a publicação das fotos e também de nos contar a história do flagrante. A comunidade de leitores agradece!

Colaboração da Automedia


Gosta de compactos premium?

Então veja aqui em nossos estoques a melhor oferta para você:

VW Polo

Fiat Punto

Chevrolet Corsa

Ford Fiesta

Citroën C3

Leia também:

SEGREDO - Honda City é flagrado em dupla em Campinas

SEGREDO - Honda City surge quase sem disfarces em São Paulo

SEGREDO - Fiat Strada CD, a X4, aparece em São Paulo

SEGREDO - Peugeot 207 Pick-Up está quase pronta

SEGREDO - Citroën C3 Picasso se disfarça de C3 no Brasil

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors