Novo Mitsubishi Pajero Dakar chega ao Brasil por R$ 152,99 mil

Modelo, que deveria substituir o Pajero Sport, chega como opção mais cara e moderna ao utilitário brasileiro
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Novo Mitsubishi Pajero Dakar chega ao Brasil por R$ 152,99 mil
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Há pouco mais de um ano, em julho do ano passado, falamos que a Mitsubishi estava lançando, no Salão de Moscou, a nova geração do Pajero Sport. Falamos também que ele poderia ser fabricado e vendido no Brasil em pouco tempo. Não foi tão pouco tempo assim, mas o veículo chegou ao país. Só não tirou de linha o Pajero Sport, como esperávamos. Chegou custando mais caro e com um novo nome: Dakar. Importado da Tailândia, ele custa R$ 152,99 mil.

Construído sobre a base da picape L200 Triton, ele deve ser rapidamente nacionalizado, o que deve torná-lo mais barato pelo menos para a Mitsubishi. Apesar de lá fora ele ser vendido com diversos motores, como um V6 3,5-litros a gasolina, um turbodiesel 3,2-litros e um 2,5-litros também a gasolina que não é vendido no Brasil, por aqui ele só está sendo oferecido com o motor a diesel, que gera 165 cv a 3.800 rpm e 374 Nm a 2.000 rpm.

Com 4,70 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,80 m de altura e 2,80 m de entreeixos, o Pajero Dakar tem três fileiras de bancos, o que permite a ele carregar sete passageiros. Todos os bancos usam tecido repelente de água e o compartimento de bagagem, cujo tamanho não foi divulgado, é à prova d’água, itens bastante adequados para os visitantes constantes de trilhas e caminhos difíceis.

Falando em capacidade off-road, o Dakar tem suspensão independente nas quatro rodas, ângulo de ataque de 36º, ângulo de saída de 25º, capacidade máxima de subida de 35º e inclinação lateral de até 45°. Segundo a Mitsubishi, seu diâmetro de giro é de 11,2 m, bom para um carro de quase 5 m.

Mantendo a tradição da marca de bom desempenho no 4x4, o novo utilitário traz o sistema de tração nas quatro rodas Super 4WD, já presente no Pajero Full, como o maior utilitário da marca é chamado por aqui. Suas rodas, de liga-leve, são de aro 17”, com pneus 265/65 R 17.

Entre suas opções, pode-se escolher entre câmbio manual de cinco marchas ou automático de quatro, pouco para um carro com esse preço. Leia em breve, em nossa avaliação, se o carro com essa transmissão tem comportamento esperto ou não.

Entre os itens de segurança se incluem dois airbags dianteiros, ABS e EBD. Os freios traseiros, por incrível que pareça, são a tambor, outra possível falha para um carro dessa faixa de preço. Em termos de equipamentos, ele traz sensor de estacionamento, abertura das portas por controle remoto, toca-CD com MP3 e Bluetooth, computador de bordo e ar-condicionado digital. As vendas do utilitário começam só em agosto, o que é logo ali.

_________________

Twitter
_________________

Gosta de utilitários esportivos médios?

Então veja aqui em nossos estoques a melhor oferta entre os modelos citados nessa reportagem:

Mitsubishi Pajero Sport

Honda CR-V

Land Rover Freelander

Toyota RAV4

Kia Sportage

Leia também:

VW Robust já tem nome definitivo: Amarok

Audi Q5 chega e não quer brincadeira: vai custar R$ 205,84 mil

Nacional Truck, de Uberlândia, cria Limusine Ford F-250 de 9 m

Versões a gasolina mantêm Toyota SW4 caro demais

Dacia Duster antecipa o Renault anti-EcoSport

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors