Tiguan: o SUV médio da VW que lembra um Touareg menor

Em um concorrido segmento o SUV oferece o básico, sem esbanjar muito. Tanto que o valor não é o seu principal atrativo
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Tiguan: o SUV médio da VW que lembra um Touareg menor
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Volkswagen lançou o Tiguan no início deste mês, e o WebMotors foi conferir de perto como ele roda. Segundo a marca alemã, os concorrentes do irmão menor do Touareg são os modelos: Chevrolet Captiva, Toyota RAV4, Honda CR-V e Hyundai Tucson.

Durante o teste, o Tiguan se saiu bem nas rodovias. A média consumida foi de 7 km/l. Com um peso total de 1.622 kg, o SUV da VW oferece uma relação peso/potência de 8,1 kg/cv. Apesar de apresentar uma relação um pouco elevada, o Tiguan mantém perfeitamente a velocidade permitida nas rodovias, ficando com um bom fôlego para eventuais ultrapassagens. De acordo com a montadora, o utilitário leva 8,5s para atingir 100 km/h. A velocidade máxima declarada é de 207 km/h.

O motor do Tiguan que está sendo comercializado no Brasil é um 2,0 litros turbinado com injeção direta de combustível. São 200 cv de potência máxima a 5.100 e 280 Nm de torque a 5.000 rpm. O modelo testado foi o equipado com motor 2-litros, sobrealimentado, com injeção direta de combustível.

A vantagem é que o Tiguan tem ‘perna’ para aguentar a força deste motor. Os pneus 235/55 R17 absorvem bem os impactos e a suspensão independente controla as reações. Mesmo dirigindo em uma posição mais elevada, fica difícil sentir aquela sensação de pêndulo ocasionada nas frenagens. Por falar nisso, o SUV conta com o sistema HBA Hydraulic Brake Assist. Ele reconhece a rapidez da frenagem e aciona automaticamente o ABS, independente da pressão colocada sobre o pedal do freio.

A segurança da pilotagem fica mais evidente com os dispositivos eletrônicos. O Tiguan é equipado com sistema de freios ABS, com o sistema ASR, que controla eletronicamente a tração para evitar a perda de aderência dos pneus com o piso, e com o ESP. O Tiguan é um SUV que não precisou recorrer ao adesivo aplicado no quebra-sol do motorista que adverte: Este carro não é seguro para manobras bruscas. A transmissão automática é a Tiptronic de seis velocidades, e a tração é a 4Motion integral 4x4.


Vida a bordo

Pegar um congestionamento com o Tiguan talvez não seja tão complicado WebMotors só rodou com o carro em rodovias. Longe de ser um trambolho, ele tem 4,42 m de comprimento, 1,80 m de largura, 1,68 m de altura e 2,60 m de entreeixos. O banco do motorista pode ser ajustado eletronicamente opcional, assim como os retrovisores externo. Outro item que facilita o dia-a-dia e aumenta a vida útil de qualquer perna é a opção auto-hold. Ela deixa o freio de estacionamento acionado e o desativa na hora que o motorista pisa no acelerador, voltando a atuar assim que você tira o pé em baixa velocidade. Isso evita que você fique segurando o motor no pedal em um semáforo por exemplo.

O ar-condicionado é digital de duas zonas e os bancos têm aquecimentos do assento. O porta-malas tem capacidade para levar até 360l com os bancos traseiros na posição normal. O usuário do VW Tiguan pode até rebater o banco dianteiro do passageiro para ganhar mais espaço.

No primeiro lote, a Volkswagen não disponibilizou o engate embutido. Este item opcional deverá surgir nos futuros modelos. A capacidade de tração do Tiguan é de 2.200 kg. Ou seja, o modelo pode levar tranquilamente um trailer de tamanho médio.

Como principais itens de série o Tiguan tem: Bancos dianteiros esportivos, sistema para fixação de cadeira de criança no banco traseiro Isofix, rádio MP3 com oito alto-falantes, espelho retrovisor externo elétrico, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, estepe em roda compacta, sensor de chuva e sensor de estacionamento traseiro. Além dos itens citados nesta reportagem.

Quanto custa?

Segundo a Volkswagen, o Tiguan tem um valor sugerido de R$ 124,19 mil. Com todos os opcionais o SUV ultrapassa a casa dos R$ 150 mil. Na lista de opcionais estão: teto solar panorâmico, revestimento dos bancos em couro com ajuste elétrico da altura e do apoio lombar do banco do motorista. Rodas de liga-leve de aro 18”, faróis de xenon e volante multifuncional em couro com comando de troca de marcha Tiptronic.Os itens módulo off-road e gancho traseiro para reboque não estão disponíveis ainda. Segundo a Volkswagen eles virão em breve.

Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

Gosta de utilitários esporte?

Então veja aqui em nossos estoques a melhor oferta entre os modelos citados nessa reportagem:

Honda CR-V

Land Rover Freelander

Toyota RAV4

Volkswagen Touareg

Leia também:

Kia apresenta o novo Sorento no Salão de Seul

Versões a gasolina mantêm Toyota SW4 caro demais

Dacia Duster antecipa o Renault anti-EcoSport

Porsche Cayenne S Hybrid deve chegar ao mercado em 2010

Kia Sorento de nova geração estreará no Salão de Seul

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors