Acionistas aprovam fusão de Peugeot e Fiat

Em votação realizada nesta segunda-feira, mais de 99% dos acionistas de ambas as companhias aprovaram a união

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Acionistas aprovam fusão de Peugeot e Fiat
Antônio Leria
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Os acionistas da Peugeot (PSA) e da Fiat Chrysler (FCA) validaram nesta segunda-feira (4) a fusão dos dois grupos automotivos, que cria a Stellantis. A união da origem ao quarto maior grupo automotivo do mundo, atrás apenas do Grupo Volkswagen, Toyota e da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. O volume anual de vendas é da ordem de 8,7 milhões de unidades em todo o mundo.

A aprovação da fusão ocorreu após votação favorável de mais de 99% dos acionistas tanto da francesa PSA quanto da FCA. A Stellantis terá sede na Holanda e reunirá 14 marcas. Do lado da FCA, Fiat, Alfa Romeo, Lancia, Maserati, Abarth, Chrysler, Jeep, Dodge e RAM. Da PSA, Peugeot, Citroën, Opel, Vauxhall e DS. O novo grupo terá 410 mil funcionários.

A fusão entre Fiat e Peugeot foi acertada entre as empresas em outubro de 2019.  A holding prevê o compartilhamento de plataformas, tecnologias e projetos. As empresas calculam que a fusão resulte em uma economia global de custos da ordem de US$ 6 bilhões. Em novembro do ano passado, as companhias apresentaram a logomarca da Stellantis.

Agora, após a aprovação dos acionistas e o recebimento das autorizações regulatórias finais ao longo do último mês, que incluem, notadamente, da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu, a FCA e o PSA esperam concluir a fusão em 16 de janeiro de 2021.

Comentários