Carros e futebol lado a lado

Confira quais marcas de automóveis estão presentes no esporte mais popular do planeta

  1. Home
  2. Notícias
  3. Carros e futebol lado a lado
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O futebol é uma grande vitrine. Times milionários, exposição maciça na televisão (e outros meios de comunicação) e astros que atraem atenção em escala global. Se associar com um desses times pode ser uma estratégia  de marketing interessante, principalmente para as fabricantes de automóveis. E não é à toa que clubes e montadoras têm uma relação estreita. Atualmente diversas companhias estampam suas marcas em clubes ao redor do mundo. O Brasil também já teve um "surto" de patrocínios com quatro rodas. Confira!

JEEP

Juventus e Jeep são parceiras desde 2012. Tanto o clube italiano quanto a marca estão sob comando da tradicional família Agnelli. Recentemente os trabalhadores da marca do Grupo FCA ameaçaram entrar em greve em uma das fábricas na Itália por causa da contratação de Cristiano Ronaldo pelo clube bianconero.

icon photo
Legenda: Juventus
Crédito: Divulgação

SEAT

A espanhola Seat, uma das marcas sob o guarda-chuva do Grupo Volkswagen, estampa a camisa do Eintracht Braunschweig, que na temporada 2018/2019 disputa a Bundesliga 3, terceira divisão do campeonato da Alemanha.

icon photo
Legenda: Eintracht Braunschweig
Crédito: Divulgação

CHEVROLET

A mais importante fabricante dentro da General Motors patrocina diversos clubes pelo mundo, como Universidad de Chile (Chile) e Liga de Quito (Equador), além do Cerâmica Atlético Clube, time de Gravataí, no Rio Grande do Sul, onde está instaladas uma das fábricas da Chevrolet no Brasil. Porém, o maior clube que estampa a gravata dourada é o todo-poderoso Manchester United. O contrato de sete anos estabelecido em 2014 é um dos maiores: U$ 80 milhões por temporada.

icon photo
Legenda: Manchester United
Crédito: Divulgação

TOYOTA

O Nagoya Grampus é o time fundado pela Toyota Motor Company, em 1939. O time divide o mando da partidas entre o Mizuno Athletic Stadium (com capacidade para 27 mil pessoas) e o Toyota Stadium, que tem 45 mil lugares. Vale destacar ainda que na parte de trás da camisa do time japonês aparece o logotipo da Aisin, famoso fabricante de transmissões que pertenceu ao Grupo Toyota.

 

icon photo
Legenda: Nagoya Grampus
Crédito: Divulgação

YOKOHAMA F. MARINOS

O Yokohama Marinos segue a mesma história do Nagoya. Porém, em vez da Toyota, o time foi fundado pela Nissan em 1972 e permanece até hoje. O F no nome vem de outro clube, o Yokohama Flügels. Em 1999,  o Marinos se fundiu com os rivais da cidade e criou o Yokohama F. Marinos.

icon photo
Legenda: Yokohama F Marinos
Crédito: Divulgação

HYUNDAI

Além de ser dona de um clube na Coreia do Sul, o Jeonbuk Hyundai Motors, a fabricante é parceria do clube francês Lyon desde 2012.

icon photo
Legenda: Olympique Lyon
Crédito: Divulgação

VOLVO

Um dos clubes mais conhecidos de Israel é patrocinado por Ya'akov Shahar, CEO do Mayer's Cars and Trucks, que vem empresa oficial a importar modelos da Volvo e Honda ao País. Até a temporada 2017/2018 era o logotipo da marca japonesa que estampava a camisa do time. Para o calendário 2018/2019, Sharar resolveu colocar a fabricante sueca em destaque na "Locomotiva Verde", como é conhecido o uniforme número um do clube.

icon photo
Legenda: Maccabi Haifa
Crédito: Divulgação

SUZUKI

O tradicional "S" da montadora japonesa está no uniforme de dois clubes distintos: do Torino, da primeira divisão do futebol italiano e do Milton Keynes Dons FC, que disputa a terceira divisão do campeonato inglês.

icon photo
Legenda: Torino
Crédito: Divulgação

VOLKSWAGEN

Assim como o Nagoya Grampus, o Wolfsburg é o time que pertence ao Grupo Volkswagen, sediado, obviamente, na cidade alemã de Wolfsburg. Os “Wolves”, como são chamados, também jogam na Volkswagen Arena.

icon photo
Legenda: Wolfsburg
Crédito: Divulgação

DACIA

A Dacia, subsidiária romena da Renault responsável pela criação de carros que rodam aqui no Brasil, como Sandero, Duster e Logan, é um dos patrocinadores da Udinese, que disputa a Série A da Itália. O acordo é de longa data, desde 2009. Recentemente o contrato foi renovado até 2020. A Dacia também tem o famoso “naming-rights’ do estádio da Udinese, que se chamava Stadio Friuli e passou a ser conhecido como Dacia Arena Friuli.

icon photo
Legenda: Udinese
Crédito: Divulgação

BRASIL

Atualmente, com o cenário de crise do setor automotivo no Brasil, nenhum clube da primeira divisão do futebol brasileiro tem acordo com fabricantes de automóveis. Porém, a relação dos clubes brasileiros com montadoras já foi muito estreita. Só para citar alguns, o Palmeiras, por exemplo, já teve a Fiat e a Kia no uniforme. Peugeot e Jeep fecharam acordo com o Flamengo. O Vasco da Gama, por um breve período, teve a Nissan como parceira. Em uma partida pontual ainda na época de Neymar, a chinesa Chery fechou negócio com o Santos. Olhando mais para trás, a Chevrolet estampava as camisas de Grêmio e Inter, assim como a Fiat as de Atlético e Cruzeiro. A coreana Hyundai chegou a investir em Fluminense, Botafogo e Bahia.

BÔNUS

Marcas ligadas ao setor automotivo também marcam presença nesse cenário patrocinando clubes importantes. É o caso das rivais pneumáticas Pirelli e Yokohama, que aportam nas camisas de Inter de Milão (Itália) e Chelsea (Inglaterra). A Yamaha, fabricante japonesa de motocicletas, por exemplo, tem acordo com o time argentino do Lanús (foto).

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors