Novo Peugeot 208 chega em abril: o que esperar?

Hatch compacto virá da Argentina com nova plataforma modular, design moderno e mais equipamentos

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Novo Peugeot 208 chega em abril: o que esperar?
Fernando Miragaya
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A segunda geração do 208 já começou a sair do forno na fábrica de El Palomar, na Argentina. O hatch da Peugeot será lançado no Brasil no início de abril disposto a brigar no chamado segmento dos compactos premium.

Com isso, a promessa é de um carro maior, mais equipado e mais tecnológico. Até porque usa a moderna plataforma CMP - Common Modular Platform -, que servirá futuramente a outros modelos da Peugeot e da Citroën.

Confira agora o que esperar do novo Peugeot 208.

Vai ficar maior?

O novo Peugeot 208 europeu cresceu 8 cm no comprimento e totaliza agora 4,05 m. Ficou 4 cm mais largo (1,74 m), mas a aparência esportiva se deve também ao fato de ter ficado 4 cm mais baixo (1,43 m).

icon photo
Legenda: Novo Peugeot 208: modelo brasileiro poderá ter mais espaço que o europeu
Crédito: Divulgação

A questão está no entre-eixos. A nova geração mantém os 2,54 m. Só que, para brigar com Fiat Argo, Honda Fit, Toyota Yaris, Volkswagen Polo e cia, o 208 precisará oferecer espaço. O que se diz é que o modelo para o Mercosul terá a medida perto dos 2,60 m.

Terá mais equipamentos?

O modelo virá bem mais recheado para poder encarar os rivais já citados. Além dos obrigatórios controles de estabilidade e tração, ganhará de série assistente à subida em rampas e quatro airbags - são esperadas seis bolsas para as versões mais caras.

icon photo
Legenda: Flagras mostram que o hatch compacto seguirá o desenho básico do caro já lançado na Europa
Crédito: Reprodução/Marcelo Olandim

Ar automático, chave presencial, câmera de ré, retrovisores rebatíveis eletricamente e botão para partida do motor também estão entre os itens esperados para o novo Peugeot 208. A configuração topo de linha ainda deve receber dispositivos semi-autônomos, como controle de cruzeiro adaptativo e sensor de ponto cego.

O desenho será igual ao do europeu?

Basicamente, sim. A grade em "U" e o capô abaulado ditarão o desenho frontal do veículo, o que pode ser confirmado até em recentes flagras feitos do novo Peugeot 208. As três fileiras verticais de LEDs nos faróis - assim como o filete de luz auxiliar que lembra um dente de sabre - serão exclusivos dos modelos mais caros.

icon photo
Legenda: Lanternas do novo Peugeot 208 segue o padrão de três sessões verticais de luzes
Crédito: Divulgação

Na traseira, as lanternas se destacam da carroceria e também terão uma tripla sessão vertical de luzes. A tampa do porta-malas, por sua vez, tem uma volumosa saliência bem ao centro.

E por dentro?

O conceito de i-Cockpit será preservado, com o volante destacado e o quadro de instrumentos mais recuado. Na tendência do mercado, o cluster será configurável - mais uma vez, nas versões mais caras do novo Peugeot 208.

icon photo
Legenda: Novo Peugeot 208 2
Crédito: Divulgação

A central multimídia terá tela de 10 polegadas, enquanto o acabamento continuará sendo um dos diferenciais do hatch. Espere por tecido nas portas e detalhes em preto brilhante no painel.

Vai ter motor novo?

Inicialmente o modelo manterá as opções 1.2 Puretch de três cilindros de 90/84 cv e o 1.6 16V aspirado de atuais 118/115 cv - mas que deve ter a potência aumentada com o emprego de novos componentes e peças de menor atrito.

Mas há a expectativa de que o novo Peugeot 208 estreie o 1.2 turbo com potências entre 120 e 130 cv. As opções de câmbio ficarão entre o manual de cinco marchas e o automático de seis velocidades.

Ficará mais caro?

Não tenha dúvida. O carro deverá custar entre R$ 70 mil e R$ 86 mil. Rumores dão conta de uma versão esportiva baseada na GT Line europeia e com motor 1.6 turboflex de 173 cv mais para a frente. E também do e-208, a variante 100% elétrica do compacto - só que essa viria importada e por preços por volta dos R$ 120 mil.

icon photo
Legenda: Peugeot e-208, versão elétrica do compacto, pode até pintar no Brasil por importação
Crédito: Divulgação

Vale lembrar que o atual 208 brasileiro continuará em produção. Hoje ele é vendido em cinco versões, mas ficará restrito a duas ou três configurações sempre com motor 1.2 e preços a partir de R$ 58 mil.

 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors